Na manhã desta segunda-feira (4) a Delegacia Regional de Barra do Corda recebeu informação da morte dois indígenas, Pedrinho Lopes Guajajara, conhecido por “Droga” e Ocildo Duruteu Tomaz Guajajara que teriam sido assassinados a tiros na BR 226, dentro da Reserva Indígena Cana Brava.

A informação é que os assassinatos teriam sido praticados por motoristas, especialmente caminhoneiros que frequentemente são alvos de assaltos praticados por indígenas.

De acordo com o Delegado Regional Renilto Ferreira, Pedrinho já tinha diversas passagens pela polícia por roubo qualificado, associação criminosa, corrupção de menores e tráfico de drogas; tendo mandado de prisão em aberto e atualmente era foragido da justiça.

“Além desses dois mortos, há informações de que outros dois índios, Vicente Olimpo Guajajara, que é um velho conhecido da polícia e outro conhecido por “Pinipinimo”, estariam feridos; essas informações ainda estão sendo checadas pela polícia”, declarou Renilto Ferreira.

Ainda de acordo com Renilto Ferreira, os corpos dos dois índios foram removidos para o IML de imperatriz. “Investigadores da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda estão em diligências em busca de informações para elucidação dos crimes”, finalizou Renilto Ferreira.

adonias