Ana do Gás estaria usando mais de R$ 20 milhões para comprar votos, fora os R$ 50 milhões que Eunélio Mendonça promete gastar na campanha da esposa

Do Atual7

Crise após denúncia grave no comitê comunista do Maranhão. Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, nessa terça-feira (19), o deputado estadual e candidato à reeleição, Raimundo Cutrim (PCdoB), denunciou que a candidata Ana de Nazaré Pereira Silva, a Ana Mendonça ou Ana do Gás (PRB), de usar mais de R$ 20 milhões para comprar votos por meio de prefeitos do interior do estado.

‘Nós não podemos chegar a esse ponto. Eu vi, ainda há pouco, o nosso colega Magno Bacelar falou na Ana do Gás. Eu não conheço, só vejo falar. Mas o que se vê no Maranhão é uma campanha com mais de R$ 20 milhões. Será que o Ministério Público não olha isso? É uma falta de respeito para com o povo de nosso Estado. Estão comprando voto acintosamente! Será que só o Ministério Público não olha? E é no Maranhão todo’, denunciou o ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão.

ana-mendonca-ana-do-gas-rubens-pereira-junior-fortuna-eleicoes-2014

R$ 20 MILHÕES É R$ 20 MILHÕES Em Fortuna, Rubens Júnior aplaude discurso de acusada de compras de votos por seu correlegionário Raimundo Cutrim. Foto: Divulgação / Ana do Gás

Levantamento do ATUAL7 na estimativa apresentada à Justiça Eleitoral por oito dos maiores partidos políticos – PT, PSDB, PMDB, PPS, DEM, PP, PSB e PR, constatou que a eleição de um deputado federal vai custar, em média, R$ 6,437 milhões em 2014. Para deputado estadual, disputa em que são necessários menos votos para se eleger, a conta também é alta: a estimativa dessas legendas é a de que conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa vá custar, em média, R$ 3,8 milhões. De acordo com um Cândido Peçanha consultado pelo ATUAL7, porém, esses valores podem subir até 100% ou até mesmo 300%, dependendo do candidato.

Caso a denúncia de Raimundo Cutrim tenha fundamento, os R$ 20 milhões que a parceira de urna do candidato comunista está utilizando para comprar votos já seria o suficiente para eleger ambos para a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

ana-mendonca-ana-do-gas-rubens-pereira-junior-luis-amovelar-coroata-eleicoes-2014

NO CORAÇÃO E NO BOLSO Em Coroatá, dobradinha entre Ana Mendonça e Rubens Júnior segue também com todo gás, sob a coordenação do ficha suja Luis da Amovelar. Foto: Divulgação / Ana do Gás

Esposa do prefeito de Santo Antônio dos Lopes, Eunélio Mendonça (PSD) – alvo de investigação da Controladoria Geral da União (CGU), Ana do Gás faz dobradinha com o correlegionário de Cutrim, o imberbe oposicionista Rubens Pereira Júnior, que resolveu sair para deputado federal apoiando e sendo apoiado com todo gás pela mulher do gestor que diz contar com quase 30 prefeitos por ter R$ 50 milhões – fora os outros R$ 20 milhões para compra de votos – para gastar na campanha de ‘Aninha’, como costuma ser chamada a candidata por Rubens Júnior, em grupos comunistas de WhatsApp.

De onde seria tirado todo o montante, Eunélio nunca explicou, mas sabe-se que o município administrado por ele recolhe mais de R$ 1 milhão por mês de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) pela extração de Gás Natural

ana-mendonca-ana-do-gas-lobao-filho-eleicoes-2014

DOBRADINHA COMUNISTA É A FAVOR DA CHIBATA DO CONSÓRCIO LOBÃO/SARNEY Parceira de urna de Rubens Júnior trabalha com gosto de gás para eleger Lobão Filho, adversário de Flávio Dino, ao governo do Maranhão. Foto: Divulgação / Ana do Gás


2ª

O deputado Rigo Teles (PV) acaba de receber mais um grande apoio político no Mearim para conquistar seu quinto mandato na Assembleia, e continuar trabalhando pelo povo do Maranhão.

Desta vez Rigo recebeu o apoio do deputado federal e candidato à reeleição, Alberto Filho, e do prefeito de Bacabal, Zé Alberto, que liberou parte do seu secretariado e aliados para votar no deputado.

O apoio dado numa grande festa popular, com a participação de  quatro mil pessoas. Acompanhado da esposa, Abigail Cunha, Rigo Teles foi apresentado, pela primeira vez, como candidato de Bacabal.

3ª

APOIO DE CINCO VEREADORES

Também apóiam Rigo em Bacabal o presidente eleito da Câmara, Manoel da Concórdia, os vereadores Maninho, Edivar, Reginaldo do Posto, Leonardo e o ex-deputado Elígio Almeida e a esposa, Uta Almeida.

