O Espaço Cultural MÃO NO COURO tem como objetivo promover, divulgar e difundir a cultura Afro Latino Maranhense com o melhor do reggae roots, afro-pop, black music,cultura hip hop, mpb, samba, salsa, merengue,o legítimo pé-de-serra, tambor de crioula e muito mais… Serão desenvolvidas atividades sócio-culturais e educacionais, junto à comunidade como exposições, espetáculos, oficinas e projetos que buscam a construção de culturas coletivas. Idealizadores: Augusto Nassa, Diego Negão e Moisés Dias, ambos músicos e educadores sócias. A bagagem artística desse trilho está marcada por várias experiências e participações: Alunos da escola de música do estado; instrutores de percussão e instrumentos de corda; integrantes do bloco e banda akomabu; banda guetos, fundadores do bloco afro os filhos do akomabu; participação no festival internacional de música e dança afro marakambô, na guiana francesa; participação no 1° festival internacional de música de São Luis-MA (2002);participação no lançamento do projeto “a cor da cultura” da seppir (secretaria especial de políticas de promoção da igualdade racial) em Brasilía- DF (2004); participação na macha zumbi+ 10, em Brasilia-DF (2005);participação na assinatura do convênio do programa Petrobrás fome zero (governo federal) na sede da empresa no Rio de Janeiro-RJ; participação na 1° conferência internacional de responsabilidade social em São Paulo-SP (2007); participação nos cd’s “pérolas negras”, “periafricania: da capoeira ao hip hop”, procissão quilombola em busca da paz do ccn-ma e carnaval de todas as tribos da funcma. 1º conferência internacional de responsabilidade social em São Paulo-sp em junho/2007; PEADS e outros. O Espaço Cultural Mão no Couro inaugura em grande estilo com a I NOITE DO AFRO REGGAE SAMBA no dia 11 de novembro de 2011 às 21hs com as seguintes atrações: Paulinho Akomabu, Tadeu de Obatalá, Célia Sampaio, Sindicato de Valdinar, Serrinha e o grupo Raça Brasileira, Banda Capital Roots. Continuando a programação de inauguração, no dia 13 de novembro, domingo haverá o encontro de colecionadores de reggae com os grupos, Reggae Boys e Raça Roots discotecando do reggae de raiz.

 


Os professores terão 75% de GAM no nível médio e 104% para de nível superior e das classes I e II.

SÃO LUÍS – O governador em exercício, Washington Luiz Oliveira, recebeu, na tarde desta sexta-feira (28), no Palácio dos Leões, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estaduais e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma). Na ocasião, ele assinou e entregou ao presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Arnaldo Melo, a mensagem à emenda ao projeto de Lei 248, que trata da recomposição salarial da categoria, aplicação do piso nacional e retorno das alíneas correspondentes às referências do Grupo Magistério. Da reunião participaram os secretários de Estado de Educação, José Bernardo Bringel, de Planejamento, Orçamento e Gestão, Fábio Gondim, os deputados estaduais Jota Pinto e Roberto Costa, e o presidente do Sinproesemma, Júlio Pinheiro. O Projeto de Lei, em seu artigo 7, trata dos percentuais da Gratificação de Atividade do Magistério (GAM), que passa a vigorar com a seguinte redação: “75% de GAM aos professores de nível médio e 104% aos professores e especialistas portadores de nível superior e professores das classes I e II que trabalham com alunos com necessidades educacionais especiais”. “Estamos muito felizes pelos nossos professores e isto significa o aperfeiçoamento do serviço público, para que possamos ter políticas públicas voltadas para os interesses da população”, disse o governador em exercício. O documento também altera o artigo 13 do PL, que trata da aplicação do piso salarial da categoria e assegura o pagamento dos profissionais quando a remuneração estiver abaixo do valor do piso. Durante a reunião, foi ratificada, também, a questão do Estatuto do Educador, que vem sendo discutido desde o ano passado e que deverá ser aprovado, ainda, este ano pela Assembleia Legislativa. O Governo do Estado já anunciou reajuste de 20%, sendo 12% aplicados em outubro e o restante escalonado nos meses de março e setembro de 2012. O secretário José Bernardo Bringel disse que há um esforço conjunto do governo para que o sistema educacional no Maranhão seja ainda mais satisfatório no ano que vem. “Estamos falando aqui de 40 mil professores e, consequentemente, de 40 mil famílias. Este é um passo muito importante e queremos avançar cada vez mais”, destacou Bringel. Arnaldo Melo complementou: “Não há estado forte sem uma educação forte. Não mediremos esforços para que esta matéria tramite o mais rápido possível na Assembleia Legislativa”.

