A prefeita de Presidente Dutra Irene Soares inventou uma nova modalidade de negociar com categorias de base (Sindicato): é a figura do atravessador. Pelo menos foi essa proposta apresentada pelo Secretário Municipal de Educação Carlos de Oliveira Filho na noite de quarta-feira numa reunião realizada com pouco mais de trinta professores em uma das salas do Colégio Teresa de Oliveira. O secretário foi “curto e grosso” ao afirmar que a prefeita Irene Soares falou que não vai receber os representantes do SINTESPEM – Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal. E disse ainda que a proposta de Irene Soares é que seja escolhido um professor de cada escola, forma-se então um grupo para na próxima segunda-feira dia 27/04 as 16h ir conversar, Ops! ouvir o que ela (prefeita) tem a oferecer aos servidores. Esse mesmo grupo leva a “proposta” para os diretores do Sindicato, que por sua vez discutirão em assembléia pra saber se a categoria aprova ou não. Que chic, não? Acorda Alice! Resta saber se os professores vão aceitar mais essa humilhação por parte da administração municipal. O clima ficou tenso durante a reunião e os professores que não concordaram com a tal proposta, deixaram o local imediatamente. Na entrada da escola eles afirmaram que foram desrespeitados, acusando o Secretário de tê-los chamados de irresponsáveis e seceduc014baderneiros. Ouvido pelo Blogue, o Carlos de Oliveira (foto) nega a acusação e disse que foi mal interpretado, “Eu falei é que aqui só tinha gente competente e de responsabilidade e é por isso que eu estou aqui pra tentar resolver essa situação” afirmou o secretário. Indagado sobre o real motivo dela não querer receber os sindicalistas ele foi enfático: “Eu não sei. Ela disse que não quer receber o pessoal do sindicato e pronto!”.

Sem compromisso

O histórico de compromissos assumidos com o SINTESPEM e não cumpridos pela prefeita Irene é vasto e não é de hoje. Sabem quantos acordos a prefeita fez com o pessoal do sindicato pra cumprir? NENHUM. E o desrespeito com os servidores públicos é tão grande, que não se estranha ela não querer receber representantes da categoria. Muitas das reuniões na primeira gestão Ireneana foram feitas somente com secretários, teve uma que ela (Irene) estava em São Luis e participou em conferência por telefone. Que chic de novo, héim? E a última, pasmem! Irene botou tanta banca que só se reuniu com três diretores do sindicado e se a reunião acontecesse em São Luis, e não é que eles foram “bater lá, rapaz?”. Voltaram alegres, para ficarem tristes poucos dias depois. Tudo que foi combinado com a prefeita na capital, não foi cumprido. Quer dizer: Foram só serem bestas, perderam tempo, dinheiro com despesas e muita paciência. É humilhação demais, não acham?

Ato público

Na última segunda-feira 20/04 os professores municipais fizeram um ato público de advertência com o objetivo de chamar a atenção da prefeitura para negociar reivindicações da classe que entre outras coisas, reclama da má aplicação dos recursos do FUNDEB, do grande número de contratados desnecessários na área de educação do município e a não implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários das Categorias. Se não houver qualquer tipo de negociação até a próxima segunda-feira dia 27/04, os professores prometem entrar em greve por tempo indeterminado no dia seguinte 28/04. Agora é esperar o que vai acontecer, uma vez que a prefeita resolveu não receber os representantes do sindicato.

Nota de repúdio

Durante toda tarde desta sexta-feira, o SINTESPEM veiculou em carros de som pelas principais ruas da cidade uma Nota de Repúdio ao Secretário de Educação e a retaliação da prefeita Irene Soares a membros do Sindicato. Confira depois todo o teor desta nota aqui no bloque.


