Enviado em 25/05/2009 às 7:50

Reforma Política

Sobre a reforma política desse país em tenho algumas solicitações:
1-Sobre a lista fechada:
Eu até concordo em lista, deste que os nomes de que vai ocupar o cargo sejam escolhidos em convenções como os dias de hoje, e que os eleitores fiquem conhecendo os representantes uns meses antes do dia da votação, e que tenha representante de todas as cincos regiões de cada estado.
Por exemplo:
Se o maranhão tiver 20 (vinte) cadeira na câmara , se agente dividir o maranhão em cinco regiões,pois cada partido tem que colocar 4 (quatro) representante por região para concorrer à câmara e não pode colocar mais que dois representantes da mesma cidade.
E assim os eleitores podem escolher o partido que tem os melhores nomes para lhe representar.
E se um dos integrantes desta lista vier se envolver em corrupção,quebra de decoro parlamentar e outras leis existentes hoje,não só ele perde o mandato mais o próprio partido com todos os representantes do seu estado, e vindo assume o segundo partido mais votado do seu estado.
2-O voto obrigatório:
Acabar com o voto obrigatório,deixar os eleitores livres para escolher se vota ou não numa eleição,com isso deixa de ter muito votos brancos e nulos.
3- Campanha:
No meu ponto de vista três meses para uma campanha e muito longa, então eu proponho apenas um mês de campanha.
E a propaganda política gratuita nas TVs e nos rádios, só poderá ser no mês de campanha,se algum partido vier fazer propaganda antes da campanha das eleições os partidos terá que arca com todas as despesas.
4-Mandato:
Também a minha sugestão e diminui o numero de deputados, senadores e vereadores.
Na câmara dos deputados teria que passar de 513 para 342 (que ainda e muito) e no senado de 81 para 54 ficando apenas dois representantes de cada estado, e também aumentar de 4 anos para 6 anos os mandatos de Presidente, Governadores, Prefeitos, deputados estaduais e federais e vereadores, e diminui os mandatos dos senadores de 8 anos para 6 anos.
E também uma pessoa só pode exercer dois mandatos em cada casa.
Por exemplo:
Um vereador só pode exercer dois mandatos como vereador de seu município e não poderá ser candidato em outro município , um deputado estadual só pode exercer dois mandatos como deputado estadual no seu estado e não poderá ser candidato em outro estado, o deputado federal só pode exercer dois mandatos como deputado federal para representar seu estado e não poderá ser candidato em outro estado, um senador só pode exercer dois mandatos como senador para representar seu estado e não poderá ser candidato em outro estado,um prefeito só pode exercer dois mandatos com prefeito no seu município e não poderá ser candidato em outro município, um governador só pode exercer dois mandatos como governador no seu estado e não poderá ser candidato em outro estado e o presidente só pode exercer dois mandatos de presidente no seu país.
Obs.Assim acabaria com esses políticos repetitivos em nosso país, por que cargo político não é profissão, como hoje estamos vendo em nosso país um deputado e um vereador que passa de cinco a oito mandatos consecutivos. E assim também diminui a corrupção no executivo e no legislativo.

Ferreira
Carlos.ferreira@ig.com.br


Caiu para o juiz Ney Bello Filho, da Justiça Federal do Maranhão, a tarefa de citar Jackson Lago para que ofereça defesa preliminar no processo em que a Procuradoria Geral da República o acusa de peculato, corrupção passiva e formação de quadrilha. A carta de ordem (precatória de um tribunal para uma instância judiciária inferior), enviada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), já está publicada no saite da seção do Maranhão, http://processual-ma.trf1.gov.br/Processos. O número do processo é 2009.37.00.003638-8.
É possível que Ney Bello Filho se declare impedido de atuar no processo, com fundamento no artigo 252 do Código de Processo Penal. O pai dele, o engenheiro Ney Bello, ex-secretário da Infraestrutura dos ex-governadores José Reinaldo e Jackson Lago, é réu no mesmo processo criminal. Em 2007, juntamente com Zé Reinaldo, Paulo Lago e outros, Ney Bello chegou a ser preso e conduzido a Brasília pela Polícia Federal, na chamada Operação Navalha. Jackson, também denunciado pela PGR, não pôde ser imediatamente processado porque a Assembleia Legislativa do Maranhão negou a licença requerida pelo STJ. A recente cassação do mandato dele por corrupção eleitoral removeu o obstáculo formal. Quando Ney Bello foi preso, Jackson eximiu-se da responsabilidade, alegando que apenas mantivera no cargo uma pessoa da equipe de Zé Reinaldo. Mas ele é seu secretário também, argumentou um jornalista. A resposta — vista e ouvida na TV — foi contundente:

— Você é que está dizendo que ele é meu secretário. Que eu saiba ele está é preso.

