Do Blog de Marco D’Eça

O candidato Hernando Macêdo figura em primeiro lugar em todas os cenários da eleição em Dom Pedro pesquisados pelo Instituto Escutec.  Na pesquisa espontânea, ele alcança 25,2% na pesquisa, contra 18,9% da atual prefeita, Arlene Costa.

No cenário estimulado, com a participação dos principais candidatos, Macêdo registra 39,2%, contra 27,2% do Dr. Fabrício e 22,3% de Arlene Costa.
O instituto também que ouvir a população de Dom Pedro sobre uma disputa direta entre Hernando Macêdo e Arlene Costa. Ele venceria as eleições com 53,5%, contra 29,2% dados à prefeita. De acordo com omlevantamento, 14,6% dos eleitores não votariam em nenhum dos dois.

Outros 2,7% não quiseram ou não souberam responder.
Arlene Costa registra também a maior rejeição entre os candidatos. Nada menos que 47,5% dos eleitores diseram não votar nela de jeito nenhum. Outros 17,9% rejeitaram o nome de Hernando Macêdo. Dr. Fabrício apresenta 9,3% de rejeição.
O Instituto Escutec ouviu 301 eleitores de Dom Pedro, nos dias 21 e 22 de janeiro. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o nº 0004/2012, no dia 26 de janeiro.


CASO ‘CHICO RIOGRANDENSE

Logo após a morte do ex-prefeito de São José dos Basílios Francisco Ferreira de Sousa ocorrida há pouco mais de uma semana, começam a aparecer indícios dos reais motivos do assassinato de Chico Riograndense como era mais conhecido. Acompanhe a seguir matéria do Jornal Pequeno.

POR OSWALDO VIVIANI

O envolvimento do ex-prefeito Francisco Ferreira Sousa, o ‘Chico Riograndense’, de 69 anos, com crimes de encomenda em São José dos Basílios (a 396 quilômetros de São Luís) pode ter sido a motivação de seu assassinato, ocorrido, na manhã de sábado (7). ‘Chico Riograndense’ – gestor de São José dos Basílios por dois mandatos (2001 a 2004, pelo PP, e 2005 a 2008, pelo PFL) – foi morto com 5 tiros de pistola calibre 380, disparados pelo ‘garupa’ de uma moto prata, à altura do Povoado Poção, quando o ex-prefeito voltava de carro de uma das fazendas que possuía na região. O Jornal Pequeno apurou que em ao menos 7 assassinatos, ocorridos desde a década de 90, ‘Chico Riograndense’ apareceu como suspeito de ser mandante ou de ter envolvimento com supostos mandantes. A acusação chegou ao JP por meio de militantes de movimentos sociais que atuam na região maranhense dos Cocais.

As vítimas dos homicídios, segundo a denúncia que chegou ao JP, foram:

‘Zezim Capeta’ (ex-‘prestador de serviços’ de ‘Chico Riograndense’, morto a tiros por dois pistoleiros em 1994; cobrava uma dívida do ex-prefeito;

Rubem (filho de ‘Zezim’, investigava o assassinato do pai; Rubem e um homem que estava com ele foram mortos a tiros);

‘Chiquinho Borges’ (irmão do ex-prefeito Wilson Borges, espalhava em São José dos Basílios não ter medo de ‘Riograndense’; outro homem que estava com Borges numa moto também foi morto; ambos, a pauladas);

Pedro Mendes (também assassinado a pauladas, no Povoado Mucunã, dias depois de discutir com ‘Chico Riograndense’ por causa de um terreno);

‘Pires’, do município de Dom Pedro (morto a tiros; cobrava um débito de ‘Chico Riograndense’);

Josemir (morador do Povoado Altamira; trabalhou num posto de combustíveis de ‘Riograndense’, localizado no Povoado Serra do Dico, e, ao ser demitido, levou o ex-patrão à Justiça do Trabalho; foi morto a tiros).

Todos esses casos devem fazer parte da investigação sobre o assassinato de ‘Chico Riograndense’, que desde segunda-feira (9) está a cargo do delegado Edmar Cavalcante, titular da Regional de Presidente Dutra.

Retrato falado – De acordo com a delegada Karla Simone Saraiva, que participou das investigações preliminares, os dois matadores do ex-prefeito terão seus retratos falados confeccionados ainda nesta semana, baseados no depoimento do trabalhador rural Loriel Pereira da Silva, que estava no Fiat Strada conduzido por ‘Riograndense’ quando o veículo foi atacado. Loriel foi baleado num dos braços, mas sem gravidade. Ele já informou à polícia as principais características físicas dos pistoleiros, que não usavam capacetes. Todos os tiros que acertaram ‘Chico Riograndense’ – quatro na cabeça e um no ombro – foram efetuados com a moto e o carro em movimento, segundo Loriel. Atingido, o ex-prefeito perdeu o controle do carro e saiu da estrada, indo parar num matagal.

A motivação do assassinato – cuja linha principal de investigação da polícia é crime de encomenda, já que nada foi levado da vítima – ainda é desconhecida. O motivo pode ser vingança, pelos assassinatos em que o nome da vítima foi envolvido, ou disputa política, já que ‘Chico Riograndense’ pretendia candidatar-se a prefeito nas eleições deste ano – agora, pelo PDT, partido ao qual se filiou no ano passado.

Natural de Pedreiras (MA), Francisco Ferreira Sousa, o ‘Chico Riograndense’, era considerado uma espécie de ‘coronel’ político de São José dos Basílios. Depois de se eleger por dois mandatos consecutivos, ele conseguiu fazer, em 2008, seu sucessor, João da Cruz Ferreira, o ‘João das Crianças’ (PDT), 49 anos.

O corpo de ‘Chico Riograndense’ foi sepultado na tarde de domingo (8), no Cemitério São João Batista, em Dom Pedro.

Visitado em junho de 2010 pelo JP na Estrada, São José dos Basílios é um dos municípios mais pobres da região maranhense dos cocais. A má gestão e o coronelismo sucateiam o município, que abriga pouco mais de 7 mil habitantes.

Mais detalhes aqui!


Dois pistoleiros assassinaram há poucos instantes o ex-prefeito de São José dos Basílios Francisco Ferreira Sousa, o Chico Riograndense. Informações dão conta que o ex-prefeito foi vítima de uma emboscada no povoado Poção, interior de São José dos Basílios, cidade onde foi prefeito por dois mandatos e teria sido atingido por quarenta tiros. Os pistoleiros fugiram e a polícia está a procura. Ainda não se tem detalhes se o crime teria motivação política.

De acordo com informações da I Companhida Independente da Polícia Militar de Presidente Dutra, os criminosos estavam numa moto prata sem placas no momento do assassinato fugindo do local se embrenhando nas matas do município. Todo o contigente da Polícia Militar da região comandado pelo Capitão Machado está fazendo barreiras nas principais saidas de São José dos Basílios na tentativa de prender os dois pistoleiros. O Secretário de Segurança Pública do Estado Aluízio Mendes está enviando mais reforço e um delegado especial para o local.

Prefeito

Naturalde Pedreiras, Francisco Ferreira Sousa, mais conhecido como Chico Rio Grandense, era casado, tinha 69 anos e  comerciante em Dom Pedro onde morava há vários Anos. Em 1999 resolveu entrar para a política, se elegendo pelo PPB (hoje PP) o segundo prefeito de São José dos Basílios, reelegendo-se em 2004 pelo PFL. O atual prefeito Joãzinho das Crianças foi o candidato de Riograndense em 2008 eleito com larga maioria.

post atualizado às 10:50h


Carlos Machado (PTB) recebeu mais de R$ 2 milhões do Ministério de Integração Nacional para reparar danos causados por enchente que população e adversários dizem que nunca houve

POR OSWALDO VIVIANI

O Ministério Público Federal do Maranhão vai retomar nos próximos dias a investigação de uma suposta fraude, que teria sido arquitetada pela Prefeitura de Senador Alexandre Costa (a 440 quilômetros de São Luís). De acordo com o inquérito civil público, aberto pelo MPF em setembro, o prefeito Carlos Pereira Machado (PTB) é acusado de forjar uma enchente em 2009, com a finalidade de obter do governo estadual a decretação de estado de calamidade pública e posteriormente ter acesso a recursos federais destinados a ‘reparar danos causados por desastres’. Por conta da suposta enchente, o Ministério da Integração Nacional enviou a Senador Alexandre Costa, entre agosto de 2009 e junho de 2010, um total de R$ 2.005.272,41.

Continue lendo Aqui


Está acontecento neste momento um assalto a uma agência bancária da cidade de São Domingos do Maranhão distante 370 quilômetros da capital São Luis. Os bandidos chegaram a agência fortemente armados e segundo informações houve um grande tiroteio. Moradores não estão saindo nas ruas e os comerciantes baixaram suas portas. Mais informações a qualquer momento.


