Irene Soares quer regulamentar propaganda volante

A prefeita de Presidente Dutra Irene Soares (PRB – Foto) enviou para apreciação e votação da Câmara Municipal, o projeto de lei 06/2011 que regulamenta a propaganda volante e o uso de atividades sonoras nas vias públicas. “Na mensagem a prefeita relata que “Em várias ocasiões tem ocorrido abusos e excessos por parte dos proprietários e profissionais de carros de som, ensejando na perturbação do sossego público e na paz social”. “O projeto de lei trata de assunto inerente ao interesse local, sendo da competência legislativa do município. A regulamentação faz-se necessária sob pena de inviabilizar o exercício do Poder de Polícia do Município, a quem cabe regular, fiscalizar e punir os infratores”, completa a mensagem. Apenas a publicidade eleitoral ficou de fora do projeto por se tratar de matéria que compete a União legislar.  No mesmo projeto de lei fica reconhecido o SINDPROV – Sindicato dos Profissionais de Propaganda Volante de Presidente Dutra e Região.

Passando da hora

A atitude da prefeita Irene Soares em querer regulamentar a propaganda volante é louvável, necessária e estava passando da hora. O que temos percebido nos últimos anos em Presidente Dutra é um verdadeiro absurdo, uma poluição sonora infernal, um desrespeito sem precedentes por parte dos proprietários de carros de som. Quando um veículo desses passa em qualquer rua do município, a baderna está criada: Não se pode atender telefone, conversar ou tirar aquele sono do meio dia, e o pior, estes profissionais não se preocupam se tem ou não alguém doente em casa quando passam pelas ruas. Alguns deles não baixam o volume do som nem em frente aos órgãos públicos, como escolas e hospitais, órgãos mais prejudicados. Um desrespeito total. O projeto, depois de aprovado e sancionado pela prefeita estabelece que o horário para propaganda volante seja de 08 (oito) às 18 (dezoito) horas e os níveis de emissão de som serão os seguintes nestas áreas de atuação: 1) Residências Urbanas: 55 decibéis, 2) Centro Comercial: 65 decibéis, 3) Industrial e praças: 70 decibéis e a distância mínima entre cada carro é de 50 metros. Quem não obedecer a lei sofrerá advertência, multa e até cassação do alvará. A fiscalização ficará a cargo do fiscal de posturas do município. Depois de aprovado vamos disponibilizar todo o conteúdo deste projeto 006/2011 para que o cidadão possa conhecê-lo melhor e reclamar quando se sentir prejudicado.

18 Responses

  1. se essa lei for “pegar” iqual a dos carros de linha(lembram no começo do mandato dela,onde os carros de linha tinham onde estacionar,tinha até lugar marcado),ou a da sinalização acho pouco provavel que vá a algum lugar,o nosso problema é que há muito estamos sem governo em terra que ninguem manda todo mundo se acha do dono,a prefeita deixou acidade sem comando e agora quer demostrar algum comando

  2. Acho que o exemplo tem que começar com ela mesmo ,pois no dia do aniversario da cidade ,sempre ouvimos foguetes e carro de som pela cidade as 5 hs da manha,o que é uma vergonha.E como ficam os mal resolvidos que com seus carros tunados colocando som alto ate a madrugada?perto dos bares?acho que este tipo de diversao tbem poderia estar incluido no prajeto

  3. CARO AMIGO ADONIAS , QUE FAREMOS COM ESSAS AUTORIDADES “COMPETENTES” . EM RELAÇÃO A ÁGUA DE NOSSA CIDADE , A ÁGUA ESTÁ IMPROPRIA ATÉ PARA TOMAR BANHO , QUANDO ABRIMOS UMA TORNEIRA SE ELA NÃO SAIR DA COR DE SUCO DE BURITI ELA SAI COM UM CHEIRO INSUPORTÁVEL. SERÁ QUE NINGUÉM VAI TOMAR NEM UMA ATITUDE . ACHO QUE NÃO ! COM COM ESSES ADMINISTRADORES QUE SE ENCONTRA DIANTE DOS ÓRGÃOS COMPETENTES , NÃO É DE SE ESPERAR MUITA COISA.

    Resposta: Concordo com você Dion. Vamos chamar o diretor da Unidade da CAEMA de Presidente Dutra para uma entrevista no Portal Notícias dia 13 de outubro.

