A tentativa da Federação Maranhense de Futebol (FMF) de viabilizar a partida de hoje (6) entre Cordino e Moto foi frustrada. Agora a pouco, o STJD manteve a decisão, proferida na manhã de hoje (6), horas antes da partida de suspender o Estadual.

Segundo o parecer do presidente do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, “a argumentação da Federação é considerada plausível, no entanto, a realização da partida poderá não ter validade”. Ainda segundo o órgão, a suspensão da competição não interfere no mérito da causa em questão, pois o próprio presidente considerou que, caso a decisão final seja favorável ao Moto Club, os ingressos revendidos para a partida de hoje contra o Cordino poderiam ser “reaproveitados”.

Com a suspensão, a “bola” está agora com a FMF, que deve imediatamente chamar os seus filiados, chegar a um consenso e organizar o término da competição.

Antes que a vergonha dos torcedores aumente ainda mais.

Enquanto isso, Cordino e Moto, além de membros da imprensa que se deslocaram até a cidade de Barra do Corda terão que arcar com o prejuízo.

Leia trechos da decisão do STJD que negou reconsideração da FMF:

A argumentação da Federação é plausível, mas conforme já dito na decisão anterior, a realização desse jogo poderá não ter validade, e isso certamente causará maiores prejuízos, em especial aos torcedores.

Caso a decisão seja favorável ao Moto Club, o jogo será realizado com aproveitamento desses ingressos, e com isso o prejuízo será menor.

Por final, a realização da final da competição necessita de certeza e segurança jurídica, para que finalize de forma correta e sem causar maiores prejuízos.

Em razão do exposto, mantenho a decisão de paralisação do campeonato.

Rio de Janeiro, 06 de maio de 2017

Intimem-se.

RONALDO BOTELHO PIACENTE

PRESIDENTE DO STJD

.

.

Por Gilberto Léda

adonias