Além dos sobrinhos Alexandre e Paulo Lago, também está sendo processado o ex-secretário de Relações Institucionais do governo Jackson, Wagner Lago, irmão do ex-governador. Todos são suspeitos de autorizar ou favorecer pagamentos ilegais e receber propinas, num esquema ancorado pela construtora Gautama, de Zuleido Veras. O empreiteiro figura no processo como “chefe da organização criminosa”.

Com informações do blogue de Walter Rodrigues


pedro.jpgA imprensa, os deputados, os analistas políticos… Todos estão falando e analisando sobre a Reforma Política que o Governo quer promover no Brasil, mas poucos estão explicando para o povo brasileiro que mudanças são essas. Vou tentar explicar aqui em poucas palavras:

Lista Fechada de Candidatos: Cada partido ou coligação escolhe um grupo de candidatos e formam uma lista. Os eleitores escolhem em que lista votar.

Financiamento Público de Campanha: As campanhas seriam financiadas exclusivamente pelo dinheiro público, vedando qualquer tipo de doação de pessoa jurídica ou física em dinheiro ou equivalentes, inclusive publicidade.

Cláusula de Barreira: determina que só terá direito a funcionamento parlamentar em todas as casas legislativas, para as quais tenha elegido representante, o partido que, em cada eleição para a Câmara dos Deputados, obtenha o apoio de, no mínimo, 5% dos votos apurados, não computados os brancos e os nulos, distribuídos em pelo menos um terço dos Estados e com o mínimo de 2% do total de cada um deles.

Inelegibilidade: O projeto torna inelegíveis candidatos condenados em decisão colegiada ou em decisão de primeira instância transitada em julgado.

Coligações: Acaba com as coligações partidárias para eleições proporcionais – de vereadores, deputados federais e estaduais. A proposta permite coligações para cargos majoritários, ou seja, governadores, prefeitos, presidente e senadores.

Fidelidade Partidária: O projeto prevê uma “janela” de um mês para a mudança de partidos pelos parlamentares que estejam exercendo seus mandatos e pretendam concorrer às próximas eleiçoes. A proposta também deixa claro que a expulsão do partido acarreta perda de mandato, mas dá condições para que o parlamentar se defenda. O mandato do parlamentar que deixar ou for expulso do partido sob legenda tenha sido eleito passará a ser exercido por suplente do referido partido.

Mais informações no blogue de Marco D’eça do Imirante.com


ronaldookO vereador Ronaldo Pereira de Freitas (DEM) assinou ato de posse na tarde desta quinta-feira 21/05 como o novo Gestor da Unidade Regional de Saúde de Presidente Dutra, a solenidade aconteceu em São Luis no gabinete do Secretário Estadual de Saúde Ricardo Murad, a nomeação foi bublicada no diário oficial do maranhão de quarta-feira 20/05. Ronaldo se licencia da Etronorte para ocupar o cargo que antes era ocupado por Marinete Moraes Nunes, esposa do vice-prefeito de Presidente Dutra Zezão. Segundo um assessor, o vereador Ronaldo não precisa se licenciar da Câmara Municipal para assumir o setor de saúde estadual do município.

 

Educação

A Professora Raimunda Barros da Silva de Oliveira, a nossa Samunda foi nomeada Gestora da Unidade Regional de Educação de Presidente Dutra, conforme diário oficial do dia 20/05.  Atualmente, Samunda exercia a função de diretora da Unidade Escolar Joana Lima de Macedo. Educadora experiente e competente, a ex-secretária municipal de educação com certeza não terá grandes dificuldades para administrar a pasta da unidade de educaçao que era comandada pela professora Mariinha Martins, irmã do vice-prefeito Zezão. Em breve vamos publicar aqui o nome de todos os ocupantes de cargos estaduais no município.