As informações são da Secom.


do Blog de Décio Sá

Decreto assinado nesta segunda-feira pela governadora Roseana Sarney transferiu do próximo dia 28 (sexta-feira) para o dia 31 (segunda-feira) o feriado do Dia do Servidor Público. No decreto fica estabelecido o dia 1º de novembro como ponto facultativo, à execeção de quem trabalha em serviços essenciais.Desde modo, Roseana criou um feriadão de cinco dias que começa no sábado (29) e vai até a quarta-feira (2), quando se comemora o Dia de Finados. Veja o decreto:


O deputado Rigo Teles (PV – Foto) anunciou nesta terça-feira (11), durante pronunciamento na tribuna da Casa, que protocolou projeto de lei na Mesa Diretora da Casa, dispondo sobre normas de proteção e segurança dos consumidores nos estacionamentos públicos e privados. Para Rigo Teles, seu projeto foi motivado pelo fato que os estacionamentos públicos e privados não se responsabilizam pelas avarias nem pelo desaparecimento de objetos deixados no interior dos veículos, cujos proprietários são obrigados a pagar pelo serviço. Segundo o projeto, os estacionamentos públicos, privados e os fornecedores de serviços de manobra e guarda de veículos em geral no Estado do Maranhão deverão, ao recepcionar o veículo do consumidor, cumprir normas, estabelecidas por meio de lei.  De acordo com o projeto, os estacionamentos devem emitir comprovante de entrega do veículo contendo, dentre outros: o preço da tarifa; a identificação do modelo e da placa do veículo; o prazo de tolerância; o horário de funcionamento do estabelecimento; o nome e o endereço da empresa responsável pelo serviço. Os estacionamentos devem emitir, também, o número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), o dia e horário do recebimento e da entrega do veículo; o recibo de pagamento e nota fiscal e manter seus relógios de controle de entrada e saída visíveis ao consumidor. O projeto deixa claro que é vedado aos estabelecimentos a fixação de placas indicativas, que exonerem ou atenuem qualquer responsabilidade, em relação ao veículo estacionado ou aos objetos, que dele fazem parte ou foram deixados em seu interior. Uma vez aprovada pela Assembléia Legislativa e sancionada pela governadora Roseana Sarney (PMDB), o descumprimento da lei implicará em multa a empresa infratora. No caso de reincidência, será suspensa sua inscrição do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).


Gostaria de pedir desculpas aos nossos amigos internautas por não ter atualizado notícias do blog nos últimos dias. Tive problemas com nossa empresa em Barra do Corda, um curto circuito danificou parte dos equipamentos e estive muito ocupado para não deixar nossos clientes sem atendimento. Mas agora está tudo bem e vamos lá. Já começo publicando o comentário Do internauta Alan Ricardo sobre o atendimento do Hospital de Urgência e Emergência de Presidente Dutra, o Socorrão e a matéria do Jornalista John Cutrin do Jornal Pequeno. Confira.

Enviado por Alan Ricardo em 01/10/2011 as 14:33

“Adonias olha só o que o governo falou sobre as denuncias do hospital da nossa cidade. ta no blog do Jonh Cutrim no Jornal Pequeno.”

SES esclarece denúncias sobre falhas no hospital de Presidente Dutra

Ontem publicamos, com base em denúncias da população de Presidente Dutra, que o hospital regional da cidade passava por dificuldades no seu atendimento. De acordo com a população, há falta de médicos e de materiais cirúrgicos, além do sucatemento na sua estrutura física. Nesta semana uma TV local exibiu uma reportagem com funcionários relatando a situação deficitária do hospital, que só vem, segundo eles, se agravando. (reveja aqui)

Com base na matéria publicada, a competente e sempre atenta jornalista Waldirene de Oliveira, chefe da Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde, enviou alguns esclarecimentos ao blog.

Na nota a SES informa que a demanda de atendimentos na região de Presidente Dutra é crescente, todavia afirma que o hospital conta “com uma equipe formada por dois cirurgiões, dois ortopedistas e um intensivista, que trabalham em regime de plantão 24 horas, além de dois clínicos, dois pediatras, um neurocirurgião e um anestesista”.

Diz ainda que Hospital Regional de Presidente Dutra, construído no governo do Dr. Jackson Lago, ainda mantém em seus quadros fisioterapeutas, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, e técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia.Confira abaixo a íntegra da nota.

Esclarecimento SES – Hospital de Presidente Dutra

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que o Hospital Regional de Urgência e Emergência de Presidente Dutra foi inaugurado nos últimos dias do governo Jackson Lago, para ser mais preciso de forma apressada, açodada, de forma a que fosse concretizada antes da saída do Governador. Soma-se a isso ao fato de haver sido construído em área reconhecidamente inadequada para esse fim, utilizando-se, para tanto, da reforma e ampliação de um antigo Centro de Saúde Estadual “Elígio Abath”.

Desde então a gestão da unidade de saúde é de responsabilidade da Secretaria de Estado da Saúde (SES). No que diz respeito aos recursos destinados ao custeio – manutenção e pagamento de folha – foram gastos no primeiro mês de funcionamento do Hospital de Presidente Dutra, o equivalente a R$ 3.315.210,74. Em três anos de existência, o montante repassado à unidade nunca sofreu cortes, obtendo, inclusive, acréscimo. Em 2010, o custeio ficou em R$ 3.536.028,00, mês, e em setembro deste ano, alcançou a marca de R$ 3.745.171,82.

Ocorre que a demanda de atendimentos na região de Presidente Dutra é crescente. Em 2009, foram realizados, de junho a dezembro, 58.062 procedimentos, enquanto que em 2010 o número de atendimentos chegou a 181.940. Até agosto deste ano, o Hospital Regional de Presidente Dutra já tem contabilizado 142.688 procedimentos, contando com os serviços de apoio ao diagnóstico, onde são oferecidos exames dos mais simples, como o de patologia clínica, aos mais complexos, a exemplo do ultra-som, raio X e tomografia.

O Hospital conta com uma equipe formada por dois cirurgiões, dois ortopedistas e um intensivista, que trabalham em regime de plantão 24 horas, além de dois clínicos, dois pediatras, um neurocirurgião e um anestesista. Ainda mantém em seus quadros fisioterapeutas, enfermeiros, bioquímicos, farmacêuticos, e técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia.

2009* 2010 2011**
Consultas 8.516 21.058 16.041
Internações 2.472 5.023 5.730
Cirurgias 1.943 4.558 2.860
Pequenas cirurgias 2.532 36.975 33.442
Exames laboratoriais 29.448 85.383 63.782
Tomografia 1.863 4.758 4.097
Ultra som 1.039 2.270 1.553
Raio X 10.249 21.915 15.183
TOTAL 58.062 181.940 142.688

*dados coletados de junho a dezembro

**dados coletados de janeiro até agosto

http://www.jornalpequeno.com.br/blog/johncutrim/?p=21528



Os quatro vereadores de Matões vão apresentar nesta terça-feira na Câmara da cidade propondo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com objetivo de investigar diversos desmandos administrativos que estariam sendo praticados pela prefeita Suely Pereira (PDT – Foto), mas do deputado imberbe Rubens Júnior (PCdoB). Já apelidada de “CPI do Funcionário Fantasma”, a investigação pretende provar a contratação irregular de diversos servidores, inclusive uma filha da prefeita e irmã do parlamentar. “Isso é apenas um aperitivo porque tudo o que você possa imaginar de irregularidade administrativa e desvio de recursos públicos em Matões nós temos prova”, disse ao blog o vereador Hosaias Oliveira (PDT) que acaba de romper com o grupo de Suely. Ele denuncia que a odontóloga Camila Torres e Silva, filha da prefeita e do ex-deputado Rubens Pereira, recebe R$ 2,4 mil como dentista do Programa Saúde Bucal, mas dificilmente pisa em Matões (veja reprodução abaixo).