camilo2007SÃO LUÍS – Na noite dessa quinta-feira (23), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o diploma do Deputado Estadual Camilo de Lellis Carneiro Figueiredo, por três votos a dois. O pedido de cassação do diploma do deputado foi motivado pela prática de ilícitos relativos à arrecadação e gastos de recursos em desconformidade da lei, nos termos do art. 30-A da Lei nº 9.504/97. Votaram contra a cassação o relator do Processo Dr. Carlos Santana e o Juiz Nivaldo Guimarães e a favor o Corregedor Regional Eleitoral, Desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos e os Juízes Megbel Abdala Tanus Ferreira e Luiz Gonzaga Almeida Filho. A denúncia contra o deputado (foto) foi feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Vice-presidente da Assembleia Legislativa, Camilo Figueiredo foi acusado de realizar gastos de campanha em desacordo com a legislação eleitoral. Fez despesas com recursos que não transitaram na conta bancária específica. No entanto, ele só deverá deixar o mandato após o julgamento dos embargos de declaração ajuizados por seus advogados no próprio TRE. Ele poderá recorrer ainda ao TSE.

 

Fonte: Ascom TRE-MA


Desculpas

Promotor Lindonjonson e a Juíza Rosa Maria.

Promotor Lindonjonson e a Juíza Rosa Maria.

Primeiro minhas desculpas aos internautas pelo atraso na postagem dessa matéria. Os provedores de internet locais não tem dado suporte necessário para que possamos trabalhar e o modem da TIM é uma lástima. Mas, vamos lá.

A audiência do recurso que pede a cassação do diploma da prefeita Irene Soares começou com mais de duas horas de atraso. Mais uma vez a audiência foi comandada pela Juíza Eleitoral da 54ª Zona Rosa Maria da Silva Duarte. Foram ouvidas primeiramente as testemunhas da coligação Mudança Já (Juran) Rogério Moraes, a Presidente da Associação do Angical e mais uma vez Aldecina Lima da Rodagem. Da coligação Presidente Dutra Unida e Forte (Irene) foi ouvido apenas o senhor Valdete proprietário do ônibus apreendido durante a campanha eleitoral carregado de tijolos na cerâmica do Aristeu, fato que gerou o famoso caso do Zé do Tijolo. O depoimento de Valdete terminou por volta das duas e meia da manhã, razão pela qual a juíza adiou para o dia 21 de maio os depoimentos de Messias Moraes e Orfileno Gomes. Por uma questão de praxe o Oficial de Justiça Allan fez a chamada dos representantes maiores das duas partes, somente Juran Carvalho e Fernando Gonçalves estavam no local, Irene Soares e Zezão não compareceram. Do lado de fora muitos curiosos acompanhavam cada detalhe. O blogue teve acesso a algumas informações sobre o depoimento de Valdete.  Ao ser interpelado pelo promotor Lindonjonson Gonçalves sobre o transporte de tijolos no período eleitoral em um ônibus contratado para transportar alunos, Valdete disse que possuía dois ônibus, que aquele que estava carregado de tijolos não era o do contrato com a prefeitura. Ele falou que usa um para transportar os alunos e outro para transporte de material de construção e madeiras, e disse ainda que transportava um grande número de passageiros por dia da Sede para o povoado São João da Lagoa. O promotor pediu para anexar aos autos um outro processo movido por ele com fotos do mesmo ônibus transportando alunos com diversos cartazes e adesivos de Irene pouco antes de começar a campanha eleitoral do ano passado. Segundo os advogados da coligação Mudança Já, o depoimento de Valdete foi bastante comprometedor, na opinião deles “o depoente faltou com a verdade na maior parte do tempo, o que será comprovado com as diligências encaminhadas á Juíza Eleitoral” argumentaram.


Rosa Maria da Silva Duarte - Juíza Eleitoral.

Rosa Maria da Silva Duarte - Juíza Eleitoral.

Aconteceu na manhã desta segunda-feira 20/04 audiência da AJIE – Ação Judicial de Investigação Eleitoral 754/2008. Na ação a Coligação Mudança Já que teve Juran Carvalho candidato a prefeito, acusa a Coligação Presidente Dutra Unida e Forte da prefeita reeleita Irene Soares por captação ilícita de sufrágio, traduzindo: Compra de Votos. Entre as denúncias a serem investigadas constam a doação de material de construção, uso da máquina administrativa e abuso do poder econômico e político. Todas as ruas que dão acesso ao Cartório Eleitoral foram interditadas e a polícia militar levou ao local um grande aparato policial. Por volta das 10 horas da manhã, as sete testemunhas começaram a serem ouvidas pela Juíza da 54ª Zona Eleitoral Rosa Maria da Silva Duarte (foto) os depoimentos se estenderam até as 19:30hs.