Muita gente estranhou o silêncio e o modo cabisbaixo que o vice-prefeito de Presidente Dutra José Nunes Martins, o Zezão andava nos últimos dias depois da queda do seu “chefe maior” Jackson Lago cassado pelo TSE por corrupção eleitoral. Quem o conhece bem, não estranhou não. Ultimamente Zezão estava se mexendo (ou maquinando) para ver se arranjava uma boquinha no governo que tanto esculhambou e arranjou mesmo. O filho de Zezão, Lucas Moraes Nunes Martins, segundo o Diário Oficial de 11 de maio teria sido nomeado no dia 27 de abril no cargo em comissão como Assessor Especial da Secretaria Estadual de Minas e Energia símbolo DGA cujo salário é de aproximadamente R$ 2.600,00 (Dois mil e seiscentos reais), o que equivale ao salário de um Gestor.  “Nada mal pra quem nunca trabalhou e pensava que estava por baixo”, avalia um eleitor roseanista roxo no município que enviou as informações ao blogue. A fonte foi questionada por este blogueiro se não se tratava de um homônimo (nomes iguais) ao que afirmou: “Seria muita coincidência por que o filho do vice-prefeito faz faculdade de medicina no CEUMA na mesma sala que o filho do Secretario de Minas e Energia Fufuca Dantas”. A seguir o trecho extraído do Diário Oficial do Maranhão.

Para acessar o DO clique aqui, selecione a data 11 de maio e na parte superior em localizar digite o nome de Lucas. (O arquivo está em PDF).

lucas-nunes-martins

Título de Cidadão.

Durante os dois e meio do desgoverno do cassado Jackson Lago, o então vereador e hoje vice-prefeito Zezão reinou absoluto em Presidente Dutra, dizendo-se o único representante do governo na região, chegando a nomear boa parte da família em cargos estaduais estratégicos no município. Zezão foi o autor de um Projeto de Lei na Câmara Municipal que concedeu o Título de Cidadão Presidutrense a Jackson Lago no final de 2008. O título foi entregue este ano no dia da inauguração do Socorrão de Presidente Dutra quando Jackson Lago já estava cassado pelo TSE. Com a palavra a governadora Roseana Sarney ou o próprio Fufuca Dantas, Secretario de Minas e Energia sobre o caso.


Vladimir Jesuíno, Fátima Arruda, Dona Santinha, Rosena, Nenzim, Sandra Helena, Pedro Teles, Nilda Barbalho, Cananéia e Tatá Milhomem.Em audiência no Palácio dos Leões em São Luis nesta segunda-feira 18/05, a governadora Roseana Sarney recebeu o prefeito de Barra do Corda Manoel Mariano Sousa, o Nenzim e lideranças locais. Durante a audiência o prefeito apresentou a Roseana diversas reivindicações, como: Melhorias nas estradas vicinais e nas áreas da saúde, educação e segurança. Nenzim fez um pedido especial à governadora: que ela resolva o mais urgente possível o problema de abastecimento d’água no município, segundo o prefeito, não é possível que uma cidade do porte de Barra do Corda tenha tantos problemas na distribuição de água e com tanta freqüência. Todas as solicitações feitas ao governo do estado visam melhorar as condições de vida da população Barracordense. Acompanharam o prefeito Nenzim na audiência com Roseana Sarney, o Secretário de Agricultura Vladimir Jesuino, a vereadora Fátima Arruda, a Secretária de Assistência Social Dona Santinha, a Assistente Social Sandra Helena Teles, o Secretário de Finanças Pedro Teles, as vereadoras Nilda Barbalho e Cananéia e o deputado estadual Carlos Alberto Milhomem.


inrene01A mureta de proteção de um dos lados do canal do riachinho próximo à ponte da Rua Um construída no final do ano passado pela prefeita de Presidente Dutra Irene Soares (foto) literalmente desabou. O sonho dos moradores de não terem suas casas alagadas virou pesadelo. A força das águas levou grande parte da mureta feita sem nenhum critério técnico, colocando em risco a vida de alguns moradores, até uma casa foi abandonada por seus proprietários. Confira nas fotos a seguir.

rua-um

casa-rua-um-0k1

Esta não foi a primeira vez que uma obra feita pela atual administração desabou. Primeiro foi outra mureta, a do estádio municipal a desabar por duas vezes depois de pronta, uma caixa d’água do povoado Calumbi também caiu, se espatifando no chão, meia hora depois de ser entregue à comunidade. Até os buracos que são tampados pela Secretaria de Obras do Município não resistem e o asfalto desmancha poucos dias depois. Ninguém da prefeitura comenta os casos e nem dá satisfações aos moradores dessas localidades que é quem são os mais prejudicados, isso sem contar os prejuízos causados por tanto serviço mal feito.