Na oportunidade, Rigo Teles agradeceu o apoio de todos e prometeu continuar trabalhando pelo Município de Bacabal na Assembleia Legislativa, em parceria com o deputado federal Alberto Filho, com o prefeito Zé Alberto, vereadores e lideranças.

Depois do evento, ficou definido que o coordenador da campanha do deputado Rigo Teles em Bacabal será o secretário de Assuntos Políticos, Dr. Gilberto, um técnico altamente competente, sério e respeitado por todos na região do Mearim.


BIAMAN_PRADO_4401 (Large)

O candidato ao governo do Maranhão, Lobão Filho (PMDB) foi recebido no fim da tarde desta quinta-feira (21), por uma multidão na cidade de Sambaíba, interior do estado. Acompanhado do prefeito da cidade, Raimundo Santana (PRTB), o peemedebista percorreu um longo percurso na cidade em caminhada com milhares de pessoas.

Jefferson Luís de 18 anos disse nunca ter visto uma caminhada com tanta alegria e animação. “Pela primeira vez em Sambaíba, vejo um candidato chegar e a população não desgrudar dele”, brincou o estudante.

BIAMAN_PRADO_4399 (Large)

Dona Édina Bezerra de Sousa foi uma delas, bastante empolgada a dona de casa disse estar feliz em ter visto seu candidato de perto. “Quando soube que ele vinha eu falei que caminharia com ele, e estou aqui”, enfatizou ao lado do candidato, em meio à multidão.

“Essa é a força de nossa gente Lobão Filho, que vai conduzir de forma esmagadora a sua vitória sobre a oposição”, anunciou o prefeito Santana.

Após a caminhada, o candidato falou de suas propostas para o município. “Assim como em outros municípios, Sambaíba também precisa da ponte para facilitar o escoamento da produção. Vamos fazer porque o sonho vai deixar de ser sonho e virar realidade”, assegurou o senador, que segue visitando o sul do Maranhão nesta sexta-feira (22).

“Sonhos devem ser sonhados juntos e por isso se tornam realidade, vamos fazer por determinação do nosso próximo governador, um cordão de produção para que nem Sambaíba e nem outro município desse Maranhão sofra mais com isolamento”, finalizou Arnaldo Melo.

BIAMAN_PRADO_4394 (Large)


Hildo visitou o município ao lado do deputado estadual Antônio Pereira, candidato à reeleição.

Foto 01 Tuntum

Hildo Rocha caminha ao lado de lideranças de Tuntum pelo povoado Belém.

Em agenda conjunta com o deputado Antônio Pereira (DEM), o candidato a deputado federal Hildo Rocha (PMDB) foi recebido calorosamente, no último sábado (16), nos povoado Ipuiru e Belém, no município de Tuntum.

Em Ipuiru, o ex-secretário de Estado de Estado das Cidades chegou ao local, no meio da manhã, acompanhado do vereador Jeová (PV), forte liderança local, e foi carinhosamente abraçado pelos moradores que se reuniram para aguardar a sua chegada e de Antônio Pereira.

Em Belém, a passagem do peemedebista foi marcada, além da receptividade dos moradores, pelas declarações da ex-vice-prefeita Ana Isabel. Líder do grupo de oposição em Tuntum, juntamente com os vereadores Idaspe Silva (PSL) e Josivan Bilio (PT), Ana Isabel afirmou aos presentes que Hildo é um forte aliado do grupo na luta para buscar as melhorias para Tuntum e, por isso, merece o voto dos munícipes.

Foto 02 Tuntum.

Antônio Pereira e Hildo em ato político em Belém, povoado de Tuntum, ao lado de lideranças locais e estaduais.

 “O Hildo é um homem que tem feito um bom trabalho e contribuído com o povo de Tuntum. Eu o escolhi para ser meu candidato a deputado federal por esse compromisso com esta população, e com certeza vai nos ajudar com a nossa luta de melhorias dias para o nosso povo”, ressaltou Ana Isabel ao apresentar o peemedebista.

“São os dois melhores nomes que vocês poderiam escolher para representá-los na Câmara Federal e Assembleia Legislativa, pela competência e experiência e, principalmente, por conhecer a realidade dos municípios do nosso Estado”, complementou Claudio Azevedo, empresário e  pecuarista.

Hildo Rocha agradeceu aos presentes firmando o compromisso de, junto com as lideranças locais e a população, lutar pela emancipação de Belém.

“Estou muito feliz em estar aqui hoje, recebido com essa alegria por vocês, e conhecendo as belezas desse povoado, que vai ser transformado em cidade com o apoio de Hildo Rocha. Este é o meu compromisso com vocês”, firmou.

De Tuntum, Hildo Rocha seguiu para São Domingos do Maranhão e Presidente Dutra, para inauguração do comitê de campanha nos dois municípios, também em conjunto com o deputado Antônio Pereira.