Outra denúncia de irregularidade envolve a nomeação irregular a lavradora Maria Rodrigues Moura, de quase 70 anos. Ela estava nomeada como diretora-geral do hospital da cidade onde dificilmente vai. “Recebia” salário bruto de R$ 1,7 mil (veja aqui). Após as denúncias, ela foi demitida. Hosaias diz ter rompido com o grupo da prefeita por não suportar mais conviver com tanta irregularidade. “Quando entendi que a situação não iria mudar, quando me deparei com atitudes diferentes de tudo o que acredito, tanto da parte da prefeita quanto de Flávio Dino, a quem dei meu apoio, vi que todo aquele discurso era mentiroso, então tive que romper com eles”, disse. Segundo o vereador os desmandos na Prefeitura de Matões vêm desde a época que Rubens Pereira comandava o município. “Quando Rubens saiu, ele deixou quase dois anos de salários atrasados e várias outras irregularidades”, lembra Hosaias.  O vereador diz vir sendo alvo de perseguição, ameaças e até de despacho de macumba. “Nada disso vai me intimidar”, garante

Leia mais em: http://www.blogdodecio.com.br/page/2/


Afirmação é do secretário de Educação, João Bernardo Bringel, em reunião com o Sinproessema

Imirante.com

SÃO LUÍS – O governo do Estado vai implantar a partir do mês de outubro o piso salarial nacional dos professores para os profissionais da categoria que recebem remuneração abaixo do teto estabelecido pelo Ministério da Educação, que é de R$ 1.187 reais. O anúncio foi feito pelo Secretário de Educação, João Bernardo Bringel, em reunião nesta quinta-feira (15) da mesa permanente de negociação entre governo e diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Maranhão (Sinproesemma). Com medida, o governo cumpre o acordo firmado com a categoria de colocar em prática o piso salarial da professores determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no prazo de até 30 dias após o órgão emitir o Acórdão da sua decisão. Para os professores que já recebem remuneração acima do piso nacional, o governo do Estado fará reajuste nos vencimentos, de acordo com as referências estabelecidas na atual tabela salarial da categoria. Uma nova tabela com os reajustes será apresentada ao sindicato em reunião agendada para a próxima semana. O secretário de Educação, João Bernardo Bringel destacou que o cumprimento do piso nacional é um compromisso do governo com a categoria. O presidente do sindicato, Júlio Pinheiro, disse que retransmitirá ao professores a medida do governo, que é fruto das reuniões que vêm ocorrendo na mesa permanente de negociação entre Estado e diretoria do Sinproesemma.


Fábio Brandt e Maurício Savarese – UOL

Em julho, mês de recesso parlamentar, os deputados pediram reembolso de R$ 3 milhões à Câmara por conta de despesas decorrentes do exercício de seus mandatos. O mais gastador no período foi Waldir Maranhão (PP-MA), com R$ 46.498,19 em pedidos de reembolso até 1º de agosto – os parlamentares têm até três meses para solicitar isso, o que pode significar ainda mais custos. Em um mês cheio de dias vazios no plenário, Maranhão pediu reembolso de quase um terço do valor solicitado entre o início da legislatura, em fevereiro, e junho pelo deputado Cleber Verde (PRB-MA) – o mais gastador de todo o primeiro semestre, com mais de R$ 166 mil. Nesse período, antes do recesso, o deputado do PP tinha gastado pelo menos R$ 88,4 mil em cota parlamentar, segundo dados disponíveis no site da Câmara até 1º de agosto. Os gastos de Maranhão em julho se concentraram em dois itens: R$ 25 mil em um trabalho de consultoria e outros R$ 20.300 em divulgação do mandato. Procurado nos últimos dias pelo UOL Notícias, o deputado do PP não foi encontrado para fazer comentários sobre seus gastos. Logo atrás dele no pódio da cota parlamentar no recesso estão Silas Câmara (PSC-AM) e Roberto Balestra (PP-GO). Eles gastaram, respectivamente, R$ 46.487,31 e R$ 38.329,34.