O ex-governador Jackson Lago, cassado pelo TSE por corrupção eleitoral nunca mentiu quando diz que em dois do seu desgoverno entregou mais de 160 escolas no maranhão, reafirmação que está sendo feita diariamente na propaganda eleitoral do PDT no rádio e na televisão. Jackson diz que “entregou” e não “construiu”. Entregar é diferente de construir. Ao passar o comando do governo a José Reinaldo Tavares em 2002, Roseana Sarney deixou recursos liberados para construção de dezenas de escolas de segundo grau em todo maranhão através do Projeto Alvorada do governo federal. Tavares deixou as escolas praticamente prontas, coube a Jackson Lago entregá-las depois de eleito, inclusive uma foi construída em Presidente Dutra. Quem não se lembra daquela escola praticamente pronta ali no bairro CIBRAZEM fechada desde que José Reinaldo deixou o governo? Pois é, esta escola é uma das que Jackson diz com estardalhaço na propaganda do seu partido ter entregue aos presidutrenses. Mas é isso mesmo, ele só entregou, não construiu, então não está mentindo, está apenas querendo confundir a cabeça do eleitor, coisa que fez muito bem ao longo dos seus mais de 40 anos de vida pública vendendo a imagem de bom moço e de honesto.


cesar.jpg

Seguindo o procedimento do seu antecessor e patrono, José Reinaldo Tavares (PSB), que pagou por pontes que ligavam o nada a coisa alguma e por estradas fantasmas no interior do Maranhão, o governador Jackson Lago (PDT), cassado por corrupção eleitoral, pagou pelo menos oito escolas sem que elas existissem.

E o número pode ser maior.

O secretário de Educação, César Pires (DEM) realiza levantamento de todas as supostas escolas construídas no governo do pedetista. O relatório pretende desmascarar a farsa das escolas construídas por Jackson.

Nos oito casos já detectados, as contrutoras receberam todo o dinheiro das obras antes mesmo que elas tivesses sido atestadas. Os números só deverão ser conhecidos após divulgação do relatório.

Mas são milionários…

Mais informações no blogue de Marco D’eça do Imirante.com


O Secretário da Infraestrutura Max Barros declarou à imprensa de São Luis que José de Ribamar Hortegal não tem a mínima condição de permanecer no cargo de chefe do Departamento de Projetos Especiais da SINFRA, ele será exonerado. Hortegal foi denunciado pelo Procurador Geral da República Antonio Fernando Sousa por suposto envolvimento com o bando de Zuleido Veras especializado em desviar recursos de obras públicas. Max Barros disse que a renomeação de Ribamar Hortegal foi um engano e disse mais: Optamos por mexer o mínimo possível nas funções técnicas. O engenheiro é reconhecido como profissional competente e então foi renomeado, mas depois verificamos que há esse problema e então, mesmo sem fazer pré-julgamentos, é claro que ele não pode ficar. E nem deveria.


navalha01Ao assumir o governo do estado pela terceira vez em 16/04, esta última depois da cassação de Jackson Lago pelo TSE, Roseana Sarney deveria extirpar dos quadros do governo todos, ou quase todos os integrantes do bando Gautama apanhados pela Operação Navalha da Polícia Federal numa das maiores “gatunagens” com o dinheiro público que já se teve noticia no maranhão, cujo bando foi denunciado pela Procuradoria Geral da República, acusado de diversos crimes, entre os quais corrupção passiva, formação de quadrilha, peculato, etc. O “presidente” deste sindicato do crime montado para roubar o dinheiro de convênios estaduais é o empresário paraibano Zuleido Veras e teria como integrantes alguns maranhenses bastante conhecidos como os ex-secretários Aziz Santos (do Planejamento), Ney Bello (da Infraestrutura) e Wagner Lago (Escritório Político em Brasília) e os ex-governadores José Reinaldo Tavares (PSB) e Jackson Lago (PDT) e ainda o ex-ministro, o Barracordense Silas Rondeau (Ministro de Minas e Energia). Pelo menos um integrante desta suposta “organização” o engenheiro José de Ribamar Ortegal denunciado pela PGR por peculato, corrupção passiva e formação de quadrilha, foi nomeado chefe do Departamento de Projetos Especiais, cargo que já exercia no governo cassado  de Jackson Lago. Tido no meio político como um engenheiro competente, Ribamar Ortegal é um dos sessenta denunciados pela PGR em conseqüência das investigações da Operação Navalha da Polícia Federal em nove estados e no Distrito Federal em maio de 2007. Confira aqui no link da PGR os nomes de todos os denunciados.


