Profissionais selecionados pelo Provab serão acompanhados por universidades e receberão bolsa.

Ministério da Sáude
05/04/2012 15h17

 

BRASÍLIA – Para estimular a atuação de odontólogos e enfermeiros na atenção básica, o Ministério da Saúde vai ofertar bolsas de especialização para atuação em municípios onde há carência de profissionais. A ação foca os profissionais selecionados pelo Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab), que atuarão nos pequenos municípios, em áreas de extrema pobreza e nas periferias das grandes cidades, com bolsa mensal no valor de R$ 2.384,82.

Com duração de um ano, a especialização terá jornada de 40 horas semanais – 32 em serviço nas unidades básicas e oito teóricas, sob supervisão de universidades parceiras do programa. Estas instituições darão suporte presencial e à distância por meio do programa Telessaúde, coordenado pelo Ministério da Saúde.

Os municípios em que os profissionais forem lotados receberão incentivos financeiros para implantação do Telessaúde, que permite ao profissional na unidade discutir o diagnóstico e o tratamento com um orientador da universidade.

O edital do curso será lançado até 20 de abril, de modo que os profissionais possam se matricular até o fim do mês. As aulas e o início do serviço começarão em maio.

A especialização, que incluirá os conteúdos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) e do Índice de Desempenho do SUS (IDSUS), será certificada pelo UNASUS (Sistema Universidade Aberta do SUS), rede que atende as necessidades de capacitação e educação permanente dos trabalhadores do SUS, por meio de cursos à distância.

TRABALHO NO SUS – Os bolsistas não poderão ter vínculo empregatício com demais áreas da atenção básica e também não substituirão as equipes de Saúde da Família já atuantes naquele município.

De acordo com o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na saúde (SGTES) do Ministério da Saúde, Mozart Sales, o curso de especialização permitirá a integração do ensino a serviço na comunidade, e terá supervisão e certificação por meio de instituições de ensino superior que fazem parte da UNASUS. “Além de contribuir para a oferta de melhores serviços nas regiões mais carentes, a especialização ajudará a formar profissionais familiarizados com as demandas do Sistema Único de Saúde (SUS)”, avalia.

Os profissionais serão distribuídos nos locais para os quais haviam sido selecionados pelo Provab. Caso a vaga não seja confirmada, a comissão gestora do Provab indicará outra localidade ao profissional.

“O ministério vem adotando todas as medidas necessárias para a efetivação deste curso. Neste curto tempo, não estamos medindo esforços para sanar as dificuldades encontradas por entendermos que este programa é de extrema relevância para a população, para os profissionais e para o fortalecimento da atenção básica”, explica Sales.


Nem os apelos de pais e mães de alunos e nem tampouco o choro das crianças, como mostram as fotos abaixo, sensibilizaram o coração de pedra da prefeita de Presidente Dutra Irene Soares.

Crianças chorando no momento do anúncio do despejo do prédio

 

Irene Soares decidiu mesmo mandar despejar os alunos que estudam no Colégio Ana Joaquina, a desculpa esfarrapada é que o prédio foi cedido à UEMA – Universidade Estadual do Maranhão para implantação de uma faculdade no município. O coordenador pedagógico já foi comunicado do despejo pelo “faz tudo” da prefeita e Secretário de Educação nas horas vagas Carlos Oliveira que já esta sendo chamado de “O carrasco do Ana Joaquina” (foto abaixo).

Carlos Olveira, o Carrasco do Colégio Ana Joaquina

 

As crianças serão encaminhadas pelos pais à Unidade Integrada Joana Lima de Macedo e Creche Isabel Cafeteira, se quiserem estudar. Já os alunos do EJA – Ensino de Jovens e Adultos vão ter que estudar à noite no Colégio Luis Rocha. E não adiantaram os protestos como mostram as fotos enviadas ao blog.

Carlos Oliveira que não apita em nada na pasta que dirige chegou ao cúmulo de afirmar que: “Não decido nada, sou mandado” “é melhor vocês, pais de alunos procurarem a prefeita porque o povo tem mais força que a minha palavra”, concluiu o secretário. Não poderia se esperar outra atitude de um cidadão como este que nunca ocupou um cargo público na vida a não ser atrás de uma mesa de banco (BEM) e foi nomeado secretário de educação, não por competência no setor educacional, e sim pela forte amizade que tem com Irene Soares.