Lindonjonson Gonçalves - Promotor Eleitoral

Lindonjonson Gonçalves - Promotor Eleitoral

O ministério Público foi representado pelo Promotor de Justiça Lindonjonson Gonçalves. A defesa da prefeita Irene foi feita pelos advogados Warwick Leite, Welger Freire e Rodrigo Lago, este último, filho de Aderson Lago ex-todo poderoso chefe da casa civil do ex-governador Jackson Lago. Já a defesa de Juran Carvalho ficou por conta dos advogados Éder da Silva Lima, Yara Macedo, Melquezedeque Moreira e Doroth Carvalho. Gustavo Mamede até que tentou defender a patroa, mas ficou impedido logo que o Promotor Lindonjonjon invocou o artigo 28, inciso III da lei 8906/94 do Estatuto da OAB que impede detentores de cargos públicos advogarem em causa própria. Gustavo Mamede é Secretário Municipal de Administração, portanto, não poderia trabalhar na defesa de Irene.

Testemunhas impugnadas.

Momento da Audiência

Momento da Audiência

Robson Gomes Carvalho, Wildefran Silva Costa e Aldecina de Araújo Brás foram ouvidos sob juramento como testemunhas, enquanto que Rogério Moraes, impugnado pelos advogados de Irene foi ouvido na qualidade de informante por dois motivos: 1) por ter vínculo de parentesco com as partes e 2) por ter sido delegado da coligação na campanha eleitoral passada. Duro golpe mesmo quem levou foi a coligação da prefeita Irene, todas as suas testemunhas foram contraditadas pelos advogados de Juran. O presidente da Câmara Municipal de Presidente Dutra vereador Itamar Lucena Lima e o Secretário Municipal de Obras Manoel Messias Moraes depuseram na condição de informantes por serem partes interessadas no processo por motivos óbvios. Prevendo mais uma impugnação, os advogados de Irene pediram para que fosse dispensado o depoimento da última testemunha Orfileno Gomes de Gouveia Neto pelo mesmo motivo: Interesse na causa. Os advogados da Coligação Mudança Já (Juran) saíram muito otimistas da audiência. A advogada Yara Macedo disse que “Os depoimentos de nossas testemunhas foram claros, diretos, incontroversos e comprovaram de forma inequívoca todas as denúncias constantes nos autos”. Na opinião do advogado Éder Lima, o saldo da audiência foi positivo “uma vez que as testemunhas confirmaram todos os crimes ora mencionados”. O advogado Gustavo Mamede acompanhou a audiência na condição de ouvinte e saiu de lá satisfeito com o resultado. “Não ouvi nada que possa cassar a prefeita” “Dona Aldecina disse que quem lhe ofereceu telhas e tijolos foram outras pessoas e não a Irene, isso por si só inocenta a prefeita” afirmou Mamede. Agora foi aberto o processo de diligências requerido pelas duas partes que a Juíza Rosa Maria da Silva Duarte após analisar, vai decidir se aceita ou não essas diligências.

Nova audiência

Nesta quarta-feira dia 22/04 acontece nova audiência, desta vez é um RCED – Recurso Contra a Expedição do Diploma da prefeita Irene Soares, ação movida também pela Coligação Mudança Já. Além de testemunhas, foram intimados, o candidato que perdeu a eleição em 2008, Juran Carvalho e seu vice Fernando Gonçalves e a prefeita reeleita Irene Soares e o seu vice Zezão. Com certeza o assunto mais debatido e mais esperado durante essas oitivas será o famoso caso do Zé do Tijolo.


greve-professores

Os Professores municipais de Presidente Dutra fizeram um Ato Público de advertência na manhã desta segunda-feira dia 20/04 que terminou em frente à Câmara Municipal na Praça São Sebastião. O ato público foi promovido pelo SINTESPEM – Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Presidente Dutra e região e contou ainda com representantes da FETRAM – Federação dos Trabalhadores Municipais no Serviço Público e da Administração Municipal do Estado do Maranhão e da CUT – Centra Única dos Trabalhadores. Durante o encerramento, vários sindicalistas fizeram uso da palavra sempre destacando as principais reivindicações da classe, como: Má aplicação dos recursos do FUNDEB, grande número de contratados desnecessários na área de educação do município, a não implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários das Categorias, além de acordos feitos e descumpridos anteriormente pela administração municipal.

Decisão.

De acordo com os dirigentes do SINTESPEM, Ivaldo Lopes e Gilvan Freire, ficou decidido que a partir desta data, conta-se oito dias para que a Prefeita Irene Soares solucione a questão, caso contrário a os professores entram em greve a partir da próxima segunda-feira, 27/04 por tempo indeterminado.

Sem chance.

Ficou decidido também que os professores não sentam mais à mesa de negociações com o secretariado, só negociam com a presença da prefeita, e em Presidente Dutra, nada de sair pra participar de reunião em São Luis.


A estrada vicinal que liga a sede do município ao Creoli do Joviniano, um dos maiores povoados de Presidente Dutra está partida, deixando os moradores praticamente isolados. O isolamento só não é total porque motos, carros e caminhões estão trafegando por outro povoado: o Firmino. O acesso pela Maria Preta também está difícil, apenas motos conseguem trafegar nas imensas crateras abertas pelas chuvas ao longo da estrada. “Tem vários dias que estamos nessa situação sem saber a quem recorrer”, afirma o fazendeiro Luizito, morador da Maria Preta. Até o transporte de Alunos está comprometido. Alguns moradores dizem que já tentaram falar com a prefeita Irene Soares a respeito das condições da estrada, mas não conseguem encontrá-la em Presidente Dutra. O vice-prefeito Zezão que gosta tanto de fobar poderia muito bem resolver a situação, e por dois motivos: Primeiro por ser vice-prefeito e segundo por ter uma fazenda na região. Mas com certeza não vai conseguir, porque agora não tem mais “papai” Jackson Lago pra liberar um conveniozinho como fez quando liberou para a estrada do Massapê que após ser reformada não agüentou nem as primeiras chuvas.

Palma/Creoli

Uma outra via de acesso ao Creoli seria possível pelo povoado Palma. Seria! Se a estrada vicinal que liga os dois povoados tivesse sido feita conforme atestam prestações de contas da prefeita Irene Soares no valor de mais de noventa mil reais. É isso mesmo, a prestação de contas existe, a estrada não. Acompanhado dos vereadores Jurivan, Ronaldo e Nava, o  Promotor de Justiça Lindonjonson Gonçalves visitou o local no ano passado (foto) e atestou in loco a inexistência da obra. O promotor deverá denunciar a prefeitura por isso.

estradapalma02ok1


Durante boa parte da madrugada e manhã de sexta-feira 17/04 foi grande a movimentação de pessoas da região de Presidente Dutra e municípios circunvizinhos indo para São Luis. Meu amigo o que deu de político arrependido por ter votado em 2006 contra Roseana rumando pra capital pra assistir a diplomação da “Branca” não foi brincadeira, isso sem contar os puxa-sacos e bajuladores de última hora que sempre que há uma mudança de governo dão um jeito de querer aparecer na foto. A prefeita de Presidente Dutra Irene Soares convertida ao Jackismo na última eleição para o governo do estado não compareceu à solenidade, mas mandou seu representante o Secretário Municipal de Administração Gustavo Mamede. O que deve preocupar e muito a prefeita Irene e outros prefeitos do esquema do ex-governo da libertação é declaração que o Secretário Estadual de Comunicação jornalista Sérgio Macedo deu ao portal GI afirmando que Roseana vai sim fazer uma auditoria nas contas do ex-governador. Todo mundo sabe que muitos, mas muitos recursos vieram para Presidente Dutra através de convênios estaduais. Os poucos concluídos foram feitos de péssima qualidade, outros não chegaram nem sair do papel e dois foram começados e abandonados no meio do caminho, que são: O novo prédio da prefeitura cujo convênio é de mais de oitocentos mil reais que ainda está no alicerce e o Hospital Materno Infantil orçado em mais de um milhão e meio de reais, começou a ser construído no riacho do Rio das Pedras para em seguida ser abandonado. A esperança da prefeita era a permanência de Jackson Lago no governo assim garantiria uns aditivos a mais nas duas obras. Com a queda no “libertador” é provável que todos os convênios sejam auditados pelo novo governo. É aguardar pra conferir depois.


Correligionários políticos, admiradores, e amigos da governadora Roseana Sarney fizeram festa depois que o TSE anunciou a cassação de Jackson Lago. O ponto de partida foi a casa da empresária Mirtes Brito Muniz. Um trio e diversos carros e motos saíram em carreatas pelas principais ruas de Presidente Dutra como mostram as fotos abaixo.

Vibração em frente à Casa de Dona Mirtes.

Vibração em frente à Casa de Dona Mirtes.

Carreata pelas Ruas

Carreata pelas Ruas

Vereador Ronaldo e Dona Mirtes

Vereador Ronaldo e Dona Mirtes

Vereador Ronaldo ladeado pelos amigos Almir e Luzinete.

Vereador Ronaldo ladeado pelos amigos Almir e Luzinete.

Entre os amigos da governadora Roseana Sarney, podia se notar a presença do vereador Ronaldo Pereira de Freitas (DEM) e do presidente do PMBD local empresário Fernando Gonçalves.


SÃO PAULO – O novo secretário de Comunicação do Maranhão, Sérgio Macedo, disse ao G1 que uma das primeiras medidas da governadora Roseana Sarney (PMDB), empossada nesta sexta-feira (17), deverá ser a de realizar uma auditoria nas contas do ex-governador Jackson Lago (PDT). De acordo com ele, o anúncio deverá ser feito na segunda-feira (20), em uma cerimônia para empossar ao menos outros seis secretários. “É prudente que ela faça isso, [porque] está recebendo o governo de meio tempo. E, depois que ele foi cassado, liberou todo o superávit do ano de 2008 em forma de convênios com prefeitos aliados e chegou perto de R$ 1 bilhão com convênios para atender obras que não tem sequer estudo prévio”, afirmou. O G1 procurou a assessoria de imprensa do ex-governador e aguarda resposta. Nesta sexta, mais cedo, Lago disse que as contas do governo estão em dia. “Ela (Roseana) vai encontrar dinheiro em caixa, cerca de R$ 380 milhões, vai pagar a folha de pagamento do mês, não vai ter nenhum problema”, disse. Lago afirmou ainda que não deve contribuir na transição. “Sempre fomos muito distantes, a formação política é bem diferente.” Para ele, a ex-senadora não deve nem mesmo consultar o atual secretariado. “Ela vai colocar o secretariado dela e pronto.”

Novos secretários

Além da auditoria, Roseana também deverá anunciar um plano de emergência para o estado, principalmente nas áreas de saúde, educação e segurança pública. O secretário informou ainda que serão empossados os novos secretários de Educação (César Pires), Infra-estrutura (Max Barros), Saúde (Ricardo Murad), Indústria e Comércio (Maurício Macedo), Cidades (Filuca Mendes) e da Casa Civil (João Abreu). 

Posse na casa da governadora

Macedo disse que foi empossado na casa de Roseana Sarney juntamente com o novo titular da Segurança Pública, o deputado estadual Raimundo Cutrim. O ex-governador se recusava a deixar o Palácio dos Leões, sede do governo estadual e residência oficial, até a tarde desta sexta. Antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar um pedido de liminar para que ele permanecesse no cargo, Lago afirmou que deixaria o Palácio dos Leões se o STF determinasse. Ele está reunido com advogados para decidir se deixa o local. Segundo a assessoria da governadora, Roseana espera resolver o assunto com tranqüilidade até o fim de semana. De acordo com o secretário, uma equipe de segurança está fazendo uma varredura no Palácio Henrique de La Rocque, sede administrativa do governo, para que Roseana possa trabalhar no local a partir deste sábado (18). O Palácio Henrique de La Rocque também deve ser o palco da cerimônia que será realizada na segunda, ainda que Lago deixe o Palácio dos Leões, porque a sede administrativa tem um auditório maior, segundo Macedo.


posse-roseanaSÃO LUÍS – Tomou posse na manhã desta sexta-feira, 17, na Assembleia Legislativa do Maranhão, a governadora do Maranhão, Rosena Saney. O cargo foi transmitido a ela pelo presidente da Assembléia, deputado Marcelo Tavares, para quem o ex-governador cassado Jackson Lago transmitiu o cargo logo após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Antes dela, o deputado estadual empossou o vice-governador João Alberto. Durante toda a cerimônia, centenas de populares comemoravam o retorno da governadora ao poder do estado, ao som do Boi de Ribamar, que fez homenagem à Roseana, pela sua dedicação à cultura maranhense.

O plenário Nagib Haickel também ficou lotado de convidados a participar da cerimônia. Além dos deputados estaduais que integram a Casa e de familiares e amigos da governadora, estiveram presentes líderes políticos, prefeitos, prefeitas, advogados, empresários, entre outros que apoiam Roseana Sarney. Também participaram especialmente da cerimônia o desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Raimundo Cutrim, o desembargador vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), José Joaquim Figueiredo dos Anjos, a procuradora-geral de Justiça do Maranhão, Fátima Travassos, o senador que assuimirá a vaga de Roseana Sarney no Senado Federal, Mauro Fecury, o senador Edson Lobão Filho e o ministro de Minas e Energia, Edson Lobão.

Após declarada governadora do Maranhão, Rosena Sarney proferiu o seu primeiro discurso no cargo, ressaltando as prioridades, os desafios e, principalmente, a vontade de trabalhar para fazer o Maranhão voltar a crescer e se desenvolver.

_ Agradeço a Justiça pela isenção e eficâcia que dignifica a Democracia e restaura a vontade popular. Agradeço mais ainda ao povo da minha terra, que nunca, nunca mesmo, perdeu a esperança. Assumo o governo do estado respaldada com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral, que por ampla maioria reconheceu que fui a vencedora das eleições de 2006. Chego com a consciência de que o nosso estado atravessa dias difíceis, conturbado pelas ameaças dos que insistem em efrentar a Lei e o Estado de Direito. Assumo com a certeza de que terei muito trabalho para superar as dificuldades que nos foram criadas através de uma operação avassaladora e inédita, de esvaziamento das finanças estaduais. Mas apesar de tudo, venho com o entusiasmo de sempre que você conhecem, e forças renovadas para recolocar o Maranhão nos trilhos da decência administrativa, da legalidade e do desenvolvimento! – disse Roseana Sarney.

 

A solenidadefoi encerrada com um discurso do deputado Marcelo Tavares, no qual ele desejou um governo “hesitoso e digno do povo do Maranhão”, apesar de ressaltar as posições políticas contrárias às da governadora, reconhecendo que ele está na presidência da Assembléia Legislativa para cumprir com as decisões da Casa. Após o encerramento, a governadora Roseana Sarney recebeu a faixa do Governo do Maranhão, ao lado de João Alberto, sendo aplaudida por centenas de pessoas.


Reunida na sua residência, no Calhau, a governadora Roseana Sarney confirmou o primeiro secretário de seu governo.  O deputado Raimundo Cutrim vai voltar a comandar a Segurança Pública. As secretarias de Cidades e Infraestrutura e Agricultura  devem ser divididas. Veja os possíveis outros nomes.