No Maranhão, a meta é vacinar contra o sarampo 783.657 crianças na faixa etária de 1 a 6 anos.

SÃO LUÍS – A campanha de vacinação contra o sarampo e a pólio começará amanhã (8), em alguns municípios maranhenses e prossegue até o dia 16 de setembro em todo o Estado. O dia “D” da vacinação será no sábado,13, com a segunda etapa da campanha contra a poliomielite (paralisia infantil). No Maranhão, a meta é vacinar contra o sarampo 783.657 crianças na faixa etária de 1 a 6 anos completos; e contra a paralisia infantil deverão ser vacinadas 640.579 crianças menores de 5 anos.  “Todas as crianças da faixa etária prevista deverão ser vacinadas, mesmo que tenham sido imunizadas anteriormente”, explicou o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad. O Maranhão recebeu do Ministério da Saúde 940.380 doses de vacina Tríplice Viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Para a segunda etapa da campanha de pólio, foram recebidas 933.800 doses. As vacinas estão sendo distribuídas para as Unidades Regionais de Saúde e até amanhã todos os municípios deverão ter recebido suas doses. Serão disponibilizados 1.794 postos de vacinação e 8.406 pessoas estarão envolvidas nesta campanha. A vacinação é o meio mais eficaz para prevenir tanto o sarampo quanto a poliomielite. A coordenadora de Imunização da SES, Helena Almeida, lembra aos pais e responsáveis que é importante levar a carteirinha de vacina da criança para registrar a aplicação. Todas as crianças na faixa etária prevista deverão ser vacinadas, mesmo que tenham sido imunizadas anteriormente. A vacinação contra o sarampo é chamada de “campanha de seguimento” e costuma ocorrer em intervalos de três a cinco anos para reforçar a proteção das crianças e manter o Brasil sem transmissão disseminada do vírus. A última campanha deste tipo ocorreu em 2004. Registro de casos – O último registro de poliomielite no Brasil aconteceu em 1989, na Paraíba. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da doença. Entretanto, 26 países ainda apresentam circulação do vírus – quatro deles em situação endêmica (Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão). No caso do sarampo, nos primeiros cinco meses deste ano, já foram registrados 10 casos da doença: três no Rio de Janeiro, três no Rio Grande do Sul, um em São Paulo, um na Bahia, um em Mato Grosso do Sul e um no Distrito Federal. De acordo com o ministério, os casos foram de pessoas não vacinadas que tiveram contato com viajantes portadores da doença. Desde 2000, o vírus não circula livremente no Brasil. A imunização contra a poliomielite e o sarampo é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e está disponível durante todo o ano nos postos de saúde. O ministério orienta que mesmo as crianças que já receberam a vacina pelo calendário básico retornem aos postos para receber uma nova dose, como forma de reforço contra as doenças.

 Números

 783.657 Crianças de 1 a 6 anos devem ser vacinadas contra sarampo

 640.579 Crianças de até 5 anos devem ser vacinadas contra a pólio

 940.380 Doses de vacina Tríplice Viral foram recebidas pela SES

933.800 Doses de vacina contra a pólio foram recebidas pela SES

Fonte: O Estado


Gustavo Mamede

Enviado em 26/07/2011 as 0:06

Meu Caro Amigo Adonias,

Agradeço sobre a referida matéria. Entretanto, meu amigo esqueceu de revelar que o suposto patrocínio foi requisitado por você e prontamente coloquei-me a disposição de ajuda-lo na realização do campeonato de futebol e assim eu fiz. Ocorre que no dia da entrega do patrocínio estava ausente de P. Dutra e quando cheguei para entregar o tão esperado patrocinio, Vossa Senhoria argumentou que não precisava mais, pois, iria precisar de uma outra “äjuda” do seu amigo Gustavo Mamede. Estou as ordens.

Com relação a suposta candidatura, recebo com surpresa tal atribuição, pois, sinto-me lisongiado em poder fazer parte de enquetes, comentários e manchetes deste importante instrumento de imprensa, repleto de credibilidade e com muita aceitação em todo Estado do Maranhão.

Jamais joguei a toalha em relação a candidatura de Prefeito e nem tampouco afirmei que aceito ser candidato a Vereador pelo grupo politico da Senhora Irene Soares, ou qualquer outro grupo. Porém, estou de consciêcia tranquila em tudo que faço a frente da Secretaria de Administração, em atender com dignidade os menos favorecidos, com muita sinceridade, e por isso que hoje o referido blog refere-se a minha pessoa como “falastrão”.

Por final, o futuro a Deus pertence, e quem sabe o referido blogueiro realizará o sonho de ter o reconhecimento do seu brilhante trabalho e ser contemplado com o seu grande desejo de ser o número 01. Continue me ajudando e como diz o ditado “Fale bem ou mau, mais, FALE DE MIM!

Abraços.

Gustavo Mamede Lopes de Souza
OAB/Ma n. 6.359

Resposta Minha: Caro Mamede, com relação a outra “ajuda” você se refere na tentiva de confundir a cabeça do leitor deixando subentendio usando “ASPAS”, eu esclareço. Na verdade eu estava precisando de duas notas fiscais avulsas eu alvará de funcionamento para efetuar um cadastro e não sabia a quem de fato recorrer, pois precisava de agilidade, que fosse rápido e pensei que você pudesse resolver. As notas eu consegui direto no setor de tributos da Prefeitura (DAM) recolhendo os devidos impostos municipais no banco. O alvará não foi preciso e se eu precisasse teria que procurar o Chefe de Gabinete da Prefeitura Sr. Afonso Celso Sá Sereno que é quem assina os alvarás na ausência da sempre ausente prefeita Irene Soares, pelo menos foi isso que me informaram por telefone.

Quanto ao Patrocínio, aqui, mais uma vez, você tenta confundir a opinião pública dizendo que O “SUPOSTO” patrocínio REQUISITADO por mim, o que não é verdade, pois não lhe requisitei nada, foi você que se ofereceu para patrocinar I COPA PORTAL FM DE FUTSAL numa conversa que tivemos durante o carnaval de Barra do Corda, você lembra? Ficou mesmo só na suposição, o compromisso assumido não foi cumprido e eu aceitei sabendo que não seria diferente. Em outro trecho do seu comentário, você diz que: “prontamente coloquei-me a disposição de ajuda-lo na realização do campeonato de futebol e assim eu fiz”. Fez o que? Me fez de besta pedindo para te ligar e ouvir a mesma cantilena de sempre? Eu te conheço carnaval! Ouvia por simples educação. E por último, neste outro trecho do comentário você usa sua astúcia de advogado querendo mais uma vez confundir as coisas, veja só: “Ocorre que no dia da entrega do patrocínio estava ausente de P. Dutra e quando cheguei para entregar o tão esperado patrocinio, Vossa Senhoria argumentou que não precisava mais”. Não precisava mais porque já tinham se passados dez dias da final de uma copa que durou 45 e o tal do patrocinio não chegou e alguns amigos empresários já tinham bancado quase tudo e o restante foi do meu próprio bolso, pois tinha me comprometido com os desportistas e jamais iria decepcioná-los. Eu até entendo que você viaja muito, “viaja” tanto que diz: “quando cheguei para entregar o tão esperado patrocïnio…”, Doutor, como é que podemos entregar algo que estamos esperando… A I COPA PORTAL FM DE FUTSAL, a primeira a ser realizada em Presidente Dutra foi um sucesso e a segunda será bem maior com o apoio de todos os nossos amigos que realmente querem prestigiar os desportistas e engrandecer o esporte local.


