O senador Roberto Rocha divulgou nota à imprensa, no início da noite desta quinta-feira (9), anunciando o cancelamento da Convenção Estadual do PSDB, convocada para ser realizada em São Luís, no próximo sábado (11).

Na condição de presidente da Comissão Interventora do partido, Roberto Rocha afirma que a convenção do partido foi cancelada “tendo em vista o descumprimento das normas do Estatuto imprescindíveis para sua realização”.

Na noite de terça-feira (7), o então presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati, reuniu-se com senadores do partido e decidiu decretar a intervenção no diretório estadual do Maranhão. O PSDB maranhense vive um momento de indefinição desde que o senador Roberto Rocha, expulso do PSB, aterrissou no partido, no começo do mês passado, com o aval da direção nacional (representada pelo cearense Jereissati).

Ex-aliado do governador Flávio Dino (PCdoB), que ajudou a elegê-lo ao Senado em 2014, Roberto Rocha rompeu com o governador nas eleições municipais de 2016, e desde então quer viabilizar, a todo custo, sua candidatura ao Palácio dos Leões, em 2018.Para isso, pretende afastar o PSDB – cujo presidente no Maranhão é o vice-governador Carlos Brandão – do leque de apoios partidários à reeleição de Dino.

INTERVENTOR SEM FILIAÇÃO PARTIDÁRIA

Advogados do PSDB encaminharam aos meios de comunicação na noite desta quinta-feira (9), uma certidão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que mostra que o senador Roberto Rocha não está oficialmente filiado ao partido.

A iniciativa foi tomada depois que os advogados tomaram conhecimento, por meio do blog do JP Online, de que Roberto Rocha, “na condição de de presidente da Comissão Interventora do PSDB”, havia  divulgou ‘nota oficial’, no início da noite, anunciando o cancelamento da Convenção Estadual do PSDB, convocada para ser realizada em São Luís, no próximo sábado (11).

Na condição de presidente da Comissão Interventora do partido, Roberto Rocha afirma na nota que a convenção do partido foi cancelada “tendo em vista o descumprimento das normas do Estatuto imprescindíveis para sua realização”.

Segundo os advogados, a nota oficial de Roberto Rocha, “que não tem nem a assinatura dele”, não tem valor porque ele não está oficialmente filiado ao partido.

Segundo os advogados, uma comissão interventora tem que possuir sete membros filiados ao partido, “e, como se pode observar pela certidão do TSE, nem o próprio Roberto Rocha está filiado”, disse um dos defensores do partido.

.

.

Fonte: O informante

adonias

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com