oO treinador Ruy Scarpino, apesar da derrota acredita na classificação.

A derrota do Maranhão para o Operário-PR, por 3 a 1 no primeiro jogo das quartas de finais da serie D, pode ter comprometido todo o trabalho feito ao longo da competição, o comportamento do Maranhão dentro de campo  foi resultado de uma escalação, no mínimo incoerente por parte do treinador Ruy Scarpino, nada contra os jogadores Rômulo Ferreira e Cleilson, porém as escalações destes dois atletas comprometeram o rendimento da equipe principalmente no quesito “entrosamento”. No futebol não existe lugar para o improviso, ou invenção. Nos 10 jogos disputados, em pelo menos 8, a equipe manteve uma base. Causou-me surpresa a escalação do MAC com as entradas do Rômulo Ferreira e do Cleilson no time titular, pelo que pude apurar em nenhum momento o Scarpino treinou essa formação a não ser no treino de posicionamento do sábado, e convenhamos, é muito pouco para uma partida tão importante. Garantir que o Maranhão venceria a partida sem essas alterações não podemos, más certamente seria o mais coerente por parte do treinador. Reconheço a competência do Ruy Scarpino, é um treinador vencedor com vários acessos, e respeito sua decisão na hora da escalação, até porque ele acompanha o dia dia dos atletas, contudo, para mim que estou de longe e analiso os clubes pelas atuações nos jogos, foi difícil entender. Espero que no jogo da volta o slogan do Maranhão possa fazer valer. “ DEMOLIDOR DE CARTAZES” Que o nosso Macão Machão da Ilha, possa demolir os cartazes que já dão como certo a classificação do Operário.

Dalvino Barbosa.

Dalvino Barbosa

Professor Dalvino Barbosa.Graduado e com Especialização em Matemática, pela UEMA. Procuro sempre fazer o melhor dando o máximo da minha capacidade, Amo minha família,maranhense com muito orgulho.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com