A bela jogadora de Vôlei Sabrina de Cássia Arruda (foto) natural de Barra do Corda vem fazendo bonito nas Olimpíadas Universitárias que estão sendo realizadas na cidade de Campinas São Paulo jogando pela equipe de voleibol da Faculdade Pitágoras de São Luis. No primeiro jogo Sabrina e sua equipe estrearam com vitória e nesta quarta-feira derrotaram a UEPA-PA por 3 sets a 0 com parcial de 25/13, 25/15 e 25/11. Invicta na primeira fase e sem perder nenhum set, a equipe de Sabrina vai enfrentar na semi final o vencedor do jogo entre Rio e Mato Grosso do Sul.


Lançada nesta segunda-feira 31/10 pelo PTB – Partido Trabalhista Brasileiro a pré-candidatura do bancário Oliveira Florentino (Foto) à Prefeitura de Barra do Corda e de cara ganhou importantes apoios políticos como o da Presidente da Câmara Municipal Nilda Barbalho, do empresário Pedro Teles de Sousa, de alguns vereadores e de muitos amigos. Funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal e especialista na área financeira pública e privada, Oliveira é um técnico admirado por sua capacidade, simplicidade e honestidade e respeitado por toda população barracordense. Oliveira, na minha opinião, é um nome que poderá acabar com pequenos focos de divergência dentro do grupo político liderado pelo prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim.

Outras candidaturas

Com o impedimento da candidatura da vereadora Nilda Barbalho pela legislação eleitoral, surgiu o nome do pecuarista Arean Barbalho, irmão de Nilda, cuja candidatura nasceu morta depois de consultarem especialistas na área eleitoral. Só então foi divulgado o nome de Oliveira Florentino que já estava sendo preparado há vários meses. No meio do embate, o prefeito Nenzim lançou a candidatura do Sargento Militar Aderoldo e vinha trabalhando seu nome junto a algumas lideranças estaduais, chegando inclusive a apresentá-lo ao Ministro Edson Lobão de Minas e Energia como pré-candidato de sua preferência. Com a entrada de Oliveira Florentino no páreo a coisa muda de figura, porque seu nome é bem visto até mesmo por uma boa parte da oposição. Para alguns amigos, a consolidação da candidatura de Oliveira é somente uma questão de tempo.


Orleany Cruz (Foto), de 35 anos, filho do vereador de Tuntum Orleans Moreira Cruz, foi assassinado hoje, 08, no final da tarde, na orla do Balneário da Tiúba. Segundo informações do blog do Fernando Teixeira, Orleany Cruz estava bebendo com os amigos no bar quando surgiu dois motoqueiros atirando contra o filho do vereador, que morreu no local. Nesse momento, o clima está tenso no município de Tuntum. Os moradores estão chocados com o assassinato do jovem rapaz. O filho do vereador, mais conhecido como Renicy, iria comemorar seu aniversário neste sábado, 10.  Seu pai, Orleans Moreira Cruz, foi recentemente acusado de ser o mandante dos disparos no dia 8 de abril, contra a casa do juiz Pedro Holanda Pascoal, que compõe o programa “Pauta Zero” (reveja aqui no Bogue de Luis Pablo).  O vereador chegou a ter a prisão decretatada, mas conseguiu habeas corpus no Tribunal de Justiça do Maranhão


 

(7h30) A ministra do TSE Cármen Lúcia confirmou nesta quarta-feira (31), decisão de outubro de 2009 do TRE do Maranhão, que cassou o mandato do prefeito e vice-prefeito reeleitos de Jenipapo dos Vieiras, município vizinho a Barra do Corda, na região Central do Maranhão. Giancarlos Oliveira (PDT) e Jefferson Oliveira Nepomuceno (PSB) foram acusados de asfaltar ruas e conceder aumentos a professores e agentes de saúde no período eleitoral, caracterizando abuso de poder político e econômico. Da decisão, em caráter monocrático, ainda cabe recurso. Caso o pleno do TSE confirme a senença da ministra serão realizadas novas eleições na cidade porque o pedetista foi reeleito, em 2008, com 59,93% da votação.

Leia a íntegra da decisão da ministra Cármen Lúcia.

O segundo colocado naquela eleição foi o petista Eudes da Silva Neres com 40,07% dos votos. Assim que se confirmar a cassação do prefeito, o presidente da Câmara vai assumir o comando do município até a realização do novo pleito. Apadrinhado do deputado Rigo Teles (PV), Giancarlos ficou “famoso” nacionalmente por ter empregado praticamente toda a família, gato, cachorro e periquito na prefeitura (reveja).

Do blogue de Décio Sá


A Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão vai realizar concurso público para preenchimento de 187 vagas para cargos de Nível Superior, Nível Médio, Nível Fundamental Completo e Nível Fundamental Completo ou Incompleto. A taxa de inscrição é de cinqüenta reais e os salários variam de Quinhentos e Quarenta e Cinco Reais a Dois Mil Reais.

Baixe AQUI o Edital 2011 do Concurso


Um navegante me envia o link do site da Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão, município há 35 quilômetros de Presidente Dutra. Achei o site muito interessante, leve, bem elaborado e bastante informativo sem ser essencialmente “chapa branca”, ou seja; voltado somente para promover o prefeito e seu grupo político. Já recebi muitas informações a respeito do trabalho que o prefeito Kleber Andrade, o Tratorzão vem realizando no município. Alguns amigos do prefeito dizem que Tratorzão tem transformado São Domingos num verdadeiro canteiro de obras. Ainda não escrevi nada sobre o assunto porque estou esperando tempo e oportunidade de fazer uma visita e conferir tudo in loco. Gostaria que a assessoria de comunicação da prefeitura me enviasse os nomes dos integrantes da equipe que mantém o site para que eu possa dar o devido crédito. Abaixo foto da pagina inicial e o link para visitas.

 Continue acompanhando as notícias da Prefeitura Municipal de São Domingos do Maranhão na coluna ao lado e  AQUI


Do blogue de Décio Sá

O médico Jerônimo Ferry registrou queixa nesta terça-feira na Delegacia de Barra do Corda acusando o promotor Guaracy Martins Figueiredo de ameaça Segundo a ocorrência, o médico estava no final da tarde desta segunda-feira no Supermercado São João, em frente ao bar Entre Rios, onde o promotor bebia. Quando Jerônimo deixou o supermercado começou a ser perseguido de carro pelo representante do Ministério Público. Ele levava uma arma em cima do banco do passageiro. Durante protesto contra Nenzim, moradores denunciaram promotor. O médico entrou em várias ruas para fugir da perseguição, sem sucesso. Foi perseguido durante uns 40 minutos. Desesperado, ligou do celular para vários amigos e a polícia informando o que estava acontecendo. Resolveu parar em frente ao prédio da prefeitura. O promotor parou ao lado, baixou o vidro do carro e ficou “encarando” o adversário. Foi quando a turma do deixa-disso entrou em ação. O engenheiro Luizinho da Cemar, preso na Operação Astiages, foi um dos primeiros a chegar e tomou o revólver de Guaracy. “Ele partiu para cima de mim morto de bêbado. Quase arranca a minha unha querendo retomar o revólver. O homem estava doido”, disse ao blog. Segundo a polícia, é a terceira vez que o promotor ameaça o médico. Nenhuma das partes confirma, mas a confusão começou porque Jerônimo teria “investido” certa vez na mulher de Guaracy, a agente comunitária de saúde Anne Chaves Trajano. Ele nega.”Não sei o que ele tem contra mim. Não falo o nome dele e evito até passar ao lado desse promotor. Ele tem os problemas dele e eu não tenho nada com isso. Ele é meio nervoso. O Guaracy está me perseguindo”, afirmou. O médico disse não querer dar publicidade ao fato com receio de futuras represálias por parte do rival. “Quanto mais mexe, mas complica para meu lado”, acredita. Além da ocorrência, já enviada ao secretário Aluísio Mendes (Segurança), Jerônimo pretende denunciar Guaracy na Corregedoria do Ministério Público. Em conversa rápida com o blog – ele informou que estava na estrada – o promotor negou as acusações. “É mentira. Eu nem falei com  ele. Nós passamos na mesma rua e eu parei para falar com o Luizinho”, desconversou.

Histórico

O comportamento e as atitudes de Guaracy Figueiredo têm sido alvos de críticas em Barra do Corda.  No final de março (reveja), cerca de três mil pessoas que pediam o afastamento do prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), protocolou documento pedindo ainda a suspeição do promotor por conta de sua “parcialidade” e “morosidade” nos processos envolvendo o político. A mulher dele também é acusada de integrar o “trem alegria”  de um concurso fradudulento realizado pela Prefeitura de Barra do Corda. Ela foi “aprovada” para o cargo de professora. O concurso foi anulado pelo próprio Nenzim, mas validado pela Justiça do Trabalho na cidade. O promotor é irmão da ouvidora-geral do Ministério Público, Iracy Martins Figueiredo Aguiar, que também é alvo de denúncia interna.