SÃO LUÍS – Um acidente envolvendo três veículos, sendo dois deles caminhões, causou a morte de três pessoas na manhã de hoje (16). O acidente aconteceu por volta das 9h, em um trecho da BR-226, perto do povoado de Cajazeiras, em Barra do Corda.

De acordo com as primeiras informações, morreram por conta da colisão o advogado e procurador do município Ronaldo Machado Farias, um funcionário da empresa de ônibus Boa Esperança, identificado como Luís Rocha e um dentista, identificado apenas como Alderico, morador do município de Jenipapo dos Vieiras.

Uma pessoa quarta pessoa, identificada como apenas Juninho, o “Anãozinho”, teve apenas ferimentos leves e foi levada para um hospital de Barra do Corda.

Os quatro estavam em um Honda Civic e iam de Barra do Corda para Tuntum, próximo ao povoado Cajazeiras BR, quanto o veículo foi “engavetado” por dois caminhões.

Com informações da TV Mirante


Caro Adonias, bom-dia!

Volto ao seu blog para contribuir com um pequeno comentário sobre a utilização dos recursos hídricos de Presidente Dutra.

Inicialmente seria importante que fosse disponibilizado aqui o teor do Projeto Lei 004/2009 que tramita na Câmara Municipal para que possamos ter uma visão mais ampla do assunto e aproveitarmos a oportunidade em que o governo do estado firma parceria com a CAESB – Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal e sairmos na frente.

Mês passado tive a oportunidade, em uma breve discussão com um político de alta envergadura da cidade, de levantar a questão da qualidade da água potável fornecida, assim como a drenagem e canalização do córrego Riachinho, em toda sua extensão urbana, com a construção de uma belíssima avenida urbanizada em suas margens.

A princípio o assunto salta aos olhos como uma grande utopia, mas exeqüível e oportuno para o momento que passa o Maranhão no que se refere a enchentes e calamidades públicas decorrentes.

Havendo projetos, assegura o Presidente Lula, não faltarão recursos.

Hoje, 16/maio, o Jornal de Brasília, na coluna Do Alto da Torre, noticia uma parceria que vem calhar. Aqui se encontra a grande oportunidade do poder local trabalhar um projeto dessa envergadura dentro dos Ministérios da Cidade e do Meio Ambiente.

A CAESB detém a expertise para a execução de uma ação integrada dessa natureza, além de poder ajudar o município na obtenção dos recursos no governo federal.

Deu no Jornal do Brasília

Caesb no Maranhão

Diante da presença da governadora Roseana Sarney, o presidente da Caesb, Fernando Leite, firmou  uma parceria com a Caema, a empresa de saneamento do Maranhão, para levar água potável para todos os maranhenses. O programa priorizará a busca de eficiência administrativa, comercial e financeira, além de projetos de engenharia de água e esgotos. A Caesb foi escolhida pela governadora Roseana Sarney por ter sido moradora do DF por muito tempo e julgar que a empresa brasiliense leva água potável de excelente qualidade para mais de 99% do DF, além coletar 94% dos esgotos, com 100% de tratamento. A parceria foi assinada no Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão.

Assim, caro Adonias, vejo a oportunidade do poder local, com a participação de todos, iniciar a busca por soluções definitivas dos problemas com a drenagem e canalização do córrego Riachinho e da qualidade da água potável, na cidade de Presidente Dutra.

Obrigado,

Ademir Barbosa
Brasília DF


Numa solenidade simples e bastante concorrida, Elizabeth Bonifácio Sá, esposa do presidente do PMDB local, empresário Fernando Gonçalves, foi empossa como a nova diretora da CIRETRAN de Presidente Dutra a convite da Governadora Roseana Sarney. Presentes os vereadores Raimundo Nava, Jurivan Carvalho, Silvia e Ronaldo Pereira de Fretas. O líder político Juran Carvalho e o comandante da 11ª Cia Independente da Polícia Militar Major Arlan também prestigiaram o evento. Empresários e muitos amigos foram abraçar Elizabeth. De São Luis, veio Cilene Sudário, Gestora de Ações Regionais, representando o Coronel José Nogueira, Diretor Geral do DETRAN-MA, que em seu discurso disse: “Saiba que a missão é árdua, principalmente por tratar-se de uma mulher e uma minoria da sociedade ainda manifesta algum preconceito, mais eu tenho certeza que você Elizabeth, com a sabedoria típica das mulheres vai saber contornar e conduzir a história com maestria” completou Cilene. A CIRETRAN de Presidente Dutra é responsável pelo atendimento a 18 municípios da região, conta com 21 servidores em seu quadro funcional e o maior desafio a Elizabeth será mudar a imagem de um órgão viciado e mergulhado em denúncias de todos os tipos de tramóias supostamente praticados desde a sua criação em 2002. Elizabeth afirmou que aceitou o desafio por entender que muita coisa precisa ser mudada e disse ainda que vai lutar de todas as maneiras para fazer um grande trabalho e dar respostas urgentes a quem procurar os serviços da CERETRAN. Confira a seguir as fotos do evento.

fotos-01ok1

fotos-02ok

Tranqüilidade.

A Gestora de Ações Regionais do DETRAN-MA, Cilene Sudário tranqüilizou os servidores que trabalharam até o término dos seus contratos que os salários atrasados serão pagos religiosamente, “ninguém vai ficar sem receber pelo que trabalhou” afirmou. Questionada por este blogueiro a respeito das pessoas que foram contratadas no apagar das luzes do governo cassado de Jackson Lago por um tal de ICN –  instituto Cidadania e Natureza, Cilene foi enfática: “Este contrato não existe porque o governo anterior assinou e não homologou, então não tem valor nenhum”. Ela disse ainda que uma nova empresa já foi contratada para assumir o comando dos funcionários da CIRETRAN, isto porque, segundo ela, os convênios com as prefeituras foram extintos por serem ilegais.

Pagando Mico

Não adiantou nada o pombinha Clodomir Paz, ex-Diretor do DETRAN vir a Presidente Dutra querer impor na CIRETRAN esse ICN no final do governo cassado do seu chefe político Jackson Lago. Uma fonte muito bem situada dentro do órgão me disse que no dia da visita de Clodomir, a coisa fedeu por lá, teve muito bate-boca entre ele e alguns funcionários que não aceitavam perder benefícios conquistados. Do alto de sua arrogância, Clodomir, segundo essa mesma fonte chegou a demitir duas funcionárias só porque foi contrariado, uma semana depois foi ele (Clodomir) que dançou junto com o chefe maior, pra vocês verem como são as coisas. Para que não sabe ou não lembra, o ICN, Instituto Cidadania e Natureza é um órgão que foi criado pela ex-toda poderosa Alexandra Tavares com um único intuito, o de dilapidar os cofres públicos durante o governo do ex-marido José Reinaldo Tavares, porque não se tem notícia de nenhum grande trabalho desenvolvido pelo tal ICN no estado do maranhão.


O titular da Delegacia de Homicídios de São Luis Delegado Guilherme de Sousa Filho passou por um enorme constrangimento ao chegar em Barra do Corda. Em companhia do agente João Santana que dirigia uma viatura caracterizada da Secretaria de Segurança, o Delegado Guilherme, levou um susto e foi surpreendido com o ronco da cirene de uma viatura Blazer do GOE – Grupo de Operações Especiais de Barra do Corda quando preparava para estacionar o veículo em que se encontrava. Do interior da Blazer desceram policiais do GOE fortemente armados com fuzis em punho, parecia aquelas operações do Rio de Janeiro quando a polícia invade os morros cariocas à procura da bandidagem. Ainda dentro do veículo o delegado Guilherme não entendia nada, somente depois que desceu foi que se deu conta de que estava sendo confundido com algum meliante. Se identificou e até brincou meio sem graça, “Será que é só porque eu sou pretinho?” Um dos policiais do GOE disse que se tratava de uma abordagem de rotina já que a placa da viatura era de fora. Guilherme Filho estava indo para Porto Franco, já dentro do restaurante onde parou para almoçar e mais calmo, o delegado disse que não entendeu o porquê de “tanto espetáculo” protagonizado pelos policiais militares do GOE, “Era tão simples eles estacionarem um pouco mais à frente e pedirem pra nós nos identificarmos, sinceramente isso foi um grande constrangimento que nunca aconteceu comigo” completou o delegado. Em tempo: Este Blogueiro presenciou toda a cena, também tinha ido almoçar no mesmo restaurante.