Por Márcia Andreia Soares da Silva

A homossexualidade desde muito tempo foi um tema polêmico e inaceitável e por isso nasceu, em 1997 em São Paulo, a tão sonhada Parada do Orgulho Gay, onde até então GLS (Gays, Lésbicas e Simpatizantes) lutavam por seus direitos de visibilidade nacional com o tema “Somos muitos, estamos em todas as profissões”. Desde então, essas paradas se disseminaram por todo país e invadiram desde o mundo das novelas até nossa realidade. E claro, chegando em nossa querida capital, que é a última a se organizar numa comunidade para realizar esse tipo de evento (Grupo GAYVOTA).

Muito mudou no decorrer desse tempo, tanto na maneira da sociedade encarar essa visibilidade, que na atualidade é com desdém e agressão física e moral, até na maneira com que os homossexuais aceitaram ser chamados, agora de comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, travestis e transexuais). Nossa, quantos nomes! O que realmente quer dizer somente e novamente que: são muitos e estão em todos os lugares. A diferença é em um único fato: A abordagem. O tema da atualidade é a Homofobia e sua criminalização.

Mas este artigo não é criminal e sim político.

O que encontramos, hoje, nas ruas de São Luís no dia da Parada do Orgulho Gay, não é pra ser de tanto orgulho. A pergunta que me faço: Sim! Onde está NISSO a luta pelo FIM da homofobia?! Será nas fantasias gigantescas e nas maquiagens pesadas? Ou nas diversas luzes e nos homens e mulheres dançando desnudos em um trio elétrico com música alta?

Cadê? As faixas e os microfones onde se ouvia gritos de apelo por direitos iguais, por aceitação, pelo fim da discriminação e da marginalização do homossexual? Será se isso se desintegrou nos diversos nomes encontrados para chamar cada tipo de GAY?! A comunidade mesmo se tipifica e espera que a sociedade aceite de bom grado seus estardalhaços e atos CARNAVALESCOS?

Esse artigo não é preconceituoso, é de ajuda à comunidade GLS. A realidade é que estão carnavalizando a Parada Gay porque isso a torna mais “divertida” e arrecada mais pessoas. Porém quantidade não é qualidade, pois é muito simples se divertir, basta sair, beber e dançar, mas e a LUTA PELA CAUSA? Não são de todos. De óbvio não se pode generalizar. Mas estes estão por destruir a imagem e tudo que a comunidade LGBT tanto quer alcançar: Direitos Iguais. É um desserviço a eles próprios. As milhares de pessoas na AV. Litorânea deveriam tentar conquistar os corações de pessoas para sua causa e não mostrar-se numa excessividade de valores estéticos, ultrajantes e NEGATIVOS.

Deveria haver mais PASSEATAS e não PARADAS! Pois passeatas são por luta de direitos, são por fim de discriminações e preconceitos. Paradas são eventos carnavalescos escandalosos que só ajudam á frases cruéis de um Jair Bolsonaro qualquer.

Ninguém precisa ser DIFERENTE para ser GAY.

Basta ser sua própria imagem, sem fantasias, sem rodeios. Ser GAY, porque não? O que de ultrajante tem em ser chamado SOMENTE assim? Pra que tantas nomenclaturas?

Ajudem-se a ajudar a si mesmos. Ser Gay SIM e não uma personagem maquiada de si mesmo.

Márcia Andreia Soares da Silva é Acadêmica do Oitavo Período de Estudante de Direito.


Os juízes estaduais terão de comprovar residência na comarca em que atuam para poderem se inscrever para promoções e remoções por merecimento ou antiguidade. Os magistrados também terão que demonstrar que realizaram audiências às segundas e sextas-feiras.

As exigências da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) começam a valer esta semana, e foram comunicadas aos 271 magistrados em ofício circular do desembargador-corregedor Guerreiro Júnior, com cópia para a corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon.

