A partida entre São José e Cordino que seria realizada na tarde do último domingo no estádio Serejão em Rosário-MA,  foi suspensa com apenas 6 minutos de bola rolando. O árbitro Otávio José de Araújo Neto, encaminhou a sumula da partida à federação Maranhense de Futebol, que repassou ao Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão-TJD-MA. Otávio, relatou na ´sumula que após ter iniciado a partida com 6 minutos existia um número de aproximadamente 60 torcedores nas dependências do estado e teve que suspender a partida até que todos os torcedores se retirassem do estádio, em cumprimento a Resolução 03/2019/FMF, quando solicitei a Policia fui informado que dos 7 policiais que estavam trabalhando no estádio, 4 tinha saído para atender uma ocorrência fora do estádio ficando apenas 3 policiais número insuficiente para atender a demanda de torcedores.

Confira a sumula na integra:

INFORMO QUE FUI COMUNICADO AS 13:30HS PELO DELEGADO DA PARTIDA SR. JOSE CARLOS ALVES PEREIRA QUE O JOGO
SERIA DE PORTOES FECHADOS POR FALTA DE LAUDO DO CORPO DE BOMBEIROS, E QUE O MESMO SE ENCONTRAVA COM A
RESOLUCAO 03/2019/FMF. NO INICIO DO JOGO FUI INFORMADO PELO DELEGADO DA PARTIDA, SR. JOSE CARLOS ALVES
PEREIRA ,QUE APROXIMADAMENTE 30 TORCEDORES DE AMBAS AS EQUIPES ENCONTRAVAM-SE NA ARQUIBANCADA NAO
PODENDO DAR INICIO A PARTIDA CONFORME RESOLUCAO JA MENCIONADA, FOI SOLICITADO PELO MESMO JUNTO AO
POLICIAMENTO COMANDADO PELO SARGENTO AZEVEDO, COM EFETIVO DE 7 POLICIAIS MILITARES , UMA VIATURA E
DIRETORES DAS EQUIPES A RETIRADA DE SEUS RESPECTIVOS TORCEDORES, NO QUE FOI ATENDIDO,DANDO INICIO AO JOGO
AS 15:50, COM 20 (VINTE) MINUTOS DE ATRASO.INFORMO QUE APOS TER INICIADO A PARTIDA AS 15:50HS, E AS 15:56HS COM
APENAS 06 (SEIS) MINUTOS DE JOGO APOS UM TIRO DE META A FAVOR DA EQUIPE VISITANTE FUI INFORMADO PELO QUARTO
ARBITRO O SR. MAYKON MATOS NUNES QUE O DELEGADO DA PARTIDA SR. JOSE CARLOS ALVES PEREIRA SOLICITOU A
PARALISACAO DA PARTIDA, PELO MOTIVO DO RETORNO DOS TORCEDORES DE AMBAS AS EQUIPES DESTA VEZ COM MAIOR
NUMERO, APROXIMADAMENTE 60 (SESSENTA) TORCEDORES , FUI INFORMADO PELO QUARTO ARBITRO E DELEGADO ACIMA
CITADOS QUE O POLICIAMENTO DOS 07 (SETE), 04 (QUATRO) SAIRAM NA VIATURA PARA ATENDER UMA OCORRENCIA FICANDO
NO ESTADIO SOMENTE 03 (TRES) POLICIAS MILITARES, SENDO NUMERO INSUFICIENTE DE POLICIAIS PARA A RETIRADA DOS
TORCEDORES QUE SE RECUSARAM A SAIR DO ESTADIO, SENDO SUSPENSO A PARTIDA PARA O CUMPRIMENTO DA REFERIDA
RESOLUCAO.
INFORMO QUE NAO HOUVE O PAGAMENTO DA COTA DE ARBITRAGEM, DIARIA E PASSAGEM NO VALOR DE R$2.150,00 ( DOIS
MIL CENTO E CINQUENTA REAIS).

Por: Dalvino Barbosa

Dalvino Barbosa

Professor Dalvino Barbosa.Graduado e com Especialização em Matemática, pela UEMA. Jornalista Reg. 001879/MA. Procuro sempre fazer o melhor dando o máximo da minha capacidade, Amo minha família,maranhense com muito orgulho.