Antônio Pereira aciona Roseana e Ricardo Murad para construir hospital em Imperatriz

O deputado Antônio Pereira (DEM) protocolou indicação na Assembleia Legislativa, já encaminhada à governadora Roseana Sarney (PMDB) e ao secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, pedindo a construção de um hospital público de alta complexidade em Imperatriz, com equipamentos para diagnóstico terapêutico, para atender, de forma efetiva, mais de 1 milhão de pessoas residentes nas regiões Tocantina, Sul e Central do Maranhão.
O democrata esclareceu que Imperatriz, a sede da Macroregião, responde pelo atendimento de media e alta complexidade para 1 milhão e 300 mil pessoas de 48 cidades, e se consolida como um grande polo de saúde pública do Estado do Maranhão. Pereira entende que por ser a porta de entrada de usuários do Sistema Único de Saúde, a cidade de imperatriz precisa, urgentemente, cumprir os princípios norteadores do SUS.
Antônio garante que as metas de saúde pública só podem ser cumpridas, de forma efetiva, com o hospital público de alta complexidade, cobrado pela população das autoridades. Na avaliação de Pereira, além do tratamento digno e humano aos usuários do SUS, o hospital facilitará as atividades do curso de Medicina da UFMA, que será instalado em Imperatriz até no final de 2013.
O parlamentar observa que a demanda nas ações de media e alta complexidade e crescente nas mencionadas regiões, e a ausência de um hospital publico municipal tem comprometido a assistência aos usuários, contrariando os princípios estabelecidos pelo SUS. “A distancia da cidade de Imperatriz de São Luís e a pactuação dos procedimentos de alta complexidade na Capital, dificultam o acesso dos usuários aos SUS”, lamenta Pereira.
O hospital e o Curso de Medicina da UFMA fazem parte da luta do deputado Antônio Pereira na Assembleia Legislativa, desde 2003, quando o parlamentar conquistou seu primeiro mandato no poder Legislativo estadual. Neste período, Antônio acionou todas as esferas de poder para conseguir a realização dos benefícios, cobrados pela população das regiões Tocantina, Sul e Central.

Fonte: Blog do Abimael Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Arquivos do blog