 

Em reunião nas dependências da escola no dia do anúncio da saída dos estudantes, a Conselheira Tutelar Marlene Alves (Foto acima) e Ivaldo Lopes do SINTESPEM não concordam com o despejo das crianças do local ande estudam desde o início do ano em pleno período letivo, eles garantem que baterão às portas do Ministério Público na tentativa de verem respeitados os direitos das crianças e adolescentes conforme consta na Constituição Federal. Uma reunião solicitada pelos pais ao promotor está marcada para a próxima semana com a presença do Conselho Tutelar e Do SINTESPEM. Marlene e Ivaldo vão pedir ao representante do Ministério Público que tente tirar esta idéia maluca da cabeça da prefeita e do secretário. É bem provável que não se resolva nada, porque o Secretário de Educação chegou a afirmar durante a reunião que “não adianta procurar o juiz ou o promotor porque já está tudo decidido”. Perguntar não ofende. Será que a UEMA ou a prefeitura não têm dinheiro suficiente para alugar outro prédio sem ter que ceder uma escola do município prejudicando várias crianças?

Carlinhos, Carlinhos, um conselho de amigo; Peça pra sair enquanto você pode sair pela porta da frente. Você nem imagina a “boca quente” que te colocaram.


Por Sukarno Cruz Torres

 

É importante que os próprios jovens comecem, desde a escola, a interessar-se pela política e atuem diretamente, cobrando responsabilidades de Governantes, propondo ações e participando de fóruns, conselhos e eleições.

Se analisarmos a história do País, veremos que praticamente todas as importantes mudanças e conquistas da nação brasileira, contaram com a participação ativa da juventude.

Atualmente, a juventude é a faixa etária com maior número de brasileiros e precisa estar presente em todas as instâncias de necessidades da vida do povo para enfrentar os desafios sociais existentes e ter condições de criar bases para o desenvolvimento do país. Por isso, é fundamental que os jovens se organizem, participem diretamente da política e pratiquem a democracia participativa.

A juventude é vista, muitas vezes, como problema e solução para o país. Do mesmo modo que ouvimos expressões como “juventude perdida”, “juventude viciada, violenta”, escutamos frases célebres como “os jovens são o futuro do Brasil”.

Recentemente saímos às ruas à busca do direito ao voto para Presidente da República, na campanha das Diretas-Já. Em 1992, voltamos às ruas e pintamos os rostos pelo “impeachment” de Collor no movimento dos “Caras-Pintadas” que foram fundamentais para o resgate da soberania e da democracia do nosso povo.

Os jovens devem estar cientes dos acontecimentos políticos em seus Municípios em que vivem, bem como fazer um chamamento à responsabilidade de todos os jovens para que assumam de fato, e de direito, o seu lugar na condução dos destinos administrativos de seus Municípios.

Já não é mais aceitável que nossos adolescentes inteligentes, dinâmicos e criativos fiquem relegados a planos secundários ou totalmente ignorados nos programas e projetos administrativos dos Municípios.
Jovem, é chegada à hora de se fazer uma política onde a juventude seja de fato a prioridade em uma administração.

Você jovem é a alavanca necessária para dar o inicio, uma revolução administrativa, onde a participação do cidadão é fundamental para, com a transparência necessária de todos os atos administrativos, mostrar que apesar da carência de recursos, pode muito bem, propiciar a todos os segmentos da sociedade uma perspectiva de vida superior a que ofereceram, se é que ofereceram alguma coisa.

Jovem, você já parou para pensar nesta pergunta:

“Quando algum jovem foi chamado para ser um co-autor na condução dos destinos de seu Município?

 

Sukarno Cruz Torres é Presidutrense, Analista Financeiro e Técnico em Contabilidade