  4. parabéns, agora sim, um projeto sério, que merece apoio da populaçao, agora mas do que aprovar esse projeto, temos que fiscalizar, quero ver é “pegar” essa lei populaçao nao aguenta mas o desrrespeito, com tanta poluiçao sonora! apoiado prefeita!

  5. DAR A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR…AGORA SIM , FINALMENTE NOS FINAIS DE TUDO, PELO MENOS UM PROJETO EM BENEFÍCIO D POPULAÇÃO, O MÍNIMO QUE PODERIAS FAZER EM VISTA QUE :SANEAMENTO BÁSICO, ESGOTOS,COLETA DE LIXO SÃO PRECÁRIOS,…MAS UMA COISA DE CADA VEZ FUNCIONA , PARABÉNS PREFEITA PELA ATITUDE LOUVÁVEL , FAÇA VALER….ABRAÇOS !

  6. O carro da LOJA TAVARES é de um baralho ensurdecedor, e tem também do FERNANDO SÀ que quando passa acaba com tudo.

  7. È a primeira atitude louvável que este gonverno tem, se nao me falha a memória, demorou , pra quem fikou 8 anos no poder é muito poco, mas mesmo assim, é um bom projeto !

  8. caro amigo adonias valeria muito tambem um progeto de lei que podesse fazer com que os proprietarios de motos nao usasse aqueles escapamentos que fazem muito barulho os chamados canos cadron esees escapamentos fazem um barulho terrivel tira o sossego por onde paasa pricipalmente qundo tem uns moleques pelotando essas motos para cima e para baixo .

  9. uma vez ouvi do vereador nava que e tinha que ter um projeto pra acabar com carro de som (propaganda volante)
    quero ver agora se ele vai votar contra.
    acho que não pois se a prefeita está a favor e pintar um “cascaizim” vai ser 9 votos a favor.
    ô cambada boa de dinheiro.P.Dutra não sei se vai resolver mais vamos mudar todos os 9 vereadores
    O vereador Ronaldo que tem 4 anos de mandato e diz que ainda tem muito que aprender.
    ISSO É UMA VERGONHA.

  10. CORREÇÃO O RONALDO TEM É 4 MANDATOS
    16 ANOS.SE NÃO APRENDEU ATÉ AGORA TA REPROVADO NÃO APRENDE MAIS

  11. Após sete anos de administração finalmente um projeto, espero que seus neurônios não temnham entrado em curto.

    Parabéns pelo esforço. E parabéns a você Adonias por mostrar que este blog não serve somente para críticas a gestaão municipal.

    Resposta: Muito Obrigado meu caro Juca.

  12. sobre o que o “cidadao de pk” falou dos motoqueiros, nao precisa de projeto de lei, precisa é de uma fiscalizaçao, nossa cidade está uma terra sem comando, sem lei, todo mundo faz o que quer, esses motoqueiros fazem zoada com seus canos cadron, vemos adolescentes e crianças nas ruas até altas horas consumindo alcool e drogas, frequentandos festas,casas de prostiruiçao, temos o problema da água que ninguem resolve, axo que a prefeitura deveria municipalizar o fornecimento de água, pois ja vimos que CAEMA nunca vai resolver o problema, enfim falta fiscalizaçao. nossas autoridades estao inertes, e o pvo sofrendo as consequencias!

  13. Como será a fiscalização?
    Os aparelhos que medem os níveis de emissão de som já estão disponíveis?

  14. Caro Adonias, queria externar minha solidariedade ao Sr. Valfrido (CEMA – Colégio Ericeu Monteiro Alves) pela sua coragem, garra, determinação, patriotismo… que trouxe com recursos próprios a delegação do CEMA, representando a nossa cidade, PRESIDENTE DUTRA, para participar do JEM´S. Estive hoje pela manha no Castelinho para prestigiar e assistir ao jogo que o CEMA ganhou de WO da cidade de Chapadinha. O que mais me chamou a atenção foi uma senhora de São Domingos, que foi acompanhar sua filha no JEM´S, ela é da cidade de São Domingos, ela me relatou que a prefeitura financiou a delegaçao de São Domingos em tudo ou seja custo zero já a prefeitura e a sec. de Esportes de PRESIDENTE DUTRA não ajudou em nada a nossa delegação e o CEMA ainda foi obrigado pela coordenação do JEM´S a botar o nome da cidade no seu uniforme, advinhem o nome que estava no uniforme? PRESIDENTE DUTRA, AMOR PELA NOSSA TERRA. Gostaria de saber qual o motivo, a razão e a circunstancia que a Sra. Irene e Sra. Linete não ajudaram a nossa delegação, seria por falta de recurso? ou por um motivo ainda maior? Obrigado Adonias pelo espaço e parabéns pelo blog.