Foto 03 Tuntum

O carinho da população de Belém, em Tuntum, com Hildo Rocha.


dino2 (1)O candidato da coligação Todos pelo Maranhão e chefão do comunismo, Flávio Dino, sofre de um profundo processo de amnésia. Ele esbravejou, durante debate em uma televisão de São Luís, que é filiado a um partido legalizado, mas esqueceu de dizer que quem tirou da ilegalidade o PC do B, em 1985, foi o então presidente José Sarney (PMDB), que ainda tirou da clandestinidade a União Nacional dos Estudantes (UNE), além de devolver a sua sede iniciando a redemocratização do Brasil.

Mas o seu ódio e rancor não permitem o reconhecimento de atos ou ações boas, como fez o presidente nacional do seu partido, Renato Rebelo, como consta na matéria “Congresso Nacional homenageia os 90 anos do PCdoB”, publicado no Portal Vermelho http://www.vermelho.org.br/noticia/179162-1. Rabelo agradece ao presidente José Sarney, destacando a simbologia do ato de legalização do PCdoB, importante para a transição democrática, além de ter narrado que Sarney recebeu no Palácio do Planalto a bancada, na época com onze deputados comunistas, e o líder partidário, João Amazonas.

Ainda na matéria, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PC do B), “também discursou, destacando o papel de Sarney na redemocratização do país e a contribuição para a legalidade do PCdoB e todas as instituições e entidades que integram a cena democrática do país”.

Com empáfia e má fé, Dino ainda usou o enfadonho discurso de 50 anos de oligarquia Sarney, mas não relata que entre os seus aliados estão, por exemplo, o ex-governador José Reinaldo Tavares, seu mentor intelectual, algemado e preso pela Polícia Federal durante a Operação “Navalha”, suspeito de participação em licitações irregulares no caso das “Estradas fantasmas” durante o seu governo.

Como não pode esconder a sua aliança com a “escória da oligarquia”, como bem definiu o candidato ao governo estadual, o médico José Luís Lago (PPL), Dino partiu para agressão e vociferou que “Tavares foi fundamental para eleição de Jackson Lago (PDT) governador”. Na réplica, Zé Luis Lago rememorou o esquecido Flávio Dino que ele espalhou, na época, “por todo o Maranhão que Jackson Lago era ficha suja e não podia concorrer ao cargo governador e ainda tentou impedir a minha candidatura de todas as formas”. Essas atitudes são frutos de pessoas que fogem ao debate e tem medo do confronto de idéias e do debate, de forma democrática.    

É bom lembrar e também reavivar a memória do comunista que o seu partido, o PC do B, apoiou e integrou o Governo Roseana Sarney ocupando cargos e órgãos importantes como o Instituto de Terras do Maranhão (Iterma).  

Ainda no debate, com ar de “Professor de Deus”, Dino quis decretar, em nome próprio, ser o maior “defensor da moral e dos bons costumes”, mas é cercado, por todos os lados, de “figuras” enroladas com a Justiça.

O deputado federal Weverton Rocha (PDT) responde a sete ações por improbidade administrativa no Maranhão. Seis na Justiça Estadual e uma na Justiça Federal. Ele foi apontado em reportagem da revista Veja como um dos assessores do ministro Carlos Lupi responsáveis por cobrar propina para liberação de convênios com suspeitas de irregularidades.

O deputado estadual Othelino Neto (PC do B) foi condenado pela Justiça Estadual por improbidade administrativa ambiental, concessão de licença sem cumprimento de formalidades legais e omissão do dever de fiscalização.

O ex-deputado Rubens Pereira, pai do deputado Rubens Júnior (PCdoB), foi condenado à perda dos direitos políticos por cinco anos e a devolver R$ 759,6 mil aos cofres do Estado do Maranhão.

O deputado estadual Bira do Pindaré foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por atos de irregularidade administrativa e desvio de dinheiro público quando chefiou a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) no Maranhão, no período de março a dezembro de 2003.

Essa é a face de Dino: do discurso fácil, da “ilusão” da mudança. Os resultados são vistos por todos. Em São Luís, Caxias, Timon, Balsas, Imperatriz e Santa Inês, onde ele venceu as eleições a população amarga a luz da escuridão e das trevas e convive com os “fantasmas” da desilusão, do desleixo e da falta de compromisso com a população.

Exemplo, cristalino, dessa “fantasia horripilante” da mudança apregoada por Dino é a atitude do seu pupilo, o secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro, que desrespeita os professores, que se sentiram obrigados a se algemarem na Prefeitura da Capital em um ato de desespero em busca, pelo menos, a abertura de “diálogos” por salários mais justos e dignos e por uma educação de melhor qualidade.


123»» Última
Página 1 de 365