Conforme este blog antecipou em post publicado aqui no domingo à noite, segunda-feira não houve Sessão na Câmara Municipal de Presidente Dutra. Alguns vereadores ainda compareceram ao prédio, outros foram avisados que a Sessão estava cancelada a pedido do presidente da casa Itamar Lucena Lima. O cancelamento da sessão foi previamente acertado entre Itamar e a prefeita. Três motivos levaram à suspensão da sessão. 1) Eles temiam um bombardeio dos vereadores da oposição à Lista dos Classificados na prova objetiva do Concurso Público que já está sendo apelidada de a “Lista dos Lucenas”, por ter uma “penca” de parentes do vereador Itamar Lucena Lima classificados. 2) A invasão da galeria por candidatos insatisfeitos com o resultado do concurso e por professores que ameaçam entrar em greve e por último: Neutralizar o discurso do vereador José Jarbas Araújo que estava muito zangado com o resultado do certame. O vereador teria dito a um irenista de proa que iria vomitar cobras e lagartos da tribuna da casa durante a sessão caso o resultado permanesse como está. A mesma fonte informa que Irene Soares conversou com o vereador defensor e este estava mais calmo. Não se sabe o que a prefeita prometeu a defensor. Sabe-se que Irene viajou na manhã desta segunda-feria para Teresina.


Cano arrebentado há dois dias despeja água sem parar em plena Rua Antonio Piauí, próximo à Distribuidora da Nova Schim e vira chafariz a céu aberto. Alô CAEMA, acorda!

 


Silva

 

FÉ NA IMPUNIDADE

 

Escrevo este comentário para todos os cidadãos Presidutrenses, notadamente para aqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente com o evento ocorrido no dia 12 de Fevereiro de 2012, qual seja, o concurso público para provimento em diversos cargos realizado pela Prefeitura Municipal de Presidente Dutra/MA.

Não é nenhuma novidade que o Brasil é o País da IMPUNIDADE. Entretanto, em que pese morarmos em um País marcado por atos de ilegalidade e injustiça nós não devemos nos acomodar.

O que aconteceu em Presidente Dutra/MA é, no mínimo, suspeito, e demanda uma atuação dos órgãos competentes, quais sejam, Ministério Público e Polícia Civil.

Muito embora o Ministério Público atue discricionariamente, ou seja, que não precisa ser provocado, recomendo a todos que se sentiram prejudicados que façam suas reclamações ao órgão acima citado.

A aprovação de parentes em concursos público não pode, de imediato, ser entendida como fraudulenta e ilegal, pois não é admissível que parentes de autoridades sejam impedidos ou colocados sob suspeita quando da realização de concursos públicos. Pelo contrário, os parentes (alguns), assim como os que não são parentes, também batalham e estudam para conseguir seus objetivos.

Contudo, tal raciocínio acima descrito, não deve prevalecer quando estamos diante de Administração publica tida como péssima e corrupta. Administração que tenha antecedentes negativos. É o caso de Presidente Dutra/MA.

Bom seria ver alguma liderança política de Presidente Dutra/MA se manifestar, verificar e cobrar alguma medida das autoridades judiciárias, caso constatasse irregularidades na aplicação da prova.

Por fim, gostaria de expressar meu sentimento de solidariedade e dizer que junto-me a todos os cidadãos Presidutrenses, em especial aos prejudicados no concurso público.


Horas depois da divulgação da lista dos classificados na prova objetiva do Concurso Público de Presidente Dutra, o “pau cantou” lá pras bandas do grupo da prefeita. Uma fonte bem situada dentro grupo informa que Vereador Defensor irenista roxo, teria soltado o “pau da barraca” e “rodado a baiana”. Motivo: os nomes dos seus dois filhos não aparecerem na “Lista dos Lucenas” (é como estão chamado a Lista dos Classificados). “O cabra ficou tão raivoso que se tivesse encontrado pessoalmente sua “líder” era capaz de ter saído no braço com ela, tamanha era a raiva”, confidenciou a fonte. É bom ficarmos de olho no discurso de Vereador Defensor nesta segunda-feira para sabermos se ele tem coragem mesmo de colocar pra fora tudo que estava engasgado. O agora não tão Defensor, ameaçou até romper com o grupo caso a lista continue como está. Atenção internautas! fiquem de olho nas possíveis mudanças que poderão ocorrerer na tal lista.

 

Por falar nisso…

 

Uma outra fonte, e esta também fidedigna informa que um Lucena de alta plumagem teria viajado neste final de semana para Teresina. A viagem do tucano, que não costuma ir com freqüência ao Piauí, deixou muito gente com uma pulga atrás da orelha.

A charge eletrônica acima foi enviada ao Blog por um internauta que confessou por email o receio de ver a Lista aumentar.