  15. Adonias olha só o que o governo falou sobre as denuncias do hospital da nossa cidade. ta no blog do Jonh Cutrim no Jornal Pequeno.

    SES esclarece denúncias sobre falhas no hospital de Presidente Dutra

    http://www.jornalpequeno.com.br/blog/johncutrim/?p=21528

    Ontem publicamos, com base em denúncias da população de Presidente Dutra, que o hospital regional da cidade passava por dificuldades no seu atendimento. De acordo com a população, há falta de médicos e de materiais cirúrgicos, além do sucatemento na sua estrutura física. Nesta semana uma TV local exibiu uma reportagem com funcionários relatando a situação deficitária do hospital, que só vem, segundo eles, se agravando. (reveja aqui)

    Com base na matéria publicada, a competente e sempre atenta jornalista Waldirene de Oliveira, chefe da Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde, enviou alguns esclarecimentos ao blog.

    Na nota a SES informa que a demanda de atendimentos na região de Presidente Dutra é crescente, todavia afirma que o hospital conta “com uma equipe formada por dois cirurgiões, dois ortopedistas e um intensivista, que trabalham em regime de plantão 24 horas, além de dois clínicos, dois pediatras, um neurocirurgião e um anestesista”.

    Diz ainda que Hospital Regional de Presidente Dutra, construído no governo do Dr. Jackson Lago, ainda mantém em seus quadros fisioterapeutas, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, e técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia. Confira abaixo a íntegra da nota.

    Esclarecimento SES – Hospital de Presidente Dutra

    A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que o Hospital Regional de Urgência e Emergência de Presidente Dutra foi inaugurado nos últimos dias do governo Jackson Lago, para ser mais preciso de forma apressada, açodada, de forma a que fosse concretizada antes da saída do Governador. Soma-se a isso ao fato de haver sido construído em área reconhecidamente inadequada para esse fim, utilizando-se, para tanto, da reforma e ampliação de um antigo Centro de Saúde Estadual “Elígio Abath”.

    Desde então a gestão da unidade de saúde é de responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde (SES). No que diz respeito aos recursos destinados ao custeio – manutenção e pagamento de folha – foram gastos no primeiro mês de funcionamento do Hospital de Presidente Dutra, o equivalente a R$ 3.315.210,74. Em três anos de existência, o montante repassado à unidade nunca sofreu cortes, obtendo, inclusive, acréscimo. Em 2010, o custeio ficou em R$ 3.536.028,00, mês, e em setembro deste ano, alcançou a marca de R$ 3.745.171,82.

    Ocorre que a demanda de atendimentos na região de Presidente Dutra é crescente. Em 2009, foram realizados, de junho a dezembro, 58.062 procedimentos, enquanto que em 2010 o número de atendimentos chegou a 181.940. Até agosto deste ano, o Hospital Regional de Presidente Dutra já tem contabilizado 142.688 procedimentos, contando com os serviços de apoio ao diagnóstico, onde são oferecidos exames dos mais simples, como o de patologia clínica, aos mais complexos, a exemplo do ultra-som, raio X e tomografia.

    O Hospital conta com uma equipe formada por dois cirurgiões, dois ortopedistas e um intensivista, que trabalham em regime de plantão 24 horas, além de dois clínicos, dois pediatras, um neurocirurgião e um anestesista. Ainda mantém em seus quadros fisioterapeutas, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, e técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia.

    2009* 2010 2011**
    Consultas 8.516 21.058 16.041
    Internações 2.472 5.023 5.730
    Cirurgias 1.943 4.558 2.860
    Pequenas cirurgias 2.532 36.975 33.442
    Exames laboratoriais 29.448 85.383 63.782
    Tomografia 1.863 4.758 4.097
    Ultra som 1.039 2.270 1.553
    Raio X 10.249 21.915 15.183
    TOTAL 58.062 181.940 142.688

    *dados coletados de junho a dezembro

    **dados coletados de janeiro até agosto

    http://www.jornalpequeno.com.br/blog/johncutrim/?p=21528

  16. como ela querter moral se na campanha dela ela usou este nrecurso para a campanha vaipreocupar mais com asaude e fazer jus ao seusalario

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog