Ação é resposta ao golpe do comunista via lobby no TJ-MA, que retirou 21,7% do contracheque do funcionalismo público.

Sindjus recomenda a servidores que não votem nos candidatos de Flávio Dino em 2016

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sindjus) do Maranhão aprovou, neste sábado 12, em Assembleia Geral, uma recomendação a todos o seus membros [e familiares e amigos destes] para que façam campanha contra e não votem em nenhum dos candidatos a prefeito e a vereador do governador Flávio Dino (PCdoB) nos 217 municípios maranhenses nas eleições de 2016.

Após golpe nos servidores, campanha contra Flávio Dino e seus candidatos começa a sair da internet e ganhar as ruas e urnas

DIVULGAÇÃO#FLAVIODINONUNCAMAISApós golpe nos servidores, campanha contra Flávio Dino e seus candidatos começa a sair da internet e ganhar as ruas e urnas.

Com isso, apesar de atingir todo o estado e cargos disputados, a recomendação do sindicato atinge principalmente a já difícil situação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), projeto-mor do comunista para a manutenção de poder, que deve agora terminar de afundar.

A ação é uma das respostas da categoria ao duro golpe do comunista no orçamento familiar dos servidores com aretirada do reajuste de 21,7% em seus salários base via lobby pessoal no Tribunal de Justiça do Maranhão, um ano após conquista da categoria no Supremo Tribunal Federal (STF).

Paralela à recomendação do não voto nos apadrinhados de Dino no próximo pleito, também foi discutida uma paralisação de advertência no dia próximo dia 17 e uma indicativa de greve geral a partir do dia 29 próximo, pela reposição das perdas inflacionárias de 2015.

Ficou também definido, a respeito dos 21,7%, que o caso seja levado ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e que, a partir do meio dia da próxima segunda-feira 14, os servidores do Judiciário deverão tirar fotos vestidos de preto e publicar nas redes sociais, em simultâneo, com a hashtag #FlavioDinoNuncaMais.

O movimento #FlavioDinoNuncaMais já havia sido iniciado pelos próprios servidores, espontaneamente, ao longo desta semana.

Compareceram à Assembleia Geral do Sindjus o deputado federal André Fufuca (PEN-MA), a deputada estadual Andrea Murad (PMDB), o servidor federal Saulo Arcangeli, além de representantes e membros de associações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Maranhão.

.

.

Do Atual7

adonias