Moíra

 

Caros Amigos indignados
O problema é que todos os concursos municipais já vem com cartas marcadas, não é só em PK, o caso é no Maranhão inteiro. Não adianta ir atrás de direitos na justiça, ela tambem não funciona em prol dos prejudicados.
Parentes de politicos podem sim passar em concursos, mas tem que deixar a livre concorrência para os que não são parentes, mas parece-me que todos na cidade são de alguma maneira, da mesma familia, ou tem alguém na politica, e como até o ar que respiramos provem da politica, é complicado…a cidade é mau administrada, haja visto o estado lamentável das ruas, do lixo e principalmente da qualidade da água, quando tem na torneira, fora os outros serviços que não funcionam… NÂO será um concurso onde a maioria aprovada faz parte da mesma FAMILIA, que vai fazer a diferença.
De todas as cidades do interior maranhense que conheço – e olha que são muitas – essa é uma das mais feias, sujas, e sem ÁRVORES, e principalmente barulhenta;
Quando voltei a morar aqui -não por escolha – pensei encontrar alguma coisa BOA diferente, porém não consigo entender como uma cidade regride assim. É lamentavel mesmo que todos se mobilizem em torno de um Concurso que ja se sabia Cartas marcadas e não se mobilizam por uma cidade melhor….
A raiz do problema está na escolha dos administradores e pelo que estou vendo de indignação, o correto seria escolher um politico que não tivesse UMA GRANDE FAMILIA, kkkkkkk, só assim sobraria para os que não faz parte…Como fala alguns: vão estudar! será que os aprovados estudaram? acho que sim, pois tem alguns aprovados que ainda vão se formar rsssssss, mas ja estão aprovados para vagas de graduação. Será que a cidade tem jeito??????
Não faço parte de nenhuma Ala politica, não sou filiada a nenhum partido politico, aliás nem voto aqui, mas fico indignada como cidadã que mora e isso é permitido. E não adianta ninguem falar que se não estou contente posso me mudar, isso é coisa de pessoas que pesam pequeno, egoístas que querem levar vantagem em tudo. A cidade é de todos e para todos deve existir direitos e obrigações. Os nossos direitos são: uma cidade limpa, organizada, com um minimo de infra estrutura funcionando. O nossos deveres são: cuidar para que esses direitos existam, zelar pela cidade e principalmente saber fazer a escolha certa.
NÃO ADIANTA CHORAR SOBRE O LEITE DERRAMADO.


A prefeita de Presidente Dutra Irene Soares (PRB-Foto) ao longo de seus quase oito anos de mandato vem tendo pela população carente, o mesmo sentimento do “deputado Justo Veríssimo”, aquele personagem do saudoso Chico Anísio que diz que quer “QUE QUER POBRE SE ESPLODA”. Irene tem dado mostras de não gostar mesmo de pobre e não ter nenhum compromisso com o setor educacional. De tanto fechar escolas e deixar alunos sem uma merenda escolar digna, vem se tornando na coveira da educação no município. Primeiro derrubou o antigo Colégio Municipal de doze salas de aula para fazer o prédio da prefeitura. Quase novecentos mil reais do convênio com o governo do estado sumiram e hoje no lugar do colégio o que se ver é um terreno baldio, abandonado e sem nenhuma utilidade (Foto abaixo).

Aqui funcionava o Colégio Municipal

A última de Irene Soares foi aceitar e “concordar” com o despejo de todos os alunos do Colégio Ana Joaquina ali no Centrim. A ordem teria partido do prefeito de fato Carlos Fialho e executada pelo Secretário de Educação Carlos Oliveira. Aos alunos do EJA – Educação de Jovens e Adultos foi dito para não comparecerem mais na escola porque o programa estava suspenso pela pouca quantidade de alunos e que ali iria funcionar a faculdade da UEMA. Para os pais dos cerca de 250 alunos que moram nas proximidades e estudam no período matutino e vespertino, mandaram avisar que procurassem as escolas Luiz Rocha, Gonçalves Dias e Creche Isabel Cafeiteira para matricularem os seus filhos. Esta atitude da prefeita deixou professores e pais de alunos revoltados e indignados com a falta de respeito destes que se acham donos do município. Muitos alunos chegaram a chorar, nem isso comoveu o coração de pedra da prefeita. O secretário de Educação Carlos Oliveira foi convidado a participar de uma reunião com professores e pais de alunos no final da tarde de sexta-feira 30/03 e nada resolveu. Sem autonomia nenhuma, disse somente que: “Esta situação é uma questão de martelo batido”. Carlos Oliveira ainda tentou convencer os presentes de que estava pensando no futuro das crianças e jovens que não tem condições de pagar uma faculdade dizendo: “com essa faculdade os alunos dessa escola futuramente teriam como fazer um ensino superior.” Ele só esqueceu que tudo começa pela base, pelo ensino infantil. Isto só mostra que o secretário de educação é um sem noção, não tem nenhum poder de decisão e é completamente despreparado para o cargo que exerce. No meio da reunião que teve a participação do representante do SINTESPEM Ivaldo Lopes e de Marlene Alves do Conselho Tutelar, um pai de aluno perguntou “porquê a prefeitura não continuou pagando aluguel em outro prédio? E porque não deixaram para fazer esta mudança no meio do ano”? A resposta do Secretário de Educação em off foi: “Não posso resolver nada porque sou mandado”, ou seja; Carlos Oliveira não é, e nunca foi secretário, ele está secretário. Os pais de alunos reclamaram da falta de espaço na TV local: “Por várias vezes chamamos a equipe de reportagem da TV da prefeita (Rio Flores) e eles nem “pixite”, depois de apareceu um cinegrafista, mas sem repórte e sem iluminador”, afirmou o pai.

JUSTIÇA

Ivaldo Lopes e Marlene Alves garantiram que se for necessário irão ao Ministério Público para garantir os direitos das crianças estabelecidos no Estatuto da Criança e do Adolescente. O secretário de educação deixou claro que não poderia intervir por nada, e sugeriu que os pais se organizassem em comissão e fossem falar com a prefeita, pois “o povo tem mais força do que a minha palavra e que não adiantava chamar o promotor ou juiz porque, já está tudo definido”, concluiu o secretário. O grande problema é que todos são pais e mães de alunos carentes, não têm condições de fretar um microônibus para se reunirem com Irene Soares em São Luis como fizeram os professores tempos atrás.

 

Achei esta pérola do “deputado Justo Veríssimo no Youtube”.


Uma notícia triste no final desta quinta-feira 29/03. Morreram no início da noite os ex-vereadores de Presidente Dutra, Sula e Wilson Oliveira Silva. José Gomes da Costa, o Sula há muito tempo vinha lutando contra um câncer no intestino, inclusive fazendo tratamento em Teresina, hoje ele passou mal, estava muito debilitado e por causa disto foi internado no Hospital de Urgência e Emergência de Presidente Dutra vindo a falecer por volta das oito horas da noite. Wilson Oliveira Silva foi vítima de um ataque fulminante do coração falecendo uma hora depois.

José Gomes da Costa o Sula foi vereador por seis anos durante o mandato do ex-prefeito Lindomar Lucena. Wilson Oliveira Silva foi vereador, presidente da câmara e vice-prefeito. A morte dos dois políticos representa uma grande perda para o município. Amanhã mais noticias sobre este assunto.


Biné Soares

O pré-candidato a prefeito de Presidente Dutra Biné Soares (PTB) já se desincompatibilizou da Unidade Regional de Educação de Presidente Dutra, a  afirmação foi feita agora à note por um servidor do Órgão. Segundo esse mesmo servidor, Biné Soares, mesmo estando em São Luís, já agendou para amanhã às 17 horas uma reunião com toda sua equipe técnica com o objetivo de comunicar seu afastamento e a mudança da sede da Regional de Educação, que por conta da reforma, funcionará provisoriamente na Unidade Integrada Governador Luís Rocha. Tentei entrar em contato com Biné Soares e até o fechamento deste post não consegui localizá-lo para confirmar ou não sua desincompatibilização, mas a fonte com trânsito livre na URE, garante a informação e disse ainda que o Gestor de Educação mandou inclusive preparar o termo de responsabilidade com a discriminação de todo o Patrimônio da Regional. Esse documento geralmente é feito por quem se afasta de algum Órgão Público e tem a finalidade de relacionar todo patrimônio que existe dentro da Secretaria ou do Departamento específico que dirige. “Essa é a prova de que o chefe se afastou mesmo do cargo”, afirmou a fonte. Agora, diante desse fato, restam algumas indagações:

 

1 – Quem assumirá a Unidade Regional de Educação de Presidente Dutra?

 

2 – Biné anunciará o nome do seu sucessor nessa reunião ou deixará o Órgão sob o comando do Diretor de Educação Jurivaldo Carvalho, que é irmão do pré-candidato Juran Carvalho (PV)?