Este cruzamento (fotos acima e abaixo) aberto e não sinalizado pela prefeitura de Presidente Dutra somente para satisfazer o ego de um empresário local, há muito tempo vem causando diversos acidentes e tirando o sono de muita gente. Pelo cruzamento na Av. José Olavo Sampaio na entrada da Rua 1 trafegam diariamente uma grande quantidade de veículos, caminhões, motos, pedestres e ciclistas. Sem nenhuma sinalização ou até mesmo um quebra-molas, no local tem acontecido diversos acidentes. Quem mora próximo diz que já perdeu as contas do número de batidas envolvendo carros e motos. O perigo é grande porque os veículos e motos cruzam a avenida vindos da Rua 1, subindo no sentido São Domingos, descendo rumo ao centro e os que vem da Rua Cel. João Sena atrás da LAR-C, isso tudo sem nenhuma sinalização no local ou até mesmo um guarda municipal para controlar o trânsito nos horários de pico.

Enquanto a população assiste os acidentes acontecerem sem ter a quem recorrer, ninguém aparece para apresentar uma solução, nem os vereadores que ultimamente andam muito ocupados apresentando requerimentos para colocar número em prédio, criar o dia disso e daquilo, título de cidadão para fulano e sicrano, obrigar cantar hinos em escolas, não apresentam nenhuma idéia para resolver problemas mais urgentes e responsáveis que mexem diretamente com a vida humana como este cruzamento. Acordem vereadores! Principalmente aqueles que adoram um requerimento. Que tal apresentar um pedindo a colocação de quebra-molas nos dois sentidos da Avenida? O certo mesmo seria fechá-lo no canteiro central, mas um quebra-molas ajudaria muito e a comunidade penhoradamente agradeceria.


O vereador Aristeu Nunes (PDT) de Presidente Dutra deixou claro na sessão da última segunda-feira que age de duas maneiras quanto aos assuntos da casa, uma para agradar os amigos e eleitores e outra pra agradar a prefeita Irene Soares e sua bancada de vereadores: Explica-se. Aristeu sempre que encontrava este blogueiro o convidava para assistir as sessões e dizia defender a volta das transmissões das sessões ao vivo como aconteceu durante os mandatos dos ex-presidentes Jarbas Araújo, Dionízio Pinto e Raimundo Nava. A idéia da volta das transmissões já foi a plenário duas vezes através de requerimentos dos vereadores Silvia na legislatura passada e agora com Raimundo Nava. Nas duas, Aristeu votou contra juntamente com seus pares. Ninguém sabe o motivo dos vereadores da prefeita rejeitarem a proposta de transmissão das sessões ao vivo por uma das rádios FM locais. O motivo seria blindar e poupar a prefeita de bombardeios da oposição? Pura birra? Represália aos autores dos requerimentos? Ou os vereadores situacionistas não querem mesmo é a Rádio Portal FM por lá? Não precisa, tem outra emissora no município, a nossa co-irmã FM Cidade de propriedade do Dr. Warwick Américo. Portal FM não tem interesse nenhum em prestar serviço para a Câmara Municipal. O vereador Ronaldo Pereira de Freitas foi enfático ao dizer que “Este é o único requerimento importante de 2011 e a casa ainda reprova”. Enquanto os vereadores ficam se digladiando cada um querendo puxar brasa pra sua sardinha, a população, mais uma vez fica em segundo plano.


Também na sessão da última segunda-feira a vereadora Silvia (PV) de Presidente Dutra apresentou um requerimento, pra lá de interessante: “Requer desta casa a colocação do número na parede do lado de fora do prédio”. Das duas uma: Ou a vereadora acha estranho escrever, Praça São Sebastião S/N ou pensa que ninguém sabe onde fica o prédio da Câmara Municipal. E pensar que tem tantas coisas mais interessantes e de interesse da população para os nossos vereadores debaterem e não fazem, um requerimento como este soa no mínimo como uma piada. 

Itamar Lucena

Pior foi um projeto de autoria do presidente da Câmara Itamar Lucena Lima criando a galeria dos ex-presidentes da casa. O projeto foi aprovado, o tempo passou e a tal galeria nunca foi instalada, nem local pra isso as dependências da câmara tem. Quanta inutilidade!