Em reunião intermediada pelo Juiz Eleitoral da Comarca de Presidente Dutra Ferdinando Marco Gomes Serejo Sousa, representantes dos cinco candidatos a prefeito resolveram, em comum acordo disciplinar a propaganda volante durante a campanha eleitoral deste ano. Pelo que ficou acordado, cada candidato a prefeito só vai ter direito a cinco carros de som e dezesseis para cada coligação de vereador. O carro de som do candidato a vereador só poderá tocar a sua própria música, mas pode citar o nome e o número do seu candidato a prefeito. Todos os carros deverão estar cadastrados no Cartório Eleitoral. Trios Elétricos e Mini-trios, como já determina a legislação eleitoral, só podem ser utilizados como palcos em locais de concentrações ou comícios, sem apresentação de bandas de músicas.

Outras formas de Propaganda

Motos e Bicicletas sonorizadas estão proibidas de veicular propaganda eleitoral sob pena de serem recolhidas por ordem da justiça eleitoral. Os paredões de som muito utilizados durante as carreatas e por vezes parados em portas de bares ou interditando ruas, não serão permitidos. Até os veículos particulares que permanecerem parados nas ruas ou portas de estabelecimentos comerciais perturbando a ordem pública vão ser punidos: “Nestes casos serão aplicadas as leis do silêncio e de trânsito”, afirmou o Juiz Eleitoral.

Abusos

O Juiz Eleitoral Ferdinando Marco, em outra ocasião já havia declarado a este blog a intenção de chamar os representantes dos candidatos no sentido de se chegar a um número máximo de Carros de Som nas eleições deste ano: “Sempre faço isso nas eleições que estão sob minha responsabilidade”, disse o Juiz. A preocupação do Juiz Ferdinando tem razão de ser: O abuso do poder econômico praticado pelos candidatos endinheirados na contratação de carros de som e a falta de sossego da população. Para se ter uma idéia, na eleição passada (2008), só a então candidata a reeleição, prefeita Irene Soares contratou na época mais de setenta carros de som, fora o Trio Elétrico Zeus do deputado Rigo Tele que vez por outra aparecia para dar uma força na campanha irenista. Este ano, o barulho e os abusos começam ser coibidos. A população, penhoradamente agradece.

adonias

Comentar

COMENTÁRIOS (7)

  1. Arthur

    13/07/2012

    Pela 1 vez Presidente Dutra esta fazendo JUSTICA, o povo nao aguenta o abuso de tanto barulho com exesso de tanto carro de som, esses candidatos eles nao tem respeito com a populacao de Presidente dutra, ainda bem gracas a Deus nesse ano estamos com alguem(JUIZ) que realmente faz cumprir a LEI do SILENCIO, Dr Ferdinando Serejo vc esta de PARABENS o povo de PRESIDENTE DUTRA agradece a sua colaboracao e compreencao nesse abusos absurdos…..

  2. Simone Oliveira

    13/07/2012

    Obrigada Adonias por esta valiosa informação. Parabéns Dr. Ferdinando pela surpreendente tomada de decisão.Os ouvidos da população agradecem.

  3. curioso

    13/07/2012

    deveria usar as radio e tv da nossa cidade para fazer propaganda e acabar de vez com os carros de som

  4. J.Almeida

    13/07/2012

    O juiz foi benevolente demais o ideal seria 2 carros para prefeito (1 pra zona urbana e outro pra zona rural) Vereador: 4 carros para as coligações ( 2 e 2 da mesma forma). Essa zuada de propaganda volante e foguetaria me cheira a cidade atrasada. Coisa de índio.

    Resposta: concordo.

  5. FRANCISCA MOURA !

    13/07/2012

    NÃO HA MELHOR NOTÍCIA …DO QUE ESTA ADONIAS, PARABÉNS PARA O SR. JUIZ ELEITORAL. EXCELENTE PROIBIÇÃO , NOSSA AUDIÇÃO AGRADECE MUITÍSSIMO !

  6. REGINA COELI FERNANDES

    14/07/2012

    Certamente a população de Pres. Dutra agradece esta decisão tão séria do Dr. Ferdinando Marco uma vez q já nos preocupávamos com a falta de tranquilidade e rspeito para dormir nos próximos meses de campanha eleitoral. Muito boa noticia Adonias. Abraço.

  7. PK PRESENTE

    18/07/2012

    Nada mais que justo dar SEIS prá UM e MEIA DUZIA prá OUTRO. PARABÉNS. ao ilustre MAGISTRADO, isto sim é coisa de gente civilizada.

Deixe uma resposta









*

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com