 

3 – Biné Soares, que não dorme no ponto e que já mostrou com todas as letras que sabe o que faz, será mesmo o candidato da prefeita Irene Soares ou seguirá de vice da pré-candidata Priscylla Sá? Vale ressaltar aqui, que sem qualquer garantia Biné Soares não iria deixar um cargo tão importante, onde, diariamente vem recebendo elogios pelo trabalho que vem desenvolvendo e é admirado pelo Secretário Estadual de Educação João Bernardo Bringel e por todos os diretores de escolas.

 

4 – E como fica o vice-prefeito Zezão (PDT) e seu pupilo Aristeu (PDT)? Principalmente Aristeu que nos afirmou categoricamente e por várias vezes que é candidato a prefeito de qualquer jeito com ou sem o apoio da prefeita?

 

5 – E os demais integrantes de proa do grupo ireneano como Lindomar Lucena (PSDB), Itamar Lucena (PSDB), Raimundinho da Audiolar (PTB), Dr. Orlando Pinto, Jarbas Araújo (PRB), Dionízio Oliveira Pinto (PRB) e Paizinho (PRB)? Como estas criaturas serão agasalhadas se ainda alimentavam a esperança de que Biné não sairia do cargo, e com isso ficaria inelegível?

 

E por último. Só nos resta saber quantos cargos de Prefeito e Vice-Prefeito caberão nessa chapa apoiada por Irene Soares e pelo prefeito de fato Carlos Fialho ou quem sairá primeiro desse “saco de gato” por se sentir traído e enganado. Respondam-me. Se é que vão conseguir.


Por Sukarno Cruz Torres

No passado, o que reinou em Presidente Dutra, foi o coronelismo, ameaças, fraudes eleitorais, currais eleitorais e o voto de cabresto. Era a velha prática política quem mandava nos pleitos eleitorais.

No rápido debate público que se forma em Presidente Dutra, a situação tende a não mudar. Sinto até saudades de uma frase do então candidato a prefeito, José Olavo Sampaio, que dizia: “SEM ÓDIO E COM AMOR”. Mesmo com esta frase sendo o slogan da sua campanha, ele foi tragicamente assassinado antes do período de eleições.

Os pré-candidatos e seus seguidores, passam a querer desqualificar os outros com todo o tipo de adjetivos depreciativos, chamando-os de corporativistas, direitistas e esquerdistas, todos aqueles que ousaram se opor aos seus pacotes de idéias e promessas.

Com dificuldades para fechar em torno dos seus projetos, os pré-candidatos fazem a distribuição antecipada de cargos, o que se desnuda pela informação incontroversa, divulgada a ‘boca pequena’ nas ruas.

Um dos grandes problemas da máquina pública municipal é a falta de controle sobre os resultados. Um governante assume o cargo e após as eleições, aceita todo tipo de indicações para os cargos, depois de quatro anos, o ciclo recomeça. Nesse intervalo, salvo exceções, a máquina se acomoda, perde agilidade e volta ao marasmo que sempre marca os finais de governo.

Para os gestores, deveria ter metas claras e previamente definidas, que deveriam ser atingidas no decorrer do mandato, sob pena de ficarem imediatamente inelegíveis e com o seu patrimônio indisponível. Os funcionários deveriam ser escolhidos por mérito, e os que não conseguirem manter a ‘máquina azeitada’ poderiam ser substituídos sumariamente.

Para a população, o efeito dessas duas medidas certamente teria um bom impacto. Pelo menos, é isso o que se espera. Até porque entre as metas estará sempre a melhor qualidade do serviço prestado pelo município. E para isso, esse município irá contar com os melhores servidores de que dispõe independentemente da opção partidária que eles tiverem.

No geral, os fatos e especialmente os métodos de gestão pública falam por si.

 

Sukarno Cruz Torres é Presidutrense, Mora em São Luis e é Analista Financeiro e Técnico em Contabilidade.


Estiveram no gabinete do deputado federal Francisco Escórcio (PMDB-MA-Foto), nesta manhã, o prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, o Nenzim (foto), e o deputado estadual Rigo Teles, que vieram tratar da agilidade da obra do IFMA, que está parada. O prefeito apresentou ao deputado federal as fotos da situação atual de abandono daquela obra. Na mesma ocasião, Chiquinho Escórcio entrou em contato com o reitor pedindo providências para o caso. O reitor explicou que a obra teve descontinuidade em sua construção devido a inadimplência da primeira firma a ser contratada, onde o primeiro contrato foi rescindido. E que foi obrigado a dar para a segunda colocada. Mas esta também abandonou a obra, obrigando-o a fazer uma nova licitação. O reitor informou que a licitação está sendo homologada por esses dias, onde a obra retornará à sua normalidade. O deputado Francisco Escórcio lamentou afirmando que quem perde é a população e falou com reitor no sentido de penalizar as firmas que foram inadimplentes. “A irresponsabilidade contratual leva prejuízo muito grande para a nossa população”, disse.

Da Assessoria de Imprensa de Chiquinho Escórcio


Uma breve conversa entre este blogueiro e o vereador Aristeu Nunes (PDT- Foto) foi o suficiente para o pedetista reafirmar pela enésima vez com todas as letras e números que nunca desistiu e nem vai desistir de sua candidatura à prefeitura de Presidente Dutra: “Sou candidato com ou sem o apoio da prefeita”, afirmou mais uma vez Aristeu. Sobre a possível candidatura da suplente de deputada estadual Priscylla Sá pelo grupo da prefeita, Aristeu disse desconhecer e não saber nada sobre o assunto: “O que eu sempre soube é que a Irene tem um compromisso comigo e com meu pai (Zezão) de me apoiar, se isso não acontecer ela poderá ter sérios problemas na câmara, ou você acha que ele vai querer perder meu apoio lá? concluiu o pedetista. Aristeu Nunes informou que, apesar dos problemas pessoais e familiares que vem passando, não está alheio ao processo sucessório e nem aceita ficar de fora das conversas.


Irene Soares e Priscylla Sá

O lançamento da candidatura da suplente de deputada estadual Priscylla Sá (PT do B) à prefeitura de Presidente Dutra pela prefeita Irene Saores (PRB) é uma questão de tempo, afirma uma fonte do blog. Segundo a mesma fonte, o pai da suplente, Fernando Sá teria dito a um amigo em São Luis que: “Já está tudo acertado com a Irene”. A chapa para disputar a eleição de 07 de outubro deste ano já estaria “batida” com Priscylla Sá candidata a prefeita, Biné Soares Vice e Remyzinho candidato a estadual em 2014. A fonte informou ainda que o acordo foi fechado com as bênçãos do empresário Fernando Sarney durante uma reunião da qual Carlos Fialho também participou. “A prefeita só ainda não fez o anúncio oficial com receio da reação do pré-candidato Biné Soares”, teria afirmado Fernando Sá ao amigo. A fonte é confiável e a informação procede. Nos últimos dias o namorado da prefeita e prefeito de fato Carlos Fialho, tem feito um grande lobby para manter a candidatura Priscylla no grupo ireneano, mesmo sabendo que ela sofre forte rejeição dos aliados da prefeita. Isto se concretizando restam algumas indagações:

1 – Como fica a situação de antigos aliados de Irene Soares como Salomão Soares (Ex-Sogro), Lindomar Lucena, Itamar Lucena, Jarbas Araújo, Milton Brito Muniz, Dionízio Oliveira Pinto, Aristeu Nunes, Zezão e Dr. Orlando Pinto?

2 – Todos eles aceitariam esta composição assim sem mais nem menos indo para o palanque bater palma para Priscylla?

3 – E Rigo Teles, deputado estadual, aliado da prefeita e padrinho da candidatura Biné, foi ouvido ou participou destas conversações?

4 – Biné Soares que há mais de um ano vem trabalhando sua candidatura aceitaria ser um mero coadjuvante de Priscylla Sá?

5 – Suponhamos que Biné não aceite a indicação, a quem caberia a tarefa de ser vice de Priscylla Sá?

– Lindomar Lucena?

– Zezão?

– Itamar Lucena?

– Aristeu Nunes?

– Dr. Orlando Pinto?

Este blog entrou em contato com o pré-candidato Biné Soares e ele afirmou que “Se este acerto existiu, eu ainda não sei nem fui comunicado”. A prefeita Irene Soares terá que decidir nos próximos dias se Biné Soares é não é o seu candidato a prefeito. O Gestor Regional de Educação tem até o dia seis de abril para deixar o cargo se quiser ser candidato. Se não sair fica inelegível.