Irene Soares condiciona assinatura de Contrato de Repasse com o MINTUR ao pagamento de sua pensão no valor de 40 salários mínimos.

IRENE SOARES-01Não satisfeita com a situação caótica que deixou o município, a ex-prefeita de Presidente Dutra Irene Soares aprontou mais uma. Em entrevista ao programa A Voz do Povo da Rádio Portal FM na tarde desta terça-feira 02/04, o atual prefeito Juran Carvalho denunciou que Irene condicionou sua assinatura ao Contrato de Repasse do Ministério do Turismo (778515/2012) no valor de Um Milhão Cento e Setenta mil Reais para construção do Parque de Exposições do município à liberação do pagamento da pensão da ex-gestora no valor de 40 salários míninos.

De acordo com Juran, o Contrato de Repasse para construção do Parque de Exposições é de 2012 e estava na Caixa Econômica para ser assinado pela ex-prefeita Irene Soares que não apareceu por lá até 31 de dezembro, “Para o contrato/convênio não ser devolvido, a Caixa fez DSCF2524uma assinatura eletrônica para a Irene passar depois para assinar, o que nunca aconteceu”, afirmou Juran.

Juran conta ainda que o Secretário Municipal de Educação Biné Soares, através de um amigo encaminhou a documentação para ser assinada e não obteve êxito, Irene se negou a assinar a papelada. O prefeito procurou os vereadores irenistas José Jarbas e Itamar Lucena. Os dois de pronto disseram que a ex-gestora jamais deixaria de assinar para não prejudicar o município. Coube ao vereador Jarbas Araújo levar os documentos em São Luis. Mais uma vez a ex-prefeita não assinou. Jarbas contou que até o namorado de Irene, Carlos Fialho pediu que ela assinasse e não conseguiu. Irene Soares, que tem um amor enorme por Presidente Dutra, “birrou” e não assinou nada. Teria dito que só assinaria se Juran liberasse o pagamento de sua pensão no valor de 40 salários mínimos paga pelos cofres do município e está bloqueada desde o mês passado porque vinha sendo paga de forma inconstitucional, segundo o setor jurídico da prefeitura.

CLIQUE AQUI E OUÇA PARTE DA ENTREVISTA DE JURAN CARVALHO

12 Responses

  1. Caro Adonias,
    Não se consegue entender por que a Irene possui tanto poder, pois existe muitas inregularidades neste municipio e nada acontece com esta senhora, olhe o que aconteceu em frente a assosiação do banco do Nordeste, (pura lavagem de dinheiro publico) cade a praça? onde anda os R$ 500,000,00 reais do tratamento de catarata?( na construção da rua da caixa economica, no antigo cantão) veja a reallidade do hospital na rua do deposito gomes, ja se encontra em estado de calamidade publica e nada acontece, derubaro até o poço que dava apoio ao hospital, e foi visto quem realizou esta astrocidade, quer saber? ele esta construindo uma mega construção ao lado do colegio cristã evangelico, e ai promotor o que fazer? o antigo secretario de educação esta construindo um posto de gasolina ao lado de outro sem condiçoes minimas e seguras para funcionar, tenho certeza de que a gestão atual não vai deixar funcionar esta loucura de posto, o secretario Huan torres tem que enviar documentação solicitando a paralização da obra por falta de segurança,(esta entrando em via publica), pois não possui registro de nada faz por que acha que deve fazer e pronto.Adonias existe muito mais coisa veja como se encontro a construção do ex secretario de obras Mauricio, e ainda deram a ele a direção do CREA, ai sim é muita loucura, quem conhece sabe, fica ai meu repudio a quem destrui Presidente Dutra – Ma, IRENE SOARES e os seua “secretarios”.

  2. Isto é apenas mais uma demonstração do “amor” que a Irene tem pela cidade de Presidente Dutra e principalmente pela sua população. Parabéns ao prefeito Juran Carvalho por não ceder à imposição dessa mulher que só fez o mal à essa cidade e ao seu tão sofrido povo. Presidente Dutra é geograficamente, bem localizada e possui um grande potencial de desenvolvimento. Ainda não deslanchou porque depois da administrações Remy Soares, cada gestor que entrava era pior do que o que havia saido. Essa atual adiministração está no caminho certo, se continuar agindo assim, sempre dentro da legalidade, tenho certeza de que o povo reconhecerá e saberá agradecer.

  3. Isso não pode acontecer, poque esse parque a para nossa população.
    Eu fico com mais raiva e de desses Vereadores antigos dá epoca do valecimento do Prefeito Remy, todos aprovaram esse pensão absuda e inconstitucional, alguns desses vereadores ainda estão execendo seus mandatos são eles (Zezão, Jarbas, Itamar, Ronaldo e Navas) não lembro se a Silva também estava na Epoca.
    Mais a culpa são todos esses que eu citei acima.

  4. Isso é uma questão simples de resolver, basta ao setor jurídico viabilizar isso, tanto às questões das obras, qnt ao salário absurdo e sem precedente. Quanto as obras citadas, a prefeitura tem que observar, e relatar ao MP, que assim saberá investigar e quebrar os sigilos dos mencionados e outrem; e pedir o aval da prefeitura atual e ambiental que certamente não tem.

  5. Meninos eu Vi! E agora Pk ainda querem Irene e sua TRUPE. Ainda querem criticar Irábio Brandão e Jockebede, é mole?

  6. Na gestao atual tambem impera a burocracia nos seus orgaos. Tente tirar um alvara de funcionamento.

  7. adonias leis é pra ser cumpridas o salario da irene foi aprovado inclusive por vereadores da epoca da oposiçao agora o seu juran vem dizer que nao pode que que isso. eu no lugar dela faria o mesmo elas por elas

  8. A pior gestão que tivemos ainda deixa marcas…pena que o povo é imbecil, com certeza ainda tem muitos idiotas à favor dessa bruxa horrenda.

  9. ” Caro João José ! Não tem Justificativa pra defender o indefensível,Irene Soares não merece receber nem um salário minimo se quer, essa CRIATURA ABOMINÁVEL, tanto fez que deixou a população com repugnância da pessoa dela. Roubou tanto e ainda se axa no direito de receber mais…e ainda se impõe pra beneficiar a nossa cidade ! Cadê o amor que tanto disse ter pela nossa terra ? me poupe caro leitor !

  10. Afora os casos previstos na Lei Orgânica de Assistência Social (benefícios de prestação continuada a idosos e a portadores de deficiências físicas ou mentais reconhecidamente pobres, equivocadamente chamados de aposentadoria), a aposentadoria só pode ser concedida a alguém que contribuiu para regime de previdência social.

    No caso em discussão, como o município de PK não tem regime de previdência próprio, a lei que autorizou a concessão da pensão à Sra. Irene é inconstitucional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Arquivos do blog