MARCHA_A_BRASÍLIA_REUNIÃO_DA_BANCADA_FEDERAL 27_05_2015_01

Durante encontro dos prefeitos com a bancada federal maranhense, nesta quarta-feira (27) em Brasília, o deputado Hildo Rocha voltou a manifestar apoio à pauta de reivindicações da XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e cobrou do governo do Maranhão a liberação de recursos de convênios firmados ainda durante a gestão da ex-governadora Roseana Sarney.

O deputado explicou que os recursos para quitação dos convênios existem. “R$ 2 bilhões estão disponíveis no BNDES. O governo anterior ficou impedido de realizar os repasses financeiros em razão de ação impetrada, na Justiça Federal, pelos deputados estaduais Othelino Neto, Bira do Pindaré, Rubens Júnior e Marcelo Tavares”, esclareceu.

Hildo Rocha enfatizou que o governo Roseana Sarney conseguiu uma liminar na para liberar os recursos, mas os parlamentares insistiram em brecar a operação e entraram com uma segunda ação impedindo o BNDES de transferir os valores.

O vice-governador Carlos Brandão, que participou do encontro representando o governo do Maranhão, disse que existem outras prioridades para o atual governo, mas que o estado irá honrar os pagamentos dos convênios.

O Prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia, disse não suportar mais a cobrança das empresas que realizaram as obras. “Recebo cobrança em casa e na prefeitura todos os dias. O compromisso é do estado com os municípios e deve ser cumprido”, desabafou.

XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi encerrada ontem com a leitura e aprovação da carta que apresenta as nove principais reivindicações municipalistas deste ano. Os parlamentares assumiram o compromisso com a pauta legislativa dos Municípios composta por 17 iniciativas, em especial com o novo ISS, mecanismo de reajuste dos programas federais, o FPM anticíclico e a vedação de se criar despesas sem a fonte de recursos.


1509233_1446410808996028_2145704324326979062_n

MC Gui, Seu Antonio, as filhas e as netas

A TV Cidade de Presidente Dutra foi escalada pela Rede Record São Paulo para ajudar na realização de um sonho de duas famílias, uma que mora em São Domingos do Maranhão e outra que mora em capital paulista. A história é a seguinte:

O programa Domingo Show, atração da Record nas tardes de domingo comandada por Geraldo Luiz, selecionou a carta da adolescente Gabi Silva para realizar o sonho de conhecer seu ídolo MC Gui. Na mesma carta a jovem manifestou o desejo de encontrar o avô Antonio Batista dos Santos que não o conhecia. Segundo ela, sua mãe Eliene não via o pai há mais de 20 anos. Em São Domingos Seu Antonio e os filhos já não tinham esperanças de encontrar Eliene viva, achavam que já havia morrido.

A produção do Domingo Show entrou em contato com Simone em São Domingos através do telefone fixo de uma vizinha. Ninguém acreditou, achavam que era trote. Foi nesse momento que fizeram contato comigo para que a TV Cidade de Presidente Dutra fizesse imagens da cidade e entrevistasse Seu Antonio e os familiares. Prontamente nos colocamos à disposição.

10690017_738597009590149_6639542959270393744_n

Seu Antonio no momento que foi abordado por nossa equipe em frente ao Posto Pacheco em Barra do Corda.

Ao chegarmos em São Domingos Seu Antonio tinha acabado de colocar a mudança em cima de um carro com destino ao interior de Grajaú tentando se livrar de uma confusão familiar. O alcançamos na entrada de Barra do Corda. Foi uma luta convencermos a voltar pra viajar, mas convencemos.

10906439_739081609541689_6986839758396215884_n

Embarque no aeroporto de Teresina

Às quatro da manhã de quinta-feira, a equipe da TV Cidade estava embarcando ele e a filha Simone com destino a São Paulo onde iria se reencontrar a filha desaparecida e participar do Domingo Show.

Gravação do Domingo Show na casa do MC Gui

Gravação do Domingo Show na casa do MC Gui

A gravação do quadro do programa com a participação do Seu Antonio e toda sua família aconteceu na tarde desta quinta na cara do MC Gui como mostram as fotos.

11295702_1452306991750305_8422126444521281744_n

11392830_1452307071750297_4076703676357249672_n

10665127_1452307035083634_8095504693460915563_n

Todos os momentos do recontro do Seu Antonio com a filha e o sonho da neta de conhecer MC Gui você confere neste domingo no Domingo Show da Record.


Deputado Federal Hildo Rocha

Deputado Federal Hildo Rocha

A grave crise no setor da segurança pública, que foi agravada pela chacina ocorrida sábado (23) em uma casa de praia em Panaquatira, (São José de Ribamar), provocou uma enxurrada de críticas ao governo estadual. Sob o impacto do terrível ato de violência, que vitimou três pessoas, vozes exaltadas chegaram a sugerir a eliminação sumária de quem eventualmente tente se confrontar com a polícia.

O deputado federal Hildo Rocha também fez coro às vozes revoltosas. Entretanto, foi além da simples crítica. Não se limitou apenas a protestar contra o governo e lamentar as vidas perdidas. Em pronunciamento, na tribuna da Câmara federal, o parlamentar enfatizou que a bancada federal maranhense está disposta a participar de ações que possam contribuir para a diminuição dos índices de violência no Estado.

“Se o governo do Estado está encontrando dificuldades de fazer a segurança pública, aqui tem uma bancada de dezoito deputados federais unida em favor do povo maranhense. Nós estamos aqui nos colocando a disposição do Governador Flávio Dino pra irmos até o ministro da Justiça pedir o auxilio do Governo Federal pra combater a criminalidade no nosso Estado. Não dá mais é para continuar da forma como se encontra”, enfatizou.  

O pronunciamento se torna relevante porque contém ingredientes indispensáveis para se lidar com questões de tamanha gravidade: maturidade e sensatez.

É certo que a crise da segurança pública não será resolvida apenas com discursos emocionados. Porém a solução não passa apenas por decisões administrativas. É imprescindível que haja um amplo debate envolvendo a sociedade; especialistas; autoridades; e parlamentares municipais, estaduais e federais.

Quiçá o pronunciamento do deputado Hildo Rocha seja o ponto de partida. Afinal, algo tem que ser feito. Com urgência.  Assista.


Prefeito Juran Carvalho visitando as obras de construção da Quadra de Esportes do Angical

Prefeito Juran Carvalho visitando as obras de construção da Quadra de Esportes do Angical

Os esportistas do Angical, povoado a 20 quilômetros da sede do município, sempre encontraram dificuldades para pratica de esportes, principalmente futsal, vôlei de quadra e basquete por falta de uma quadra de esportes. A prefeitura de Presidente Dutra em convênio com o Governo Federal está construindo uma quadra poliesportiva coberta na localidade, realizando um sonho da comunidade que dura mais de quarenta anos, como afirma o Diretor da Escola Municipal José Gomes Cabral, professor Geovane Ferreira; “No decorrer desses anos, vinha acontecendo o básico na área do esporte aqui no nosso povoado”, afirma o professor.

A quadra está sendo construída ao lado da escola José Gomes Cabral, onde os alunos poderão praticar diversas modalidades esportivas que não vinham acontecendo por falta de um espaço adequado. A partir de agora eles poderão disputar até campeonatos e jogos escolares. O prefeito Juran Carvalho este no povoado visitando a obra, ele espera inaugurá-la no aniversário da cidade comemorado no dia 28 de junho.

