Presidente Dutra: Servidores em greve por tempo indeterminado

greve-01Servidores Públicos Municipais de Presidente Dutra cruzaram os braços e estão em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada depois de uma passeata promovida pelo SINTESPEM, Sindicato da categoria, na manhã desta segunda-feira 27/04. Segundo Gilvan Freire, presidente da FETRAM/CUT-MA e Secretário Geral do SINTESPEM, a decisão pela greve foi tomada porque a prefeita se recusou receber os dirigentes do sindicato e não mostrou nenhum interesse em negociar a pauta de reivindicações da categoria, que são: Implantação da tabela salarial para o magistério, envio do estatuto do servidor público para ser votado na Câmara Municipal, regularização da previdência social dos trabalhadores, merenda escolar de qualidade e eleição direta pela comunidade escolar para direção de escola. O vice-presidente do SINTESPEM Ivaldo Lopes se mostrou indignado com a atitude da prefeita em se recusar receber a comissão do sindicato para negociar: “Se a educação do município não presta, é sinal que a gestão municipal prega a semelhança com o descaso da educação”, afirmou Ivaldo Lopes. Já o vice-presidente da CUT-MA, Raimundo Santos acha que “É uma postura muito ruim da prefeita (se recusar receber o sindicato), pois entendemos que a negociação é a melhor forma de não haver conflitos”. greve-02A passeata terminou em frente ao prédio da Câmara municipal. Apenas os vereadores de oposição, Ronaldo Pereira de Freitas, Silvia, Jurivan e Nava estavam no local, os da situação saíram de fininho e não deram bolas ao movimento. O presidente do SINTESPEM Antonio Moreira, encerrou o ato dizendo que: “Enquanto não houver negociações os movimentos grevistas acontecerão”, afirmou Moreira. Outro ato público ficou agendado para a próxima segunda-feira 04/05. De acordo com a direção do sindicato a adesão à greve é quase total e até o fechamento deste post ninguém da prefeitura procurou o SINTESPEM para conversarem.

One Response

  1. Descaso! essa sempre foi a maior característica do governo de Irene. A quetão não se resume somente aos salários e condições de trabalho dos professores. Aeducação está a deriva, constatemente se perde aluno para as escolas do estado e particulares. O muniocípio nada tem a oferecer aos seu alunos. Se o novo secertário realmente estivesse interessado em resolver o problema estaria precionando a prefeita e não aos professores. Seria mais honrosso o secretário deixar o cargo, pois só assim não teria sua imagem maculada. Ele ainda não sabe o tamanho da fosse em que se meteu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog