Vamos votar na enquete gente, o prazo termina neste sábado, mas ainda há tempo de votar. Até o momento a maioria dos internautas acha péssima a atuação do Deputado Estadual Antonio Pereira em defesa dos interesses de Presidente Dutra e está lhe dando nota ZERO.


Depois de ter alçado Tiririca à condição de deputado mais votado na eleição de 2010, o deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP) vai lançar outro palhaço como candidato em 2012. Trata-se de Edvaldo Hermenegildo, conhecido em Mogi das Cruzes, reduto político de Valdemar, como Palhaço Bubu – tônica na última sílaba. Bubu é figurinha carimbada na cidade por fazer suas palhaçadas para muitas lojas, como forma de atrair clientes, e por ser mascote do time local de basquete. Ele se filiou ao PR no dia 21 e vai tentar se eleger vereador. “Eu sou uma pessoa muito conhecida na cidade”, disse. “A imagem do Bubu em Mogi das Cruzes é muito forte”, afirma Hermenegildo. O palhaço já se lançou candidato a vereador nas duas últimas eleições municipais. Foi bem votado, mas não conseguiu se eleger. Bubu entrou no partido a convite do presidente do PR local, Marcos Damásio, um dos escudeiros de Valdemar Costa Neto. Valdemar espera que Bubu seja o grande puxador de votos do PR mogiano em 2012, e para isso já avisou que vai contar com a ajuda de Tiririca, que vai gravar peças da publicidade eleitoral do colega de profissão.

Do Blogue Os amigos do Presidente Lula


Por Márcia Andreia Soares da Silva

A homossexualidade desde muito tempo foi um tema polêmico e inaceitável e por isso nasceu, em 1997 em São Paulo, a tão sonhada Parada do Orgulho Gay, onde até então GLS (Gays, Lésbicas e Simpatizantes) lutavam por seus direitos de visibilidade nacional com o tema “Somos muitos, estamos em todas as profissões”. Desde então, essas paradas se disseminaram por todo país e invadiram desde o mundo das novelas até nossa realidade. E claro, chegando em nossa querida capital, que é a última a se organizar numa comunidade para realizar esse tipo de evento (Grupo GAYVOTA).

Muito mudou no decorrer desse tempo, tanto na maneira da sociedade encarar essa visibilidade, que na atualidade é com desdém e agressão física e moral, até na maneira com que os homossexuais aceitaram ser chamados, agora de comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, travestis e transexuais). Nossa, quantos nomes! O que realmente quer dizer somente e novamente que: são muitos e estão em todos os lugares. A diferença é em um único fato: A abordagem. O tema da atualidade é a Homofobia e sua criminalização.

Mas este artigo não é criminal e sim político.

O que encontramos, hoje, nas ruas de São Luís no dia da Parada do Orgulho Gay, não é pra ser de tanto orgulho. A pergunta que me faço: Sim! Onde está NISSO a luta pelo FIM da homofobia?! Será nas fantasias gigantescas e nas maquiagens pesadas? Ou nas diversas luzes e nos homens e mulheres dançando desnudos em um trio elétrico com música alta?

Cadê? As faixas e os microfones onde se ouvia gritos de apelo por direitos iguais, por aceitação, pelo fim da discriminação e da marginalização do homossexual? Será se isso se desintegrou nos diversos nomes encontrados para chamar cada tipo de GAY?! A comunidade mesmo se tipifica e espera que a sociedade aceite de bom grado seus estardalhaços e atos CARNAVALESCOS?

Esse artigo não é preconceituoso, é de ajuda à comunidade GLS. A realidade é que estão carnavalizando a Parada Gay porque isso a torna mais “divertida” e arrecada mais pessoas. Porém quantidade não é qualidade, pois é muito simples se divertir, basta sair, beber e dançar, mas e a LUTA PELA CAUSA? Não são de todos. De óbvio não se pode generalizar. Mas estes estão por destruir a imagem e tudo que a comunidade LGBT tanto quer alcançar: Direitos Iguais. É um desserviço a eles próprios. As milhares de pessoas na AV. Litorânea deveriam tentar conquistar os corações de pessoas para sua causa e não mostrar-se numa excessividade de valores estéticos, ultrajantes e NEGATIVOS.

Deveria haver mais PASSEATAS e não PARADAS! Pois passeatas são por luta de direitos, são por fim de discriminações e preconceitos. Paradas são eventos carnavalescos escandalosos que só ajudam á frases cruéis de um Jair Bolsonaro qualquer.

Ninguém precisa ser DIFERENTE para ser GAY.

Basta ser sua própria imagem, sem fantasias, sem rodeios. Ser GAY, porque não? O que de ultrajante tem em ser chamado SOMENTE assim? Pra que tantas nomenclaturas?

Ajudem-se a ajudar a si mesmos. Ser Gay SIM e não uma personagem maquiada de si mesmo.

Márcia Andreia Soares da Silva é Acadêmica do Oitavo Período de Estudante de Direito.


A chiadeira é geral. Comerciantes e principalmente consumidores estão reclamando a falta do refrigerante Coca-Cola na cidade. Há pelo menos uma semana o produto não é distribuído nos bares e restaurantes sem nenhuma explicação por parte da Distribuidora de propriedade do ex-vereador Fernando Gonçalves. Por ser um refrigerante muito procurado, os comerciantes alegam que estão tendo prejuízos com a falta do produto. “Não é a primeira vez que isso acontece, mas desta vez foi pior, porque já faz muitos dias que não estamos sendo atendidos” afirma um dono de bar. Com cerca de 40 mil habitantes e rodeada por 17 municípios que dependem do seu pólo comercial, Presidente Dutra está entre os grandes consumidores de Coca-Cola da região. Tentamos um contato com a distribuidora e um funcionário informou que realmente o produto está em falta e que na próxima semana estará tudo resolvido.


Seguindo o mesmo raciocínio de abrir espaços para os nossos internautas, na próxima segunda-feira estaremos publicando mais um artigo, este de autoria da jovem acadêmica do Curso de Direito Márcia Andreia Soares da Silva. O artigo aborda os assuntos do momento, Homofobia e a Parada Gay realizada no último final de semana na Avenida Litorânea em São Luis. Com muita inteligência e precisão, Márcia abre a discussão sobre o que os organizadores desses movimentos estão reivindicando. Pela ótica de Márcia, as Paradas Gay que vem sendo realizadas em todo País, deveriam ser passeatas em defesa dos direitos da comunidade gay, mas o que vem acontecendo, segundo a autora do artigo é a carnavalização do movimento visando somente o lado financeiro. O artigo promete. E a discussão também.


O deputado estadual Antonio Pereira (DEM) que caiu de pára-quedas em Presidente Dutra nas eleições passadas trazido a tiracolo pelo ex-candidato a prefeito Juran Carvalho, andou por aqui algumas vezes durante a campanha eleitoral, contou um monte de lorota, abocanhou mais de DOIS MIL E TREZENTOS VOTOS e até o momento não honrou nenhum dos votos recebidos, uma decepção total. Muitos dizem até que os votos dados a ele aqui no município garantiram sua reeleição. Último colocado em sua coligação, Pereira teve uma votação pífia na região tocantina, seu principal reduto eleitoral. Os motivos? Os eleitores de lá estavam cansados das mesmas lorotas que o deputado veio contar aqui, aliás, é sempre assim: Quando um político se cansa de contar as mesmas estórias e não consegue mais enganar ninguém no mesmo local, muda de cidade e age de forma idêntica. Com Antonio Pereira não foi diferente de quem só aterrissa aqui para abocanhar votos: Até o momento não apresentou projetos, requerimentos e nem indicações que beneficie a população do município. Em seis meses de mandato nesta legislatura, tocou no nome da nossa cidade apenas uma vez durante seus discursos no plenário. Antonio Pereira é o que podemos chamar de “Deputado sem Projeto” e o pior deputado para Presidente Dutra.

Médico da família

Médico por formação e político por profissão, Antonio Pereira usou o slogan “O médico da família” em sua campanha. Passada a pendenga eleitoral, parece que não convenceu muito. Tudo que prometeu no setor da saúde ficou somente na promessa, tanto é verdade que outro dia na recepção do Socorrao de Presidente Dutra um eleitor que não votou no deputado saiu com esta pérola fazendo gozações com a cara de um eleitor de Pereira que procurava atendimento e não estava conseguindo: “Cadê o médico da família?” bradou o gozador. Antonio Pereira é sim o Médico da Família, mas a dele, se você quer tirar a dúvida, faça uma visita ao gabinete do deputado na Assembléia, se você conseguir ser recebido, vai se deparar com alguns dos seus irmãos trabalhando como assessores.

Depois de eleito, Antonio Pereira pouco aparece por aqui e nas raríssimas vezes que veio ao município fica escondido na fazendo do seu principal cabo eleitoral. Não anda na casa de ninguém e nem visita nenhuma liderança política local, este é o jeito Antonio Pereira de ser. Será que este cidadão ainda merece a sua confiança? Ainda voltaremos ao assunto. Antes vote em nossa nova enquete: Queremos saber que NOTA você dá para a atuação parlamentar do deputado Antonio Pereira em defesa de Presidente Dutra.


A Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão vai realizar concurso público para preenchimento de 187 vagas para cargos de Nível Superior, Nível Médio, Nível Fundamental Completo e Nível Fundamental Completo ou Incompleto. A taxa de inscrição é de cinqüenta reais e os salários variam de Quinhentos e Quarenta e Cinco Reais a Dois Mil Reais.

Baixe AQUI o Edital 2011 do Concurso


Alguém aí sabe quem é e o que faz o Secretário de Educação de Presidente Dutra?


Os juízes estaduais terão de comprovar residência na comarca em que atuam para poderem se inscrever para promoções e remoções por merecimento ou antiguidade. Os magistrados também terão que demonstrar que realizaram audiências às segundas e sextas-feiras.

As exigências da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) começam a valer esta semana, e foram comunicadas aos 271 magistrados em ofício circular do desembargador-corregedor Guerreiro Júnior, com cópia para a corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.

Com a mudança – adotada após sugestão do desembargador José Luiz Oliveira de Almeida – a Corregedoria pretende por um fim as denúncias e especulações quanto à ausência de juízes nas comarcas em dias de trabalho. A intenção é pôr fim aos chamados TQQs (Terça, Quarta e Quinta-feira)

O tema voltou à tona na quarta-feira (dia 6) na sessão administrativa do pleno Tribunal de Justiça. Aberta a votação para promoção e remoção de juízes, o desembargador José Luiz Almeida disse que não mais votaria – em remoções e promoções de juízes – “enquanto os abusos não sejam extirpados. Pois isso é desrespeitoa sociedadeque nos paga”.

Guerreiro Júnior lembrou ao Pleno as medidas que a Corregedoria tem tomado durante sua gestão no sentido de determinar cumprimento a essa exigência, e iniciativas pessoais para tentar solucionar o assunto pacificamente.

Na semana passada (releia aqui), o Guerreiro Junior já havia encaminhado um ofício sobre a obrigatoriedade constitucional de que os juízes tem que residir na comarca. Ele fixou um prazo de 15 dias para que encaminhem à CGJ comprovante de residência na unidade em que exercem atividades, de acordo com determinação da corregedora Eliana Calmon. O prazo termina na próxima semana.

Guerreiro Júnior disse ao Pleno que a ministra foi taxativa quanto à assiduidade de juízes nas comarcas durante assinatura de Acordo de Cooperação Técnica, em Brasília (14 de junho), e observou que o não-cumprimento da medida caracteriza infração sujeita à imediata abertura de Procedimento Administrativo Disciplinar.

Leia aqui o OFÍCIO  (pdf)

DESAVISOOs juízes não podem ter como residência o endereço de Hotel, Pousada, Pensão e assemelhados.

DESAVISO IIO juiz morar na comarca em que trabalha é uma determinação expressa na Constituição Federal (artigo 93, inciso 49), na Lei Orgânica da Magistratura Nacional (inciso V, artigo 35) e noCódigo de Normas (artigo 49).

Mais informações no Blogue de Itevaldo Júnior.


O Vice-Prefeito de Presidente Dutra José Nunes Martins, o Zezão (Foto) entrou em contato com o blogue para esclarecer acusações (veja post abaixo) de que estaria morrendo de ciúmes do tratamento dado pela TV Rio Flores (Canal de Televisão da Prefeitura) ao pré-candidato oficial Biné Soares. Zezão diz que a história é ao contrário: “Por várias vezes os repórteres insistiram pra mim e o vereador Aristeu Nunes darmos entrevistas e a gente sempre tem se recusado por acharmos que esta TV (Rio Flores) não tem credibilidade nenhuma e nem é imparcial, é uma emissora de um lado só”, afirmou. Ainda de acordo com Zezão, ele esteve sempre ao lado da prefeita Irene Soares no dia do aniversário da cidade (28/06) durante as “inaugurações” que ela fez por ocasião da data festiva. O Vice-Prefeito mais uma vez afirmou que Irene lhe garantiu em conversa reservada dentro do seu carro que o vereador Aristeu Nunes é realmente o candidato a prefeito do grupo Soares.

Em baixa

José Nunes jogou duro contra o que chamou de sonho o do Gestor Biné Soares de ser prefeito de Presidente Dutra: “A candidatura dele (Biné) não vai decolar porque ele não tem liderança, veja só; na noite do aniversário da cidade durante a entrega dos troféus aos vencedores de um campeonato que o Biné patrocinou o locutor por várias vezes chamou a mim e os vereadores, todos estávamos presente no local e ninguém subiu no palco, isso é liderança?” indagou Zezão.


Quero pedir desculpas aos nossos leitores por termos ficado sem postar e praticamente fora do ar por quase uma semana. O motivo do transtorno foi por um problema na raiz do FTP do site e o nosso técnico responsável estava viajando o que atrasou a resolução do problema. Tudo resolvido, vamos agora ao trabalho. Obrigado pela compreensão de todos.


A visita que a prefeita de Presidente Dutra Irene Soares (PRB) fez ao empresário Fernando Sá (PMDB) no último dia 28/06 em sua chácara foi de cortesia e não política como muitos especulam na cidade. Era aniversário de Fernando e ele havia convidado um amigo da prefeita, só que ela apareceu de surpresa levando também os vereadores Itamar Lucena, Jarbas Araújo, entre outros correligionários. Fernando disse que foi parabenizado pela prefeita e que os dois conversaram amenidades, no cardápio não entrou nada com vista as eleições do ano que vem, “Ainda é muito cedo para conversármos sobre isso (eleição)” disse.

Fernando afirmou ainda que, da mesma forma que recebeu Irene em sua chácara, outros políticos também são bem vindos, inclusive os pré-candidatos a prefeito Juran Carvalho, Biné Soares e Aristeu Nunes, “Somos adversários políticos, não inimigos”, finalizou.

Ao ser provocado por este blogueiro se já tratou de apoio político com a prefeita, Fernando afirma que em outra oportunidade os dois conversaram sim sobre o assunto. Na conversa a prefeita disse que está esperando ver se a candidatura do Gestor de Estadual de Educação Biné Soares decola, se não decolar ela vai buscar outros nomes que poderá ser o Raimundinho da Audiolar, Aristeu Nunes ou a própria Priscylla, “Sugeri até uma pesquisa para saber quem sai na frente para facilitar a escolha dela” afirmou Fernando que disse mais: “De uma coisa você pode ficar certo, a Priscylla é candidata a prefeita independente do apoio de qualquer um dos grupos e não será vice de ninguém, só sai candidata se for cabeça de chapa, se for pra sair de vice, prefiro que ela continue suplente de deputada estadual”. Daqui até a eleição do ano que vem muitas águas vão rolar e muita coisa poderá mudar e como vai mudar. Os aliados de hoje poderão virar adversários amanhã e os adversários podem se aliar. Parodiando o prefeito de São Luis João Castelo que certa vez disse em entrevista coletiva que: “EM POLÍTICA, MEU FILHO, ATÉ HOJE EU SÓ NÃO VI FOI BOI VOAR”.


Um navegante me envia o link do site da Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão, município há 35 quilômetros de Presidente Dutra. Achei o site muito interessante, leve, bem elaborado e bastante informativo sem ser essencialmente “chapa branca”, ou seja; voltado somente para promover o prefeito e seu grupo político. Já recebi muitas informações a respeito do trabalho que o prefeito Kleber Andrade, o Tratorzão vem realizando no município. Alguns amigos do prefeito dizem que Tratorzão tem transformado São Domingos num verdadeiro canteiro de obras. Ainda não escrevi nada sobre o assunto porque estou esperando tempo e oportunidade de fazer uma visita e conferir tudo in loco. Gostaria que a assessoria de comunicação da prefeitura me enviasse os nomes dos integrantes da equipe que mantém o site para que eu possa dar o devido crédito. Abaixo foto da pagina inicial e o link para visitas.

 Continue acompanhando as notícias da Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão na coluna ao lado e  AQUI


O vice-prefeito de Presidente Dutra José Nunes Martins, o Zezão (PDT) parece ter pirado de vez. Vive reclamando com os profissionais da TV Rio Flores, canal de Televisão da prefeitura, pelo fato do seu pupilo vereador Aristeu Nunes (PDT) estar tendo pouco espaços nos telejornais da emissora. Um funcionário afirma que ele chega até esbravejar falando que “O Biné (Soares) ta aparecendo mais na televisão do que o Aristeu que é o candidato da prefeita”, afirma Zezão, morrendo de ciúmes do Gestor Biné Soares. É claro que a TV da Prefeita não vai fazer o que ele quer, todo mundo sabe que tudo que acontece na cidade, até briga de galo, a Rio Flores tem que colocar o Biné Soares para comentar. A idéia do grupo Soares, leia-se Salomão e Irene, é ver se o nome de Biné caia na graça do eleitor e sua candidatura decole.

“O que o vice-prefeito Zezão está querendo mesmo é empurrar a candidatura do filho de goela abaixo atropelando tudo e todos dentro do nosso grupo”, afirma um integrante de proa do grupo ireneano. Pelo que tem se observado nos últimos dias parece que é isso mesmo que tem acontecido. Tanto Zezão quanto Aristeu vêm se preocupado muito nos últimos dias em querer aparecer nas mídias, TV e Blogues tentando mostrar para a população e principalmente para Irene Soares que estão por cima da “carne seca”, que são queridos, populares, como se ninguém no município conhecesse o “modus operandi” dos dois. Zezão quer que seu filho, vereador Aristeu Nunes, consiga em quatro anos de mandato uma façanha que ele (Zezão) não foi capaz de conseguir em trinta: Ser o candidatos dos Soares.


Barraqueiros e algumas pessoas que estão freqüentando o “Arraial Amor Pela Nossa Terra” organizado pela prefeitura de Presidente Dutra na Praça São Sebastião, estariam dispostos fazer um sorteio inusitado. O sorteio seria de uma grade de cerveja entre quem, tivesse visto a prefeita Irene Soares ando no local da festa. Pelo menos até a noite de segunda-feira o sorteio não tinha acontecido por motivos óbvios e nenhum sortudo havia tomado um copo da gelada.