DSC_0802

DSC_0813

Mercado Público Municipal

No mesmo terreno onde a quadra está sendo construída, era pra está funcionando um mercado público municipal desde a década de 80. O mercado público apareceu nas prestações de contas do prefeito da época como concluído e inaugurado, só que a construção do prédio não chegou a passar do baldrame. Abaixo reportagem exibida no Balanço Geral da TV Cidade


Cemar informa cadastro real das famílias beneficiadas pelo programa criado pela ex-governadora Roseana Sarney e cortado por Flávio Dino; e mostra que as famílias atingidas são bem mais do que o anunciado pelo atual governo

Flávio Dino cortou benefício a mais de 160 mil famílias (Imagem: Alto Alegre em foco)

Flávio Dino cortou benefício a mais de 160 mil famílias (Imagem: Alto Alegre em foco)

Ao contrário do divulgado anteriormente – e chancelado pelo próprio governo Flávio Dino (PCdoB) – não são 30 mil, mas 164 mil o número de famílias prejudicadas com o fim do programa ‘Viva Luz”, que garantia conta de energia paga às famílias que consomem até 50 KWH.

Neste caso, o número de pessoas atingidas diretamente pela decisão do governo é de 480 mil.

Quase meio milhão de pessoas prejudicadas pelo comunista.

Flávio Dino decidiu cortar o benefício criado em 2009 pela governadora Roseana Sarney alegando que os R$ 25 milhõs disponíveis para o programa serão remanejados para outras áreas.

A sanha do governo contra os mais carentes já preocupa os deputados.

Eles temem que o programa “Viva Água” também seja suspenso…

.

.

Do Blog de Marco D´Eça


Antonio Pereira e uniu lideranças de Buriiticupu

O deputado Antônio Pereira (DEM) promoveu uma mega reunião  das forças política que atuam no Município de Buriticupu com o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, e com o superintendente da Polícia Civil do Interior, Dicival Gonçalves.   

Como membro da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa,  Antônio Pereira se colocou à disposição da Segup e pediu providências imediatas, para conter o avanço da violência em Buriticupu, onde ocorrem assassinatos, assaltos e outros crimes.  
Depois da reunião, Antônio Pereira anunciou que brevemente será realizada uma audiência pública em Buriticupu, com a participação da Secretaria de Segurança e da sociedade organizada, que deve expor e cobrar soluções para o avanço da violência.

O secretário Jefferson Portela elogiou a união das forças políticas para garantir a segurança, e prometeu tomar providêncis para resolver os problemas, pois o compromisso do governo Flávio Dino é com a vida e segurança do povo do Maranhão.

Antônio Pereira e Jefferson Portela

PEDIDOS DA POPULAÇÃO 

Na ocasião, Antônio Pereira e os vereadores entregaram a Jefferson Portela um documento com as reinvidicações da população, que pede  a efetivação da 14ª Companhia de Polícia Militar e a criação de postos policiais nos povoados Vila Pindaré e Faísa.

A população pede também aumento do efetivo da Polícia Civil, dois delegados definitivos, a revisão da superlotação de presos, reforma da Delegacia da Polícia Civil, parceria com a Guarda Municipal e a instalação do Serviço de Inteligência na Região do Pindaré.          

Participaram da reunião a deputada Francisca Primo (PT), o ex-prefeito Primo, o vice-prefeito Dr. João, o presidente da Câmara, Ely Josélio e os vereadores, Gomes Filho, Leolando, Cléber Flor, Peixoto, Tutu, Jùnior do PT, Eurondino, Evaristo, Careca e Abimael.

Também estavam presentes no importante encontro o ex- vereador Ferdinan, o advogado, Dr. Thalis, e expressivas lideranças. Ficou definido que na audiência pública será formado o Conselho de Segurança Pública do Município de Buriticupu.


HILDO_ROCHA_TRIBUNA_01O Deputado Federal Hildo Rocha é o autor de uma proposta inovadora que, caso venha a ser posta em prática, poderá render aos cofres públicos razoável soma de recursos sem que isso implique em sacrifícios para parte da população que é obrigada a arcar com os elevados custos da máquina estatal.  

O parlamentar entende que o Governo Federal costuma arrecadar muito dos mesmos por esse motivo, defende a necessidade de ideias criativas que solucionem o problema sem afetar a classe trabalhadora. Na recente Audiência Pública da Comissão de Finanças e Tributação, que ouviu o Ministro do Planejamento Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, o deputado deu uma boa contribuição.