Saúde – Ricardo Murad
Educação – César Pires
Casa Civil – João Abreu
Esportes e Juventude – Roberto Costa
Agricultura (agronegócios) – Cláudio Azevedo
Agricultura (familiar )- Washington Oliveira ou alguém do seu grupo no PT
Secretária Particular – Olga Simão
Turismo – Tadeu Palácio
Mulher – Paulinha Lobão
Igualdade Racial – Heloísa Leitão
Minas e Energia – Hélio Soares
Infraestrutura – Max Barros
Cidades – Filuca Mendes
Comunicação – Sérgio Macedo
Cultura – Bulcão
Articulação Política – Hildo Rocha
Brasília – Chiquinho Escórcio.
Detran – Coronel Nogueira
Planejamento – Ana Maria Vasconcelos
Meio Ambiente – Washington Rio Branco
Indústria e Comércio – Maurício Macedo.
Administração – Luciano Moreira
Procuradoria– Marcos Lobo
Iterma– Erik Marinho


“Recebi a notícia com serenidade e tranquilidade. Estou pronta para trabalhar muito, para recuperar o tempo perdido. Eu vou lutar pelo povo do Maranhão. Os maranhenses já me conhecem e sabem da minha experiência de trabalho, da minha garra e da minha luta!”

Esta frase é da governadora Roseana Sarney (PMDB) em entrevista à Rádio Mirante AM logo depois da confirmação pelo TSE da cassação do mandato do agora ex-governador Jackson Lago do PDT. Roseana espera que os deputados estaduais tenham um bom diálogo com o seu governo e mostrem tranqüilidade e responsabilidade ao receberem os projetos de sua administração. A governadora lamentou os gastos irresponsáveis feitos com recursos públicos no apagar das luzes do governo Jackson Lago, mesmo assim fez questão de dizer que Saúde e Segurança são metas prioritárias. “A partir de agora, o estado do Maranhão voltará a crescer e a se desenvolver. Vamos unir o Maranhão novamente. Agora o estado volta à paz! Acaba o ódio. Fiquei fora do governo nos últimos sete anos, mas agora estou de volta para ajudar e trabalhar pelo povo maranhense. – destacou Roseana Sarney, que governou o Maranhão entre 1996 e 2002”.

Nem precisava dizer, mas Roseana afirmou que seu governo terá o apoio do Presidente Lula, do Presidente do Senado, José Sarney e do Ministro das Minas e Energias, Edson Lobão.


O relatório do ministro Eros Graus foi devastador. Além de indeferir todos os embargos protelatórios dos laranjas Bentivi e Aderson Lago, Graus recusou também os embargos dos advogados do agora ex-governador Jackson Lago. Todos os ministros votaram com o relator, ou seja, contra os embargos e confirmaram a cassação de Jackson Lago e determinaram que Roseana Sarney, segunda colocada nas eleições de 2006. Votaram com o relatos os ministros Fernando Gonçalves, Félix Fischer, Ricardo Levandowisk, Arnaldo Versiane, Marcelo Ribeiro, Ayres Brito (presidente) e o prórprio relator Eros Graus.

Diplomação

O presidente do TSE ministro Carlos Ayres Brito vai comunicar ainda hoje via fax aos dois poderes a decisão da corte e Roseana Sarney deverá ser diplomada nesta sexta-feira pelo TRE – Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e em seguida empossada pela Assembléia Legislativa Estadual como governadora do maranhão.


O Ministro Eros Graus acabou de ler o seu relatório e rejeitor todos os embargos de declaração inclusive os dos advogados de Jackson Lago. a decisão de Graus agora vai para a discursão e votação.


O TSE – Tribunal Superior Eleitoral está analisando neste momento os embargos declaratórios impetrados pelos advogados do governador cassado Jackson Lago. Neste momento o relador Ministro Eros Graus está lendo o seu parecer e do seu relatório já descartou os embargos do candidato do PRONA, o laranjinha João Melo e Sousa Bentivi. Eros Graus indeferiu todos os embargos impetrados por Jackson Lagos, Bentivi e Aderson Lago, “Embargos meramente protelatórios, com o interesse de retardar o julgamento final do processo” afirmou o ministro. Aguarde Mais informações.