Irene Soares deu um “chapéu” nos seus companheiros de oposição sob as bênçãos de Flávio Dino

çlll
Ricardo Lucena, Irene Soares e Márcio Jerry

Desesperada pra voltar à  cena politica, a ex-prefeita de Presidente Dutra, Irene Soares vai além  dos seus limites. Pra ela vale tudo, até mesmo atropelar seus aliados.

Alçada à  condição de “nova simpatizante  comunista”, a ex-prefeita foi convencida pelo Superintendente Regional Ricardo Lucena a ter um “tete a tete” com o Secretário Estadual de Articulação Política  jornalista  Márcio Jerry no Palácio dos Leões. E assim, ficou decidido entre Jerry e Lucena que Irene será a candidata oficial do governador Flávio Dino em Presidente Dutra, para enfrentar o atual perfeito Juran Carvalho na eleição de outubro desse ano. Irene, deu um verdadeiro “chapéu” (como diz no jargão popular), em seus companheiros de oposição, indo negociar sua pré-candidatura direto, sozinha.

Segundo o Blog de Luiz Cardoso, a decisão do governo em oficializar a pré-candidatura irenista é pelo fato de o prefeito Juran Carvalho ter votado contra Dino em 2014. Só  lembrando que Irene Soares também  apoiou, votou e fez campanha pra Lobão Filho. Essa desculpa não convence.
Mas, uma coisa é certa; a atitude  do “articuladorzão” político  do governo no município Ricardo Lucena, provocou um verdadeiro  estrago na oposição. Membros oposicionistas de destaque na política local, estão com os nervos à flor da pele, porque, de acordo com uma fonte do Blog de Adonias Soares, eles não foram consultados e nem tampouco convidados a participar da tal reunião.

128103df-b360-4745-8938-0cc3139eecf8
Deputado Zé Carlos, Dr. Orlando Pinto e Flávio Dino

Aliados rifados

Os pré-candidatos Orlando Pinto,  Aristeu Nunes, Gonzaga Tavares, Raimundinho da Audiolar, Airton  Notria e Zezinho da Construtorres, todos aliados de Flávio Dino, não se manifestaram publicamente sobre o assunto. A informação é que, em reservado, ficaram furiosos e não aprovaram a iniciativa de Ricardo Lucena.

Pergunta-se

wwww
Aristeu Nunes e Carlos Brandão

E o Dr. Orlando Pinto, que há menos de duas semanas esteve com Flávio Dino e que confidenciava a amigos próximos que seria candidato em qualquer circunstância, inclusive com o apoio do governador, como fica?

E Aristeu Nunes que vendia a figura do apagado Vice-Governador Carlos Brandão, se dizendo pré-candidato dele, como se isso fosse grande coisa, como fica também?

Bomba e puxada de tapete

Semana passada, por duas vezes o Superintendente Regional Lucena, em conversa com o titular dessa página disse que tinha uma bomba reservada e que isso se tornaria numa puxada de tapete da situação.

Se a tão esperada bomba foi o anuncio da pré-candidatura da ex-prefeita Irene Soares e sua adesão ao governo Flávio Dino, devo dizer que isso não foi surpresa, nem pra mim e nem pra ninguém no município.

O histórico “camaleônico” de Irene Soares

A ex-prefeita Irene Soares, é conhecida em São Luis, por está sempre mudando de lado em governos estaduais ou em apoio a candidatos apoiados por governadores.

Em 2004 ela estava com Edson Vidigal no primeiro turno da eleição, candidato laranja de José Reinaldo.

Em 2006 aderiu a Jackson Lago no segundo turno, depois de ser Gerente Regional do governo Roseana Sarney em Caxias nos dois anos anteriores.

2007 e 2008, usufruiu de tudo no governo Jackson Lago

Em 2009, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014 participou e recebeu benesses do Governo Roseana Sarney, apoiando inclusive, Lobão Filho, candidato da “Oligarquia” tão decantada pelos comunistas.

E agora, Irene Soares, diz que é Flávio Dino desde criancinha.

Para muitos, a ex-prefeita, não tem nada de “Pipira”. Por mudar tanto de lado, está sendo comparada a um camaleão que muda de cor de acordo com suas conveniências.

Como se percebe, a tal bomba de Ricardo Lucena se resumiu a um traque e o tapete se transformou numa casca de banana, onde o próprio Ricardo Lucena escorregou feio. E escorregou na sua própria vaidade, inexperiência e imaturidade política. Mas ele é novo, ainda vai aprender.

Publicidade
Publicidade
Arquivos do blog