“Eu sugeri ao Ministro tributar os cartórios. Nós sabemos que o rendimento, da maior parte dos cartórios chega a um milhão e meio de reais por mês. Nós poderemos elaborar um Projeto de Lei atribuindo um salário de Ministro do Supremo, para cada tabelião, o saldo iria para União, para os Estados e para os Municípios”, enfatizou. “Por que não buscar dinheiro aí em vez de buscar do trabalhador brasileiro”, argumento o parlamentar.


Por volta das 16h50, desta terça-feira no km 202 da BR 226, em Presidente Dutra, policiais rodoviários federais deram ordem de parada ao Sr. Edilson Jerônimo da Silva Júnior, 18 anos. O condutor do caminhão de placas HOM-6526/MA tendo o mesmo não obedecido e seguido em frente entrando na Cerâmica Presidente Dutra.

A equipe o abordou e solicitou a habilitação e a licença ambiental da carga tendo o condutor informado que não possuía CNH nem o DOF (Documento de Origem Florestal) que é a licença ambiental necessária para o transporte da carga. Eram transportados aproximadamente 22m3 de espécies nativas da região.

O Condutor foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil local onde foi enquadrado no Artigo 46 da Lei 9.605/98. E a carga e caminhão ficarão à disposição do órgão ambiental.

foto-13-640x480

 

foto-24-640x480

foto-33-640x480

 

.

.

Com informações do Blog de Luis Cardoso


DSC_0766

DSC_0767

Nos últimos meses os acidentes envolvendo motos e carros, tem acontecido com frequência na Avenida José Olavo Sampaio região central de Presidente Dutra. Na maioria das vezes com vitimas fatais, que não resistem ao impacto do veículo ou motocicleta com os postes que ficam no canteiro central da avenida. Dois ingredientes estão presentes em quase todos os acidentes, o álcool e a alta velocidade.

Para se ter uma ideia, só nos últimos dias, mais de dez postes foram quebrados em virtude dos acidentes. Os estragos ficam para trás e os prejuízos para o contribuinte, uma vez que os motoristas infratores não arcam com as despesas. Como sempre, sobra para a prefeitura que está fazendo a reposição dos postes com recursos próprios do município.


HILDO_ROCHA_TRIBUNA_01O deputado federal Hildo Rocha (PMDB/MA) presidiu, nesta segunda-feira (18), parte da Sessão Solene emhomenagem ao Dia Nacional do Comissário de Proteção da Infância e da Juventude, que é comemorado no dia 20 de maio. A solenidade foi prestigiada pelo juiz titular da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal, Renato Rodovalho Scussel, servidores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e convidados.

O parlamentar elogiou o deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara, por ter aprovado a realização da homenagem e ressaltou a iniciativa do deputado Izalci Lucas Ferreira (PSDB/DF), autor da proposta. “Quero parabenizar o Deputado Izalci, primeiro pelo pronunciamento em homenagem a um segmento do Direito que presta relevantes serviços à sociedade brasileira, de maneira voluntária” declarou o parlamentar.

“Como disse Izalci, a Lei pra ser cumprida é necessário o trabalho do judiciário. E os juízes, apenas eles com os demais servidores do judiciário, praticamente, não tem condições de fazer o trabalho que os senhores e senhoras prestam à sociedade brasileira”, enfatizou Hildo Rocha.

Trabalho voluntário

Os comissários de proteção do Distrito Federal prestam serviço de natureza voluntária, sem vínculo empregatício. São credenciados pelo juiz da VIJ após aprovação em processo seletivo que inclui curso de formação e estágio probatório.

“Os comissários de proteção não são somente braços e pernas do juiz na sociedade, mas também olhos que o auxiliam no acerto das decisões”, afirmou o juiz Renato Rodovalho Scussel, titular da Vara da Infância e da Juventude do Distrito Federal.


123»» Última
Página 1 de 219