Com a mudança – adotada após sugestão do desembargador José Luiz Oliveira de Almeida – a Corregedoria pretende por um fim as denúncias e especulações quanto à ausência de juízes nas comarcas em dias de trabalho. A intenção é pôr fim aos chamados TQQs (Terça, Quarta e Quinta-feira)

O tema voltou à tona na quarta-feira (dia 6) na sessão administrativa do pleno Tribunal de Justiça. Aberta a votação para promoção e remoção de juízes, o desembargador José Luiz Almeida disse que não mais votaria – em remoções e promoções de juízes – “enquanto os abusos não sejam extirpados. Pois isso é desrespeitoa sociedadeque nos paga”.

Guerreiro Júnior lembrou ao Pleno as medidas que a Corregedoria tem tomado durante sua gestão no sentido de determinar cumprimento a essa exigência, e iniciativas pessoais para tentar solucionar o assunto pacificamente.

Na semana passada (releia aqui), o Guerreiro Junior já havia encaminhado um ofício sobre a obrigatoriedade constitucional de que os juízes tem que residir na comarca. Ele fixou um prazo de 15 dias para que encaminhem à CGJ comprovante de residência na unidade em que exercem atividades, de acordo com determinação da corregedora Eliana Calmon. O prazo termina na próxima semana.

Guerreiro Júnior disse ao Pleno que a ministra foi taxativa quanto à assiduidade de juízes nas comarcas durante assinatura de Acordo de Cooperação Técnica, em Brasília (14 de junho), e observou que o não-cumprimento da medida caracteriza infração sujeita à imediata abertura de Procedimento Administrativo Disciplinar.

Leia aqui o OFÍCIO  (pdf)

DESAVISOOs juízes não podem ter como residência o endereço de Hotel, Pousada, Pensão e assemelhados.

DESAVISO IIO juiz morar na comarca em que trabalha é uma determinação expressa na Constituição Federal (artigo 93, inciso 49), na Lei Orgânica da Magistratura Nacional (inciso V, artigo 35) e noCódigo de Normas (artigo 49).

Mais informações no Blogue de Itevaldo Júnior.


Queridos Amigos,

Gostaríamos de agradecer, de todo nosso coração, por cada abraço,  por cada demonstração de carinho,  pelas diversas manifestações de solidariedade que recebemos. Agradecemos, em especial, aos diversos veículos de comunicação, TVs, jornais, rádios, blogs, por terem retratado com tanta honradez, a trajetória do nosso amado Luciano Moreira. Foi tudo muito importante para nós e certamente para ele. A solidariedade demonstrada por todos ficará marcada em nós, para sempre.  Deus tem atendido às preces de todos  e nossos corações têm sido agraciados com o conforto prometido por nosso Salvador (Fp 4:7). Sentimos muita dor, mas estamos em paz!

Clara Moreira e Família.


Com a morte do deputado federal Luciano Moreira (PMDB), ocorrida ontem, quem assume vaga dele na Câmara dos Deputados é o primeiro suplente da coligação Costa Ferreira (PSC), Chiquinho Escócio que era o segundo, agora passa a ser o primeiro suplente. O acidente que vitimou fatalmente Luciano Moreira aconteceu no povoado Jaburu próximo a Morros, quando o motorista do deputado Kleber Brandão tentou por três vezes desviar de um búfalo perdendo o controle da direção causando o capotamento da caminhonete (foto abaixo). Luciano vinha no banco de trás sem o cinto de segurança e teria sacado do veículo quebrando o pescoço e fraturado o crânio. Moreira foi levado para um hospital de Morros já sem vida.

Carro que Luciano viajava ficou destruído

Maranhão de Luto

A morte do deputado Luciano Moreira pegou a classe política de surpresa. Deputados estaduais e federais foram unanimes em destacar a contribuição que ele deu ao estado como secretário de administração dos governos Roseana Sarney e Lobão. Para muitos é uma perda irreparável que deixa o maranhão de luto. O corpo de Luciano Moreira está sendo velado na Assembléia Legislativa e o seu sepultamento está previsto para as 17 horas com a presença da Governadora Roseana Sarney, do presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia e demais lideranças políticas nacionais e estaduais.


« Primeira«59606162»
Página 61 de 62